faceralis

 

posvendaclick

Açores

moura16(POR RICARDO NASCIMENTO)

O Rali Sical foi mais uma vez o evento de abertura do Campeonato dos Açores de Ralis, com mais de 30 inscritos, duas especiais disputadas na noite de sexta feira e mais seis no sábado.

Apesar de uma forte conjuntivite, Ricardo Moura dominou por completo a 35ª edição do Rali Sical, foi o mais rápido em todos os troços, obtendo assim a 33ª vitória nos Açores, na segunda temporada com o Ford Fiesta R5. No entanto, por muito pouco, a prova do campeão açoriano poderia ter terminado na primeira especial do rally, quando um pequeno grupo de espetadores irresponsáveis, atiraram uma pedra com dimensões semelhantes a uma bola de futebol para a frente do carro. O piloto não evitou a grande pedra, mas felizmente para Ricardo Moura e António Costa, os danos no carros foram poucos, mas poderia ter tido consequências graves para o piloto e navegador.

Ao comemorar 20 anos de carreira, Tiago Azevedo alugou um Skoda Fabia S2000 a Manuel Castro, o que animou ainda mais, os muitos espetadores que se deslocaram à estrada. O piloto local perdeu 13,1s na primeira especial, mas na segunda, Azevedo teve uma ligeira saída de estrada no inicio do troço, ficando com uma das rodas dianteiras pendurada, onde perdeu mais de dois minutos e qualquer hipótese de poder discutir a vitória. Durante as especiais diurnas, Azevedo averbou alguns tempos interessantes e apesar da saída de estrada, nunca perdeu a segunda posição.

Hugo Mesquita e Filipe Gouveia não estiveram satisfeitos com as afinações do Mitsubishi, mas foram terceiros classificados desde o inicio do rally, conseguindo desta forma um excelente resultado para as contas do campeonato e no Grupo N, com o primeiro pódio nos rallies para a nova dupla.

A única luta interessante de se seguir entre os cinco primeiros, foi entre o jovem Rafael Botelho e João Faria. Os dois pilotos de São Miguel nunca estiveram separados por muitos segundos, mas Botelho foi sempre líder nas duas rodas motrizes e Faria perdeu algum tempo na noite de sexta feira, quando o seu navegador Carlos Medeiros ficou sem luzes para ditar as notas.

Nuno Cintra começou o rally numa boa quinta posição, mas na especial seguinte, o piloto de Angra do Heroísmo teve problemas no autoblocante, perdendo algum tempo e uma queda para a décima segunda posição. No dia seguinte, Cintra recuperou até à sexta posição, terminando a mais de 2 minutos de João Faria.

Manuel Pontes venceu entre os VSH com um Toyota Celica ST165, terminado na sétima posição depois de ter beneficiado do abandono de Rúben Fita na última especial do rally.

João Paulo Correia e Maria Correia foram os melhores nos VSH de duas rodas motrizes e com a oitava posição final a 1,9s de Manuel Pontes, a dupla simpática conseguiu o melhor resultado de sempre num evento do CRA.

Paulo Rocha foi nono classificado com o seu Citroën AX com motorização 1600cc, com quase três minutos de vantagem para António Ortins que penalizou 2m30s antes da primeira espacial do rally, efetuando um excelente recuperação.

Carlos Andrade perdeu muitos minutos na primeira especial do rally, ao deixar escorregar o carro no troço da Serreta e ficar com as rodas posteriores em cima de umas pedras. Nas restantes especiais, Andrade foi o terceiro mais rápido por quatro vezes e chegou a ser segundo quando Tiago Azevedo teve a saída de estrada. Depois de ter recuperado quase 20 posições, o piloto local acabou por cometer um excesso na derradeira especial e furou um pneu, mas manteve a décima primeira posição.

VENCEDORES DE TROÇOS:
Ricardo Moura (8)
LÍDERES DO RALLY:
Ricardo Moura (SS1 a 8)

35º RALI SICAL
1º Ricardo Moura / António Costa (PRT) Ford Fiesta R5 49:33,4
2º Tiago Azevedo / Mário Castro (PRT) Skoda Fabia S2000 +04:27,7
3º Hugo Mesquita / Filipe Gouveia (PRT) Mitsubishi Lancer Evo III +06:44,0
4º Rafael Botelho / Nuno Rodrigues da Silva (PRT) Citroën Saxo CUP +08:40,0
5º João Faria / Carlos Medeiros (PRT) Peugeot 206 RC +09:01,5
6º Nuno Cintra / Miguel Soares (PRT) Renault Clio RS +11:21,2
7º Manuel Pontes / António Lemos (PRT) Toyota Celica 4WD ST165 +12:38,9
8º João Paulo Correia / Maria Correia (PRT) Peugeot 106 XSI +12:40,8
9º Paulo Rocha / José Alves (PRT) Citroën AX GTI 1.6 +13:05,2
10º António Ortins / José Borba (PRT) Toyota Yaris 1.3 +15:57,9
11º Carlos Andrade / Tomás Pires (PRT) Renault Clio RS R3 +17:11,3
12º Fábio Contente / Fábia Toledo (PRT) Renault 5 TL 1.7 +18:23,5

PRINCIPAIS ABANDONOS:
7 Artur Silva / João Paulo Simões (PRT) Renault Clio R3 (motor na SS2)
17 João Ávila / Filipe Moura (PRT) Mitsubishi Lancer Evo III (motor na SS2)
12 Teófilo Pires / Ricardo Fagundes (PRT) Citroën Saxo CUP (avaria após SS3)
8 Bruno Silva / André Silva (PRT) Citroën Saxo CUP (avaria após SS5)
23 Ruben Fita / Miguel Azevedo (PRT) Renault Clio Williams (avaria após SS7)
10 Paulo Renato Silva / João Pacheco (PRT) Renault Clio 1.8 16v (avaria na SS8)

 

sical16logoJá está disponível a lista de inscritos do Rali Sical, primeira prova do Campeonato dos Açores de Ralis, que se realiza nos próximos dias 1 e 2 de abril.

 

 

 

 

sicalinscritos16

skodaTiago Azevedo celebra 20 anos de carreira com um Skoda Fabia S2000 que terá assistência a cargo da parceria entre a Veloso Motorsport e a ACB Racing.

O grande motivo de interesse da edição deste ano do Rali Sical, a prova de abertura do Campeonato de Ralis dos Açores, vai ser a presença de Tiago Azevedo e Mário Castro em Skoda Fabia S2000. Esta é uma forma de celebrar os 20 anos de carreira do piloto e navegador terceirense e é, também, a primeira vez que o público terceirense poderá ver "em casa" uma viatura da categoria S2000, assistido tecnicamente neste evento pela ACB Racing e Veloso Motorsport.

Tiago Azevedo explica que queria "assinalar condignamente os meus 20 anos de carreira e os 150 anos do patrocinador que me tem acompanhado nas últimas participações. Para isso, dentro dos orçamentos disponíveis, acabámos por escolher o Fabia e subir, assim, a fasquia relativamente ao Clio Maxi que usámos recentemente". Os objetivos não são quantificados mas o piloto sabe que se conseguir terminar, em condições normais, alcançará "uma posição interessante". Como handicap, o piloto terá o desconhecimento do carro que deverá exigir um estilo de condução muito específico, não só pela potência acrescida, mas também por ter um motor atmosférico. Ainda assim, para contrabalançar as dificuldades acrescidas, Tiago Azevedo conta com a experiência de Mário Castro, navegador que, recorde-se, foi campeão nacional em 2014 num Fabia S2000.
Triângulo de interesses conjugou-se de forma feliz

A participação de Tiago Azevedo, no Rali Sical, no Fabia S2000, acaba por resultar de um conjunto de parcerias estabelecidas que permitiram que todos os interesses se conjugassem de forma positiva, conforme refere António Castelo Branco. "Este ano estou a trabalhar nos ralis com a Veloso Motorsport, uma equipa de créditos firmados no panorama nacional e internacional mas que estava focada na velocidade. Já tive o prazer de poder trabalhar com eles e sei que são uma estrutura altamente profissional, tudo aquilo que sempre desejei para a ACB Racing". A Veloso Motorsport é precisamente a estrutura que prepara e assiste os Fabia S2000 do piloto continental Manuel Castro, um dos quais será a unidade a utilizar por Tiago Azevedo no Sical.

"É uma situação favorável para todos os envolvidos", afirma António Castelo Branco. "O Tiago terá um carro de topo para marcar os seus 20 anos de ralis, a ACB Racing poderá mostrar mais uma vez, na sua cidade de Angra do Heroísmo, por que motivo é reconhecida a nível nacional, como o demonstram repetidas parcerias com algumas das melhores equipas nacionais e internacionais, e a Veloso Motorsport terá uma oportunidade acrescida para rodar com esta viatura em asfalto e evoluir na aquisição de conhecimento técnico do Skoda Fabia S2000 que ainda chegou recentemente á equipa e que apenas ainda foi só utilizado e testado em pisos de terra."

 

sonho2Fábio Silva e Catarina Barroso fazem a sua estreia nos ralis no próximo fim de semana, participando na 35ª edição do Rali Sical, e realizando "um sonho, que já vinha de longa data, e que agora foi possível realizar. Vamos para a estrada apenas com o intuito de aprender e de nos divertirmos", diz o piloto angrense.

Na apresentação do Renault Clio, realizada a semana passada, na Quinta da Fonte Faneca (Terra Chã), Fábio Silva explicou que o pequeno carro francês foi "todo revisto, num trabalho incansável do Marcos Gonçalves (Auto Gonçalves), a quem agradeço imenso a ajuda e os conselhos".   

A participação do casal apenas foi possível, "com a ajuda da empresa Feltrozinhos e Lolitas, o apoio da Laser 2001 - e do Rúben Borges Lima, que idealizou a decoração do carro -, do Reinaldo Pires e Vanessa Aguiar-Nutricionista", avançou o piloto, que também não esqueceu "a minha família, colegas de trabalho e ainda o apoio de outras pessoas, que quiseram fazer parte da equipa".

A presença no 35º Rali Sical é, "como referi, o realizar de um sonho, pois há muitos anos que queria fazer ralis. O que a Catarina apoiou desde logo", disse Fábio Silva, adiantando que, "este ano, vamos fazer todas as provas do TAC e do OEC Motor Clube, para ganhar experiência e quem sabe, um dia, passar para outra máquina", concluiu.

 

trofeuasfaltoacores16O Troféu de Ralis de Asfalto “Além Mar” Açores (TFRAA), evento que vem substituir o anterior Troféu Regional de Ralis “Além Mar” Terceira-Graciosa (TfRTGA), será uma realidade em oito ralis açorianos de 2016, alguns deles em paralelo com o Campeonato de Ralis dos Açores, numa organização conjunta do Terceira Automóvel Clube, Secção de Automobilismo e Karting do Clube Asas do Atlântico e Pico Automóvel Clube, com a colaboração da Associação Graciosense de Promoção de Eventos e em parceria com a Fábrica de Tabaco Estrela.

A primeira edição do TFRAA terá o seu início no XXXV Rali Sical, com o clube terceirense a ser organizador ainda dos ralis Sanjoaninas, Ilha Graciosa Além Mar e Além Mar/Ilha Lilás, enquanto para o clube mariense estão reservadas as provas Santa Maria Além Mar e Além Mar CAA e para o clube da ilha montanha os ralis Verão Além Mar e Ilha do Pico Além Mar. Para os pilotos inscritos serão contabilizados os melhores seis resultados em oito possíveis e para ser classificado no TFRAA serão necessárias quatro participações. As majorações já existentes no anterior TfRTGA mantêm-se, com os ralis pontáveis também para o CRA a terem o coeficiente 2, o Rali Ilha Graciosa Além Mar a valer 1,5 e as restantes provas com o coeficiente 1. As inscrições encontram-se desde já abertas tendo data limite o dia 30 de junho, permitindo aos participantes que não alinharem nas duas
primeiras provas a pontuação ainda nas restantes seis provas pontuáveis.

No decorrer das inscrições para o XXXV Rali Sical poderão ser efetuadas as mesmas para o Troféu de Ralis de Asfalto “Além Mar” Açores.

Outra novidade no TFRAA será a possibilidade do apoio aos participantes em viagens marítimas com a colaboração da Atlanticoline, para as provas pontuáveis realizadas entre os meses de maio e setembro, englobando-se aqui os ralis Sanjoaninas, Verão Além Mar, Ilha Graciosa Além Mar, Santa Maria Além Mar e Além Mar/Ilha Lilás.

Em http://www.tac.com.pt/tfraa2016 já estão disponíveis as primeiras informações deste Troféu, entre elas o boletim de inscrição, e muito brevemente a FPAK deverá aprovar e publicar o respetivo regulamento.

RALIS ONLINE TV

RALIS ONLINE TV 2