faceralis

 

posvendaclick

Nacional

abaoapr19O Rali Terras D'Aboboreira é a próxima etapa do Campeonato de Portugal de Ralis, num momento em que a competição pelo título nacional está cada vez mais renhida, com 3 pilotos a estarem muito bem posicionados nesta luta. Em paralelo, a prova integra também o Campeonato Norte de Ralis que trará ainda mais concorrentes para a estrada.

A apresentação oficial decorreu a passada sexta-feira em Baião, e foi dado a conhecer o formato renovado para este ano, com mais investimento e diversas novidades ao nível da promoção, com a prova a realizar-se nos dias 6 e 7 de Setembro, percorrendo as espetaculares classificativas de asfalto de Amarante, Baião, e Marco de Canaveses, que como é hábito, vão receber milhares de adeptos por terras do Marão, tirando partido da beleza natural da região e de toda a oferta turística, que têm para oferecer.

Com 10 classificativas, e um percurso total de 370 quilómetros, dos quais 104 serão disputados contra o cronómetro, o arranque do rali está marcado para a manhã de sexta-feira dia 6, com a realização do "Qualifying" e "Shakedown", e à tarde os concorrentes partem do pódio instalado no Marco de Canaveses pelas 16 horas, rumando para uma dupla passagem pela classificativa "Rio Tâmega", antes de rumarem à super-especial urbana de Baião, no coração da localidade, com início previsto para as 21h15 com os concorrentes do regional.

Já no sábado, dia 7, os concorrentes terão de enfrentar duas secções com passagem dupla pelas especiais de "Marco Rios de Emoção" com traçado totalmente novo, "Baião Vida Natural" e "Carvalho de Rei" em versão encurtada, antes da especial "Marão", a última e a mais longa do rali, com os seus mais de 17 quilómetros a colocarem o derradeiro desafio aos concorrentes antes da chegada ao pódio em Baião.

A partida e chegada, bem como as zonas de assistência e reagrupamento dividem-se por entre Baião, Amarante e Marco de Canaveses, de modo a permitir dar a conhecer ao público cada uma das localidades e aquilo que tem para nos oferecer, sendo que todas as informações relativas ao percurso e pontos de passagem está já disponível nas páginas de internet do rali, bem como na página da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

Quanto à parte competitiva, e quando faltam 3 eventos para o final do calendário desportivo de 2019, o resultado nesta prova será muito relevante na luta pela posição de liderança do nacional, sendo que Armindo Araújo e Bruno Magalhães já nomearam anteriormente o evento em que face ao regulamento não pontuam, faltando apenas Ricardo Teodósio realizar essa escolha, hipótese que está em aberto já para o Terras D'Aboboreira e que só será desvendada após o final do prazo de inscrições que termina a 30 de Agosto.

JOSÉ LUÍS GASPAR
PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE AMARANTE

"Desde que estou nestas funções que defendo um aperfeiçoamento contínuo do trabalho em rede entre Municípios vizinhos. Deste modo, a alteração ao modelo desta prova configura um excelente exemplo do que pode ser esse trabalho, estabelecendo parcerias, potenciando recursos e assegurando ganhos de escala. Por tudo isto, acredito que este Rali sairá reforçado e que rapidamente se transformará numa prova de referência do desporto motorizado em Portugal"

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

PAULO PEREIRA
PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BAIÃO

"Enalteço o simbolismo desta parceria entre os municípios de Baião, Amarante e Marco de Canaveses, efetivamente, todos juntos somos mais fortes e podemos fazer melhor. Partilhamos fronteiras, partilhamos ideias e, por isso, partilhamos também este evento".
Esta é uma região onde há uma grande paixão pelo desporto automóvel, e deixo um apelo à consciência de todos quanto à segurança. Os troços passam por zonas urbanas e isso obriga a que as normas de segurança sejam estritamente cumpridas."

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

CRISTINA VIEIRA
PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MARCO DE CANAVESES

"O Marco de Canaveses, graças à sua localização, tem um potencial único para receber 'O Rali Terras D'Aboboreira', sobretudo porque há já uma longa história de eventos desportivos motorizados no nosso Município. É por isso que, com orgulho apoiamos o Rali que serve também para promover o nosso território ao recebermos os milhares de aficionados, quer da região, quer do país. Aproveitamos para desejar que a competição decorra com o máximo de segurança e desportivismo, e que todos os que nos visitam possam conhecer um pouco mais do nosso concelho que tem muito para oferecer em termos turísticos, paisagísticos e gastronómicos".

aboboreira19

Troços e Horários Rali Terra D´ABoboreira, sétima prova do Campeonato de Portugal de Ralis 2019, que vai para a estrada dias 6 e 7 de setembro.

 

 

 

 

 

 

aboreirahorarios19

gilO objetivo era este: conquistar mais um primeiro lugar no Campeonato de Portugal de Ralis Duas Rodas Motrizes. O trabalho foi concluído com sucesso. Gil Antunes e Diogo Correia subiram ao topo do pódio no Rali Vinho da Madeira.

A prova começou bem, desde logo com a dupla na frente, mas num rali tão extenso e difícil, é natural que as dificuldades apareçam. No segundo dia de prova, perderam cerca de dois minutos em dois troços. A experiência da equipa ditou a estratégia para eliminar o tempo perdido. “Tivemos de fazer um rali de trás para a frente e só não vencemos nesses dois troços em que lutámos com alguns problemas já que de resto, num total de 18 classificativas (visto que uma acabou por ser anulada), vencemos 16 o que demonstra o nosso ritmo e superioridade”, afirmou o piloto no final da prova.

Foram pressionando o adversário e ganhando-lhe tempo, troço após troço. “Mas, infelizmente, na fase final, uma saída de estrada deixou-o de fora de prova e permitiu-nos seguir mais tranquilos até ao primeiro lugar do pódio. Estava a ser uma luta bastante renhida e foi um resultado suado”, concluiu o navegador.
Feitas as contas, e após a conquista da segunda vitória na temporada, a dupla aproximou-se dos líderes do Campeonato, dedicado às Duas Rodas Motrizes. “Temos ainda três provas pela frente e é com este ritmo que nos queremos manter. Em quatro provas terminadas, tivemos duas vitórias e dois segundos lugares”, disse Gil Antunes.

A equipa deixa, ainda, um agradecimento especial à Logislink – Grupo Sousa que, através da Eporifrutas nos apoiou nesta prova, e também ao Grupo Pestana, para além de todos os patrocinadores que nos apoiaram neste rali e que nos apoiam em todo o campeonato.

Mais quilómetros em estrada significam, também, mais apoio para a Casa do Gil. De recordar que, no início da temporada, Gil Antunes e Diogo Correia fizeram uma parceria com a instituição. Por cada quilómetro cronometrado, são entregues legumes e frutas às crianças e jovens da Casa do Gil.

netomadfUma ligeira saída de estrada a três troços do final do Rali Vinho Madeira, deixaram Paulo Neto / Vitor Hugo fora de prova, depois de terem passado grande parte do rali no comando das duas rodas motrizes.

Quando comandavam com 31s de vantagem a classificação das duas rodas motrizes entre os concorrentes do Campeonato de Portugal de Ralis, Paulo Neto / Vitor Hugo viram-se obrigados a abandonar o Rali Vinho Madeira, quando a vitória já parecia certa!!!

"Temos que aceitar estas coisas nos ralis. Estivemos no comando do rali durante grande parte do mesmo e fomos sempre controlando o nosso andamento em função disso, até porque queríamos muito esta vitória no Rali Vinho Madeira", refere Paulo Neto, explicando que "tivemos uma ligeira saída de estrada que não nos permitiu continuar em prova. Um pequeno percalço que praticamente não teve consequências no Citroen DS3 R3T Max, mas que nos deixou fora de prova e nos retirou um resultado que há algum tempo procuramos".

Para Paulo Neto, esta edição do Rali Vinho Madeira "estava a decorrer desportivamente muito bem. Nas primeiras especiais entramos muito cautelosos, mas conseguimos ter uma boa prestação no quinto troço, onde enfrentamos muito nevoeiro, e passamos para a frente das duas rodas motrizes, com uma boa vantagem para o nosso adversário. As circunstâncias levaram-nos a preservar o mais possível a liderança, pelo que com o aproximar do final do rali estávamos convencidos de que poderíamos de facto vencer este ano, o que acabou por não ser possível, num erro do qual assumo as minhas culpas. Mais uma vez queria agradecer a todos os madeirenses o enorme apoio que nos deram, numa prova onde somos de facto sempre muito bem recebidos. Atendendo a este resultado negativo, vamos agora repensar o que fazer até final da temporada, até porque as hipóteses de lutar pelo título nas duas rodas motrizes são quase nulas".

A Paulo Neto Sport conta com a assistência técnica da P&B Racing e dos parceiros Weber, Baxi, Dominó, Listor, Italbox, Quantinfor, Total, Vitarte, Banhoazis, Peçintra e Cision, para esta temporada no Campeonato de Portugal de Ralis.

fontesJosé Pedro Fontes e Inês Ponte terminaram a comemorativa 60ª edição do Rally Vinho da Madeira na 2ª posição do CPR e em 5ª da classificação geral absoluta, depois de um segundo dia em que cumpriram os 126,54 km cronometrados das derradeiras 10 classificativas. Foram, de facto 5 os troços, mas percorridos por duas vezes, em que a dupla tudo fez para recuperar o tempo perdido na véspera e que os afastou da discussão dos lugares da frente da prova.

Aos comandos do C3 R5 do Citroën Vodafone Team, viatura que se comportou impecavelmente ao longo dos mais de 209 km de troços cronometrados, a dupla lusa alcançou um 3º tempo (no CPR, 7º à geral) nos 10,30 km de Câmara de Lobos, para depois, na Ponta do Sol (8,00 km), ser o mais rápido dos concorrentes ao nacional de ralis (5º da geral). Na Ponta do Pargo (10,45 km) e no troço do Rosário (11,37 km) fizeram, em ambos, o 2º melhor tempo do CPR (5º e 4º à geral, respetivamente).

À partida da secção da tarde, composta por esta mesma sequência de troços, a dupla Fontes / Ponte ocupava a 2ª posição do CPR, a 44,3 segundos dos líderes, enquanto à geral ocupavam o 5º lugar, a pouco mais de 23 segundos do 4º classificado. No caminho até ao pódio final, montado na Avenida do Mar, no Funchal, a dupla garantiu um 2º melhor tempo no troço de abertura das hostilidades à tarde (5º da geral), a que se seguiram 3 melhores tempos, tudo em termos de CPR. Já no último troço, o C3 R5 com o nº 8 nas portas foi mesmo o mais rápido em termos absolutos, depois de ter garantido o 3º melhor crono nos dois anteriores.

"Naturalmente que não era este o resultado que pretendíamos, mas foi o possível em face do muito tempo perdido ontem, num único troço. De qualquer modo voltámos a comprovar – tal como tínhamos feito em Castelo Branco – que temos andamento em pisos de asfalto para nos batermos de igual para igual com os nossos adversários e que o nosso C3 R5 é um excelente aliado para isso. Vamos agora trabalhar para estarmos na máxima forma no Rali Terras d'Aboboreira, em setembro, de modo a oferecer uma vitória aos nossos patrocinadores e aos nossos fãs, não só os muitos que nos incentivaram aqui na Madeira, como os que habitualmente nos seguem nas restantes provas", referiu Fontes à chegada ao pódio.

"Deixo os parabéns aos vencedores, do CPR e em termos absolutos, e à organização por, uma vez mais, ter colocado no terreno uma excelente prova, celebrando este ano o 60º aniversário do Rali Vinho da Madeira, que foi acompanhado por uma moldura humana impressionante", acrescentou.

RALIS ONLINE TV

RALIS ONLINE TV 2