facebook

 

posvendaclick 

Eventos

diogoDepois da dupla vitória no Challenge DS3 R1, Diogo Soares vai regressar à competição na Peugeot Rally Cup Ibérica, integrando a nova equipa The Factory Racing de Aloísio Monteiro, com assistência de António Castelo Branco.

O pioto fez um primeiro contacto com o Peugeot 208 R2 em terra muito recentemente, em Gondomar, estando por isso muito animado por voltar à competição. "Voltamos às baquets, desta vez a integrar a equipa The Racing Factory, a bordo do Peugeot 208 R2. O Rali de Portugal, que já não é tarefa fácil, será o nosso primeiro rali de terra e será muito importante acumularmos quailómetros para aumentarmos o ritmo o mais rapidamente possível".

Refira-se que um dos "padrinhos" deste projeto é o piloto Rui Madeira.

cuidaorgan13Calendário Nacional de Ralis 2018 (por mês).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MÊS / DIA PROVA COMPETIÇÃO TROFÚES
       
FEVEREIRO      
17 e 18 Rali Serras de Fafe CPR / CNR / TFR DK
       
MARÇO      
9 e 10 Rali Vila de Ourique CSR DK
10 e 11 Rali de Gondomar CNR CIN
16 e 17 Rali de São Vicente CRM  
22 a 24 Azores Airlines Rallye CPR / CRA / TFR  
24 e 25 Rali de Mondim CNR CIN
24 e 25 Rali Medieval de Ourém CCR DK / CIN
       
ABRIL      
13 e 14 Rali Porto Santo Line CRM  
14 e 15 Rali Vila do Bispo CSR DK
20 e 21 Rali Sical CRA  
21 e 22 Rali do CAMI CNR  
27 e 28 Rali de Mortágua CPR / CCR / TFR  
       
MAIO      
5 e 6 Rali de Santo Tirso CNR DK / CIN
11 e 12 Rali da Calheta CRM  
12 e 13 Rali de Penela CCR  
17 a 20 Rally de Portugal CPR / TFR  
25 e 26 Rali Vinho do Dão CCR  
       
JUNHO      
1 e 2 Rali Ilh Azul CRA  
2 e 3 Rali CA Algarve CSR  
8 e 9 Rali Vidreiro CPR / CCR / TFR DK
8 e 9 Rali Mun. Santa Cruz CRM  
16 e 17 Rali Montelongo CNR CIN
       
JULHO      
30 a 1 Lotus Rali CRA  
30 a 1 Rali de Castelo Branco CPR / CCR / TFR  
6 e 7 Rali do Marítimo CRM  
7 e 8 Rali de Viana do Castelo CNR DK / CIN
20 e 21 Rali Aguiar da Beira / Sernancelhe CCR  
21 Rali de Famalicão   CIN
       
AGOSTO      
2 a 4 Rali Vinho Madeira CPR / CRM / TFR  
11 e 12 Rali Santa Maria    
25 e 26 Rali Mun. Mesão Frio CNR  
       
SETEMBRO      
7 e 8 Rali de Vouzela CCR  
14 e 15 Rali Ilha Ilhás CRA  
14 e 15 Rali Mun. Funchal e C. Lobos CRM  
15 e 16 Rali Cidade de Serpa CSR DK
22 e 23 Rali Amarante Baião CPR / CNR / TFR  
29 e 30 Rali Vila de Monchique CSR  
29 e 30 Rali de Tábua CCR  
       
OUTUBRO      
6 Rali Eurocidades   CIN
12 e 13 Rali do Pico CRA  
13 e 14 Rali Pampilhosa da Serra CCR  
13 e 14 Rali Município de Albufeira CSR  
20 e 21 Rali Vieira do Minho CNR  
26 e 27 Rali do Faial CRM  
A definir Rali das Camélias    
       
NOVEMBRO    
1 a 3 Rally Spirit    
3 e 4 Rali CA Cento CCR DK
17 e 18 Rali Casinos do Algarve CPR / CSR / TFK  

netoPela 7ª vez consecutiva a Paulo Neto Sport volta a marcar presença no início do Campeonato de Portugal de Ralis, novamente com a dupla Paulo Neto / Vitor Hugo que irão estar aos comandos do Citroen DS3 R3T max.

A pouco menos de 15 dias do início do Campeonato de Portugal, Paulo Neto / Vitor Hugo confirmam a presença no Rali Serras de Fafe, integrando a competição inerente aos carros de duas rodas motrizes, numa época que poderá vir a ser um pouco diferentes das anteriores.

"Para já vamos estar presentes no início do Campeonato no Rali Serras de Fafe, mas este ano a nossa presença nesta competição poderá vir a ser um pouco diferente do que sucedeu nos últimos anos", afirma Paulo Neto, que explica que "para já não sabemos em que provas vamos poder estar presentes. É provável que possamos também marcar presença nos Açores, mas a nossa época vai sendo um pouco definida prova a prova, acima de tudo por questões de ordem profissional".

Apesar desta nova forma de encarar a temporada, Paulo Neto refere que "não desvalorizamos a nossa presença no Rali Serras de Fafe, bem antes pelo contrário. O carro sofreu uma profunda revisão, de modo a debelar os problemas com que nos debatemos em 2017 e que condicionaram muito a nossa prestação em diversas provas, mas o teste que realizamos recentemente revelou-se muito proveitoso, dando-nos indicações que poderemos vir a ser muito competitivos no arranque da temporada. Não vamos a Fafe para fazer número, mas sim para tentar lutar por um lugar de revelo e dignificar os nossos patrocinadores, com destaque para a entrada da VMP Pavage (empresa nacional na área da calçada à portuguesa a operar no mercado francês), que também abraçou o nosso projeto, e para os restantes que continuam a apoiar por mais um ano e aos quais tenho que agradecer".

A Paulo Neto Sport vai continuar com a assistência técnica da P&B Racing e dos parceiros Roca, Weber, Baxi, Dominó, Italbox, Quantinfor, Total, Caras Decoração, Vitarte, Banhoazis, VMP Pavage e Cision, para a temporada de 2018 do Campeonato de Portugal de Ralis.

matosFilipe Matos esteve no passado fim-de-semana a preparar o Rally Serras de Fafe. Iniciou no sábado os reconhecimentos do percurso de 122 quilómetros que completerão os troços cronometrados.

O piloto afirma que "o primeiro objetivo está cumprido, tirar notas de um rali tão longo, algo que nunca antes tinha feito, diria mais, tem quase tantos quilómetros este rali como a junção dos ralis que já fiz em toda a minha vida".

No domingo continuou a preparação para a prova, sendo este dia o mais importante, foi o primeiro teste do piloto ao volante de um carro com quatro rodas motrizes. Filipe Matos adianta, "é o realizar de mais um sonho. Consciente de que este carro não é o meu habitual Peugeot 206 GTI e tendo em conta que este será o meu quinto rali, sendo o segundo de terra, só poderei ter como objetivo chegar ao fim da prova. Contudo, espero poder desfrutar ao máximo tanto do carro como deste rali que é um dos mais fantásticos e mediáticos de Portugal".

Filipe Matos integrará a grelha de partida aos comandos de um Mitsubishi Evo IX da equipa Matos Competições e disputará a Taça Fpak de Ralis e o Desafio Kumho, estando a pensar fazer apenas este rali com o Mitsubishi. As restantes provas em que correrá no ano de 2018 serão ao volante do seu Peugeot 206 GTI. As expectativas são elevadas para este que será o segundo ano do piloto na competição automóvel, frisando que será um ano de aprendizagem e de evolução.

O jovem piloto agradece a colaboração dos seus patrocinadores, que continuam a acreditar no seu trabalho e no seu potencial, sendo estes AFERT, Ribeiro Seguros, Gastrófilo, Móveis In, Sernor, Rui Miguel Century21 D'ouro, Rusvi, PM Veículos, Helder Matos, União de Freguesias Barreiro de Besteiros e Tourigo, acreditando que durante a época irão aparecer mais investidores de forma a levar a cabo "mais surpresas que estão na manga".

ricDepois de ter sido uma das sensações da Taça Nacional de Ralis de Terra em 2017, onde conquistou uma vitória em Mortágua e mais dois pódios na sua primeira época completa ao volante do Mitsubishi Lancer Evo IX, Ricardo Matos vai apostar na Taça Nacional de Ralis FPAK em 2018, apontando agora à luta pelo título. Época do piloto de Amarante começa no emblemático Rali Serras de Fafe.

Ricardo Matos e o navegador Carlos Matos deram nas vistas na época passada, discutindo os primeiros lugares da Taça Nacional de Ralis de Terra face a uma concorrência bem mais experiente e onde estavam nomes consagrados do panorama nacional. A vitória na prova da TNRT do Rali de Mortágua e os pódios nos ralis de Gondomar e Vinho do Dão poderiam ter colocado Ricardo Matos na luta pelo título, não fossem os problemas mecânicos que afetaram o Mitsubishi Lancer Evo IX em alturas cruciais da época.

Agora, o piloto amarantino espera ter ultrapassado esses problemas e aposta na nova Taça Nacional de Ralis FPAK, que vai acompanhar o calendário do Campeonato de Portugal (ralis de terra e asfalto).

"Acredito que, em condições normais, teríamos discutido o título na nossa primeira época a sério na Taça", refere Ricardo Matos, que nos últimos meses tentou viabilizar um projeto para o Campeonato de Portugal de Ralis no grupo RC2N (Grupo N). "Não conseguimos apoios suficientes para dar o 'salto' para o Nacional e a aposta na Taça FPAK acaba por ser uma opção natural, visto que nos permitirá dar sequência a todo o trabalho que fizemos em 2017. Ainda não temos garantido o budget para a época toda mas tenho de agradecer a confiança de todos os patrocinadores que continuam no projeto e que acreditam no nosso valor. Para já, estaremos em Fafe e tentaremos garantir o resultado que nos escapou por pouco no ano passado, num rali difícil mas sempre muito especial. Gostaríamos também de disputar o Rali dos Açores, em março, mas tudo dependerá dos apoios que conseguirmos para completar a época", afirmou.

Primeira prova da temporada nacional de ralis, o tradicional Rali Serras de Fafe está marcado para os próximos dias 17 e 18 de fevereiro.