faceralis

 

almada

Eventos

ralialtoapreO Rali Alto Tâmega é um evento que ocupa um lugar de destaque na história dos ralis em Portugal e, este ano, a organização do CAMI Motosport preparou um evento que, a 8 e 9 de junho, vai unir os municípios de Boticas, Chaves, Montalegre e Valpaços. Prova é candidata ao Campeonato de Portugal de Ralis e foi apresentada oficialmente sexta-feira passada, nas instalações da Casa do Vinho, em Valpaços.

Foi perante uma plateia de convidados, adeptos, pilotos e membros da Comunicação Social que o CAMI Motorsport apresentou oficialmente a edição de 2019 do Rali Alto Tâmega, que será disputada nos próximos dias 8 e 9 de junho. Depois do sucesso da reedição do evento em 2018, 25 anos depois da última edição realizada na década de 1990, o Rali Alto Tâmega cresceu em dimensão e ambição para 2019, com a organização a contar com o apoio conjunto dos municípios de Boticas, Chaves, Montalegre e Valpaços. O objetivo, assumido, é tornar o Rali Alto Tâmega no melhor rali de asfalto do país, à semelhança do que acontecia na era dourada do evento, nas décadas de 80 e 90 do século passado.

Nuno Loureiro, presidente do CAMI Motorsport, apresentou todos os detalhes da prova, que terá o formato e as condições de segurança de um evento do Campeonato de Portugal de Ralis, com uma extensão de 113,85 kms cronometrados e o centro operacional instalado no Quartel do Regimento de Infantaria N.º 19, em Chaves (programa completo em baixo). O Rali Alto Tâmega 2019 é pontuável para o Campeonato Norte de Ralis, Campeonato de Portugal GT de Ralis, Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis e Copa 106.
Durante a apresentação de ontem na Casa do Vinho, em Valpaços, foi também inaugurada uma exposição fotográfica sobre a história do Rali Alto Tâmega, com fotografias de Armindo Cerqueira e António Silva.

EM DISCURSO DIRETO

Nuno Loureiro, presidente do CAMI Motorsport:
"Com a edição de 2018 provámos a importância de voltar a ter o Rali Alto Tâmega no panorama dos ralis em Portugal. Para 2019, os municípios de Boticas, Chaves, Montalegre e Valpaços partilharam a visão e a ambição do CAMI, para que, em conjunto, coloquemos a região no Campeonato de Portugal de Ralis, a modalidade que gera maior retorno mediático no desporto automóvel nacional. Acredito que a prova pode, rapidamente, tornar-se num veículo de promoção por excelência de toda a região do Alto Tâmega. Em temos operacionais, temos uma estrutura pensada ao mais ínfimo pormenor e além disso acredito que a qualidade e espetacularidade dos troços vai voltar a apaixonar tanto o público como os pilotos."

Fernando Queiroga, presidente da Câmara Municipal de Boticas:
"Na segunda edição deste regresso do Rali do Alto Tâmega ao asfalto, continuamos a recuperar a mística dos anos 80 e 90 do século passado, altura em que chegou a ser considerado o melhor rali de asfalto do país, projetando toda a região para uma dimensão ao mais alto nível dentro dos desportos motorizados. É com enorme satisfação que em 2019 vemos alargado o raio de ação deste rali, com os municípios de Montalegre e Valpaços a associarem-se a Boticas e Chaves e a darem uma verdadeira dimensão regional a este evento que tanto nos orgulha e que, esperamos, possa alcançar um patamar mais elevado, visto que é candidato ao Campeonato de Portugal de Ralis."

Nuno Vaz, presidente da Câmara Municipal de Chaves:
"A nossa região tem um potencial único para albergar eventos desportivos deste género, sobretudo porque há toda uma história dos ralis no Alto Tâmega e um número enorme de aficionados em toda a região. É importante que sintamos orgulho naquilo que é nosso, no nosso território, na nossa identidade e nas nossas marcas. Foi por isso que o município de Chaves decidiu apoiar o rali desde a sua reedição em 2018 e tenho a certeza que, em conjunto com Boticas, Montalegre, Valpaços e a equipa do CAMI Motorsport, vamos todos organizar um evento ainda mais marcante em 2019."

Orlando Alves, presidente da Câmara Municipal de Montalegre:
"Montalegre tem uma intensa atividade de eventos ao longo do ano e decidimos receber também o Rali Alto Tâmega, que por acaso passa no nosso concelho no dia 9 de junho, um feriado municipal. Tenho a certeza que os montalegrenses e demais aficionados do desporto automóvel terão aqui mais uma prova do seu agrado e que vai projetar a nossa região em todo o país e não só, tal como aconteceu com o ralicross. O objetivo da organização e dos quatro municípios é passarmos para o Campeonato de Portugal de Ralis e tenho a certeza que vamos ser bem-sucedidos."

Amílcar Almeida, presidente da Câmara Municipal de Valpaços:
"Para o município de Valpaços, é um prazer receber a apresentação do Rali e os meus congéneres de Boticas, Chaves e Montalegre aqui, na Casa do Vinho. É esta união e este trabalho em conjunto que nos vai levar até ao patamar que todos ambicionamos. Ainda recentemente recebemos o Campeonato do Mundo de Enduro em Valpaços e tenho a certeza que o Rali Alto Tâmega será mais um evento importante para a afirmação do município e das nossas potencialidades enquanto região. Um bem-haja a todos os intervenientes na organização do rali e que o evento seja um sucesso a todos os níveis."

Ni Amorim, presidente FPAK:
"O Rali Alto Tâmega é um nome muito forte, com uma forte carga emocional no meio dos ralis. Queria aproveitar para agradecer aos municípios de Boticas, Chaves, Montalegre e Valpaços o facto de darem apoio a esta prova que, para nós, é de fundamental importância, ainda para mais porque é uma prova candidata ao Campeonato de Portugal de Ralis de 2020."

 

netovenc18Na derradeira prova da temporada de 2018, Paulo Neto / Vitor Hugo obtiveram a vitória à geral no Rali das Camélias, alcançando um resultado que é um justo prémio depois de uma época difícil.

Em boa hora a dupla Paulo Neto / Vitor Hugo decidiram marcar presença no Rali das Camélias, prova extra que encerrou a temporada de ralis a nível nacional, e que se disputou nas zonas de Sintra, cascais e Mafra. Ao volante do seu habitual Citroen DS3 R3T Max, Paulo Neto / Vitor Hugo obtiveram uma excelente vitória nesta prova, obtendo um resultado histórico e memorável.

"Confesso que não tínhamos propriamente definidos grandes objetivos desportivos para esta prova, a não ser fazer um bom rali, numa região que para mim é muito importante, pois é onde eu resido e trabalho, assim como a grande maioria das pessoas que me acompanham à vários anos nos ralis, sendo que algumas delas nunca me tinham visto competir", afirma Paulo Neto, referindo também que "por isso já era importante para a minha equipa estar presente nesta prova, mas quando no final acabamos por vencer, então este rali acabou por se tornar ainda mais especial, pois foi a melhor forma que existe de agradecer todo o apoio daqueles que nos acompanham".

Sobre o Rali da Camélias, Paulo Neto assegura que "é um excelente rali e com fantásticos troços, quer na zona de Sintra e Cascais, quer na zona de Mafra, demonstrando que falta na realidade um rali do Campeonato de Portugal na região de Lisboa, confirmado pelo muito público que esteve nos troços. Esperamos que a nossa presença nesta prova tenha contribuído para a sua continuidade nos próximos anos. Foi uma prova em que estivemos muito concentrados e em que tudo correu na perfeição, sendo o resultado perfeito para terminar uma época que foi difícil, com muitos azares. Não queria terminar sem agradecer a todos os nossos parceiros, assim como à minha família, sem esquecer todos aqueles que nos acompanharam de forma incondicional".

A Paulo Neto Sport contou com a assistência técnica da P&B Racing e dos parceiros Roca, Weber, Baxi, Dominó, Italbox, Quantinfor, Total, Caras Decoração, Vitarte, Banhoazis, Peçintra e Cision, para o Rali das Camélias.

cameliasplacaACESSOS TROÇOS RALI DAS CAMÉLIAS - SECÇÃO 1

ACESSOS TROÇOS RALI DAS CAMÉLIAS - SECÇÃO 2

paulonetoFotos: PAULO HOMEM (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Rali das Camélias 2018
Data: Dezembro 2018
Site: www.ralisonline.net

 

cameliasplacaInscritos Rali das Camélias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

cameliasinsc18