faceralis

 

usados

fehgaircbe1O Geko Ypres Rally Challenge assinou um acordo com os responsáveis do IRC para os próximos três anos. A prova belga, uma das mais carismáticas da Europa, irá manter assim por mais três anos no IRC, sendo a quinta prova do calendário de 2011, disputando de 23 a 25 de Junho.

As 52 anos Didier Auriol quer regressar ao Rali de Monte Carlo, prova que já venceu por três vezes. O piloto está a tentar encontrar um patrocinador que suporte a sua presente nesta prova, pois Auriol quer estar presente nesta edição do centenário. Auriol pretende conuzir um carro de topo, que lhe permite terminar nos lugares do pódio, pois considera ainda ter competitividade para tal.

Quem já confirmou a sua presença no Rali de Monte Carlo foi François Delecour, o vencedor da edição de 2004. O francês irá tripular um Peugeot 207 S2000.

O libanês Roger Feghali que recentemente deu nas vista no Rali de Chipre ao volante de um Skoda Fabia S2000, estando a tentar montar um projecto para o IRC de 2011. "Gostei muito de correr no IRC, mas o meu país é pequeno de mais para arranjar apoios para um projecto desta envergadura", disse o piloto de 37 anos, acrescentando que "vamos ver o que acontece, mas tudo pode acontecer no futuro".

A equipa alemã ROMO, que este ano fez correr no IRC Franz Wittmann ao volante de um 207 S2000, quer ter um segundo carro na equipa para 2011, depois de o mesmo ter sucedido no Rali de Chipre, no qual Bryan Bouffier tripulou um segundo 207 desta formação. "A ideia é mesmo ter um segundo carro a correr no IRC. É uma situação que nos permitirá ter mais informação e mais possibilidades de fazer bons resultados", disse Ronald Leschhorn, pratão da equipa.

Não lhe é permitido comentar.