faceralis

 

posvendaclick

 

aprescameliasFoi oficialmente apresentado hoje, no Centro de Congressos do Estoril, a edição 2019 do Rali das Camélias.

A prova estará na estrada durante todo o dia 30 de novembro, apresentando diversas novidades embora a zona onde se realizam os troços é sensivelmente a mesma tendo em conta a edição do ano transato.

Este ano haverá 9 especiais de classificação, mais uma que em 2008, sendo que todos os troços disputam-se apenas um vez, à exceção do derradeiro troço, uma dupla passagem noturna pelo troço de Capuchos. A prova começa nos Jardins do Casino Estoril, passando pela serra de Sintra, com dois troços matinais, seguindo de pronto para Mafra, onde no início da tarde passará pelas classificativas da zona de Gradil e Livramento. A meio da tarde uma passagem por Mafra e Azueira, que mais não é do que o aproveitamento parcial dos troços disputados ao início da tarde.

Já com 100 inscritos, a prova já viu o seu regulamento inicial alterado, agora com os horários adaptados, destacando-se a presença de alguns R5. Paulo Neto, vencedor em 2018 irá estrear em termos competitivos o Skoda Fabia R5 nesta prova, prevendo-se também a estreia de André Cabeças ao volante de um R5, bem como deverá marcar presença o Ford Fiesta R5 MKII de José Rocha, estando ainda em perspetiva a presença do Campeonato Nacional Ricardo Teodósio e também de um outro piloto “rápido” que poderá estrear-se ao volante de um R5.

Luís Caramelo, diretor de prova, anunciou ainda que a prova foi montada de modo a ser estudada uma possível candidatura no futuro ao Campeonato de Portugal de Ralis, estando tudo dependente da vontade das diversas entidades que apoiam esta prova.

Foi também anunciado que em 2020 o Rali das Camélias irá ser a derradeira prova de um Troféu de Ralis, com viaturas KIA, que marcará presença nos ralis do CPR.

 

Não lhe é permitido comentar.