faceralis

 

ANUARIO123

Nacional

208Rally4Está tudo a postos para a quarta temporada da Peugeot Rally Cup Ibérica que promete voltar a marcar o ritmo das grandes emoções nos campeonatos de ralis em Portugal e Espanha. A competição da responsabilidade das duas filiais ibéricas da marca do leão está de regresso para seis jornadas emocionantes.

É inegável o sucesso das anteriores três épocas desta iniciativa de ralis, algo que voltou a comprovar-se em 2020, ano em que a discussão dos títulos se prolongou até à sua derradeira jornada, após uma época atípica com quatro ralis. São, por isso, expectáveis novas lutas entre os múltiplos Peugeot 208 Rally4 que são esperados para a Temporada 4 da Peugeot Rally Cup Ibérica, iniciativa que voltará a dar acesso a um aliciante Prémio Final: um programa oficial, em Portugal ou Espanha, aos comandos de um carro da nova categoria 'Rally 2'.

Do calendário da Peugeot Rally Cup Ibérica 2021 fazem parte seis eventos, três em Portugal (em terra) e três em Espanha (asfalto), com a particularidade de voltar a incluir duas jornadas pontuáveis para o Mundial de Ralis e mais uma do Europeu da especialidade.

No terreno com a logística da Sports & You, a Peugeot Rally Cup Ibérica 2021 iniciar-se-á, assim, no final de abril, no Rali Terras d'Aboboreira, seguindo-se o Vodafone Rali de Portugal (WRC) em maio e o Rally de Ourense, em julho. Após o interregno de Verão, a copa regressa às estradas em setembro para duas provas, o Rally Princesa de Astúrias e o Rally Serras de Fafe e Felgueiras, terminando-se a época no Rally RACC Catalunya – Rally de España. No final destes seis eventos discutidos ao volante dos competitivos Peugeot 208 Rally4 conhecer-se-ão os sucessores de Pedro Antunes / Pedro Alves, os Campeões de 2020.

Fiéis ao objetivo de fazer eclodir os futuros talentos da disciplina, a Peugeot Portugal e a Peugeot Espanha ultimam os preparativos para levar para a estrada a Temporada 4 da Peugeot Rally Cup Ibérica.Após uma Temporada 3 atípica, afetada pelas alterações de calendário, decorrentes da situação de pandemia, a época de 2021 está a ser preparada com um desejável regresso gradual à normalidade, a começar pelo número de provas, que volta a ser seis.

A organização da Peugeot Rally Cup Ibérica tem, naturalmente, em conta o contexto de pandemia que estamos a viver e que nos acompanhará nos próximos meses, estando enquadradas na realização das provas as medidas sanitárias adequadas e previstas pelas entidades oficiais para a competição automóvel como são os Ralis.
"É com enorme satisfação que anunciamos o calendário desta que será a quarta época da Peugeot Rally Cup Ibérica. Esta iniciativa transporta os valores da marca PEUGEOT, tem-se revelado um enorme sucesso e tem marcado de forma indelével a modalidade rainha da competição automóvel, os ralis, na Península Ibérica. Não só o PEUGEOT 208 Rally4 se mostrou, como esperávamos, um carro vencedor - à semelhança do novo 208 de série - que entusiasma inúmeros pilotos e equipas, como a competitividade e a discussão dos títulos tem animado os Campeonatos nacionais. É claro, nestes fatores de sucesso não posso deixar de referir a contribuição para o lançamento de novos nomes nos ralis, ou para a confirmação de outros que, com esta nossa iniciativa, conseguiram implementar programas desportivos bastante sólidos," refere Jorge Tomé, Brand Manager da PEUGEOT Portugal.


Sob a égide das condicionantes sanitárias que terão de ser implementadas ao longo do ano, garantindo as condições de segurança dos participantes e das equipas, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2021 deverá, assim, compor-se de três jornadas em solo português, todas em pisos de terra e pontuáveis para o Campeonato de Portugal de Ralis. São elas o Vodafone Rally de Portugal, a nossa prova maior e evento do calendário do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC), o Rally Serras de Fafe e Felgueiras, prova que também integra o Campeonato da Europa de Ralis (ERC) e ainda o Rali Terras d'Aboboreira, evento que abrirá – assim se espera – a presente temporada.
São, igualmente, três os ralis que se irão correr em Espanha, todos em asfalto, incluindo duas provas do novo Supercampeonato de Espanha de Ralis (SCER) – o Rally de Ourense e o Rally Blendio Princesa de Astúrias – e a prova maior do país vizinho, pontuável para o WRC, o Rally RACC Catalunya - Rally de España, onde cairá o pano da presente época.

CALENDÁRIO DA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2021*
30 abril a 1 maio Rali Terras d'Aboboreira Terra Portugal
20 a 23 maio Vodafone Rally de Portugal (1ª Etapa) Terra Portugal
16 a 17 julho Rally de Ourense Asfalto Espanha
10 a 11 setembro Rally Blendio Princesa de Astúrias Asfalto Espanha
24 e 25 setembro Rally Serras de Fafe e Felgueiras (1ª Etapa) Terra Portugal
15 e 16 outubro RACC Catalunya/Rally de España (1ª Etapa) Asfalto Espanha

* Nota: dependente das eventuais condicionantes inerentes aos "Estados de Emergência" que possam vir a ser implementados em ambos os países, decorrentes da evolução da pandemia

PRÉMIO FINAL DE SONHO: UM PROGRAMA OFICIAL PARA 2022
Alicerçada em três temporadas repletas de emoção, protagonizadas pelo PEUGEOT 208, com elevados números de equipas e decisões sempre adiadas até às últimas provas, a Peugeot Rally Cup Ibérica2021 mantém os seus trunfos e volta a apostar num volume significativo de prémios, com distribuição feita por prova, e que ascendem a um valor total de 120 mil euros.
Merecedor também de destaque é o Prémio Final a atribuir ao Campeão de Pilotos, que se traduzirá num programa oficial para 2022, num campeonato de ralis em Portugal ou Espanha, aos comandos de um modelo da categoria Rally 2, viatura de competição que também terá o selo da Stellantis Motorsport.

"Depois de a dupla portuguesa Pedro Antunes / Pedro Alves ter conquistado esse mesmo prémio na temporada de 2020, a Peugeot Rally Cup Ibérica irá oferecer aos seus sucessores um programa oficial em tudo semelhante, a implementar em Portugal ou em Espanha", explica José Pedro Fontes, responsável da Sports & You. "Volto a destacar o reconhecimento desta iniciativa de ralis ibérica, reforçando a mensagem junto dos nossos clientes da Competição Cliente, de que temos uma estratégia sustentada e bem definida para os ajudarmos a alcançar o patamar de topo da modalidade. O processo inicia-se com o 208 Rally 4 da copa, integrado na categoria 'Rally 4', seguindo-se o prémio com um modelo da categoria 'Rally 2', que poderá levar a uma potencial ascensão à categoria máxima dos ralis, o futuro grupo 'Rally 1'".
"Em termos de participantes, considerando o volume de viaturas já entregues, quer no ano passado, quer nesta época de defeso, contamos com listas de participantes bastante robustas. Quanto a nomes, teremos que aguardar pela definição da lista de inscritos para a primeira prova da época, o Rali Terras d'Aboboreira", acrescentou.

COMPROVADO PEUGEOT 208 RALLY 4 É A MÁQUINA COMUM A TODO O PLANTEL
No centro da competição está o novo Peugeot 208 Rally 4, modelo que tem registado uma enorme aceitação e cuja validade e competitividade têm sido comprovadas quer ao nível da copa ibérica, quer nos diversos campeonatos internacionais de ralis, até se imiscuindo em lutas diretas com modelos de categorias superiores.

Acrescente-se que, há um ano, a organização da Peugeot Rally Cup Ibérica foi a primeira a contar com a mais recente 'arma' de ralis da marca, um produto saído dos 'ateliers' de competição da PEUGEOT SPORT, e um carro de ralis alicerçado em fatores reconhecidos ao produto PEUGEOT, como a fiabilidade, qualidade, eficiência e, no caso dos ralis, combatividade.

Produto de performances já comprovadas e exemplo de experiência de condução para a categoria "Rally 4", o novo 208 Rally 4 é um modelo desenvolvido com base no novo Peugeot 208 de produção, numa evolução técnica e estética do modelo de estrada.

No capítulo mecânico destaca-se o motor 1.2 PureTech de 3 cilindros turbo comprimido, com 208 cavalos, adaptado para a competição, através de um turbo de maiores dimensões, uma gestão eletrónica de competição Magneti Marelli e uma caixa de velocidades SADEV, entre outros elementos. O conjunto está implantado na nova plataforma CMP, tecnologia de baixo peso e dinâmica evoluída, que garante performances desportivas muito significativas.

As encomendas para as unidades da Peugeot Rally Cup Ibérica deverão ser colocadas através da Sports & You, distribuidora oficial da Peugeot Citroën Racing Shop para Portugal e Espanha, num modelo que é proposto por € 66.000 (antes de impostos).

Mais detalhes serão revelados em devido tempo, nomeadamente quando se publicarem as versões finais do Regulamento Desportivo e do Regulamento Técnico desta competição.

Pedro20201Pedro Almeida voltou a sentar-se no Peugeot 208 Rally4, carro com que vai disputar a temporada de 2021 na a Peugeot Cup Iberica e a Peugeot Cup França.

O regresso foi feito nos pisos de terra do concelho de Fafe, num teste com a PT Racing, equipa que vai assitir o piloto de Vila Nova de Famalicão na Cup Iberica. "Depois de tanto tempo sem sentir um carro de corrida, estou muito satisfeito com as sensações que tivemos neste primeiro teste da época. O carro que a PT Racing colocou à nossa disposição, tinha uma boa base e adaptação foi rápida, tendo em conta tanto tampo de paragem", disse Pedro Almeida.

"Com os primeiros quilómetros feitos, fizemos análise ao que podemos melhorar nas afinações do carro, discutimos ideias, e desse ponto de vida foi um dia muito produtivo". A nova equipa de assistência de Pedro Almeida já tem diponivel um novo Peugeot 208Rally4 que vai ser conduzido pelo piloto nas provas em Portugal e Espanha. "Já conhecemos o carro mas há sempre uma nova adaptação, que correu muito bem. O teste foi bom e tudo fluiu de forma muito natural" acrescentou o piloto.

Em 2021 Pedro Almeida vai disputar também a Peugeot Cup França, onde vai ter a assintência da Sarrazin Motorsport. "Em termos económicos é vantajoso e temos a garantia de elevado grau de profissionalismo e experiência de uma equipa que conhece bem o campeonato e o traçado que vamos encontrar. Será uma precisosa ajuda nessa perspetiva para o campeonato em França" diz Pedro Almeida.

O piloto vai também em breve deslocar-se a França para um teste com a equipa francesa. "É fundamental para no terreno conhecer a estrutura, fomentar espirito de equipa e concertar ideias para a competição". Para já, de Fafe Pedro Almeida e Hugpo Magalhães trouxeram boas sensações e a expectativa de uma com bons resultados. «Queremos fazer naturalmente melhor que o ano passado, continuar o caminho de crescimento mas também de afirmação. Estamos ansiosos que o cronómetro comesse a contar".

 

hyundaiO Team Hyundai Portugal está de volta ao Campeonato de Portugal de Ralis.

Nesta nova época, o Team Hyundai Portugal terá argumentos renovados com a chegada do Novo Hyundai i20 N Rally2 para reforçar a presença no Campeonato, após a sua homologação no início de julho. Portugal vai ser assim um dos primeiros palcos a descobrir as prestações e performance deste novo carro, que tanta curiosidade tem gerado.

Em 2021, o Team Hyundai Portugal volta a contar com a experiência da dupla Bruno Magalhães e Carlos Magalhães, duas referências no desporto automóvel, com um palmarés invejável. "É com enorme orgulho que represento a Hyundai por mais um ano. Estamos desejosos que o Campeonato inicie e que o possamos realizar na sua totalidade, mostrando mais uma vez a excelência do Hyundai i20 R5, já para não falar do tão esperado Hyundai i20 N Rally2, para terminarmos em grande o Campeonato", refere o piloto.

Sérgio Ribeiro, CEO da Hyundai Portugal, relembra que "quando em 2018 entrámos nesta aventura, entrámos para vencer sob o mote "Ralis pelos Ralis". Para além de trazermos uma nova energia para esta modalidade, conseguimos excelentes resultados desportivos: fomos campeões no primeiro ano, estivemos na disputa do título até à última etapa em 2019 e voltamos a ser Vice-Campeões no ano passado."

Para 2021, "continuaremos a contribuir para o crescimento da modalidade, enriquecendo o campeonato com a chegada do Novo Hyundai i20 N Rally2. Para montarmos o projeto deste ano foi mais uma vez fundamental contar com o know-how da Sports&You e com todo o apoio dos nossos sponsors, a quem deixo desde já o nosso agradecimento. Encaramos esta nova época com toda a confiança e otimismo e só nos resta esperar que seja possível cumprir todo o calendário porque estamos preparados para entrar em todas as provas com a mesma ambição de vitória.", acrescenta.

 

 

graveltestHá pouco mais de um ano, no decorrer da cerimónia de inauguração das instalações físicas da The Racing Factory, Aloísio Monteiro lançava o objetivo de criar uma academia de treino e formação que pudesse vir a apoiar os pilotos da sua equipa e outros interessados. Hoje, e depois de alguns meses de preparação do espaço e logística associada, a The Racing Factory tem o prazer de comunicar já um dos primeiros passos nesse sentido, apresentando o projecto Gravel Test Center TRF by ORT.

Já a partir deste mês de Março, num projecto em parceria com a ORT - Outeiro Racing Team, a The Racing Factory passa a contar e disponibilizar um espaço em pisos de terra dedicado ao exercício exclusivo de treinos, testes e desenvolvimento de viaturas de competição e que em breve poderá ainda evoluir para a alavancagem de outras ideias e projetos da equipa.

Para Aloísio Monteiro, CEO da The Racing Factory, este é apenas o cumprir de mais um objetivo, pelo qual a equipa já trabalhava há algum tempo. “Podemos dizer que colocámos uma ‘primeira pedra’ em mais uma ideia que visa promover o desporto motorizado em território nacional. Tivemos a felicidade de encontrar uma enorme abertura da família ORT e procurámos desenvolver um espaço privado, com diversos trajetos em pisos de terra, que permitem a realização de testes de viaturas de competição e alguns outros tipos de atividades e eventos e que agora dá corpo ao nosso Gravel Test Center. Apesar de ainda termos mais algum caminho pela frente até à sua criação, podemos dizer que pretendemos também implementar neste espaço uma parte do nosso projeto ‘Rally School Academy’, um projeto de escola de pilotos e desenvolvimento de condução. O caminho está delineado, resta-nos continuar a trabalhar, para por de pé esta ideia”, explicou.

Com uma configuração em circuito, que poderá variar na opção de trajetos a percorrer, o Gravel Test Center localiza-se no concelho de Leiria e reúne, para além das diversas pistas disponibilizadas que contam com zonas rápidas e lentas e da absoluta privacidade do espaço, um conjunto de excelentes condições para apoiar o trabalho das equipas, nomeadamente uma base de trabalho em zona limpa, com disponibilidade de pontos de eletricidade, pontos de água, um balneário e WC para apoio dos clientes.

Justino Reis, mostrava-se também muito satisfeito com o lançamento oficial deste espaço, que já foi ‘aprovado’ pelos principais clientes da equipa de Santa Maria da Feira, entre os quais, o Campeão Nacional de Ralis, Armindo Araújo. “Acima de tudo, este Gravel Test Center servirá como uma excelente base para que os pilotos possam testar e desenvolver as suas viaturas num espaço com total segurança e privacidade, num trajeto desenhado para maximizar uma excelente possibilidade de afinação de viaturas em pisos de terra. Neste momento, e numa fase em que ainda estamos a desenvolver outras alternativas e melhoramentos, já estarão disponíveis trajetos que variam entre circuitos curtos, com cerca de 800 metros, até versões mais longas, a rondar os 3 quilómetros. Outros trajetos com ligeiro aumento na distância deverão ser brevemente disponibilizados”.

 

filipemadureiraEm 2021, Filipe Madureira volta à ação nos ralis nacionais com a presença confirmada no Campeonato Portugal Clássicos de Ralis (CPCR). Um ano muito especial em que o piloto assinala 25 anos de uma carreira ao mais alto nível, num percurso pautado pelos ralis enquanto palco de eleição.

"Parece que tudo começou ontem, mas de facto o tempo voa e já passaram mais de duas décadas. São já muitas corridas, muitos carros diferentes, mas sobretudo uma enorme paixão por este desporto, em que fiz muitas amizades que ainda hoje perduram, e uma grande gratidão a todos os que ao longo destes anos me têm sempre apoiado e tornaram possível este percurso, em particular a minha família, os meus patrocinadores e também as várias equipas em que estive inserido", recorda o piloto.

Para esta época o foco é o CPCR, num calendário de cinco ralis, em que irá alinhar ao volante do seu Ford Sierra Cosworth. "Ao meu lado estará o Emanuel Gonçalves, meu navegador e amigo que há muito me acompanha, e a equipa será novamente a Peres Competições, uma estrutura que sempre nos recebeu muito bem e com quem é um prazer trabalhar. O objetivo é apresentar-me bem em cada prova e, acima de tudo, desfrutar de cada troço e proporcionar um bom espetáculo ao público. Os ralis são uma festa das corridas e este ano têm um sabor ainda mais especial para nós. Por isso, e dentro das possibilidades, contamos também ter algumas iniciativas ao longo do ano, justamente para assinalar a nossa efeméride. A motivação está em alta, que venham os ralis!"

O CPCR tem início em maio, dias 28 a 30, com o Rali da Bairrada, seguindo-se o Rali de Castelo Branco (18-20 de junho) e o Rally Fafe Montelongo (2-4 de julho). Após a pausa veranil, as provas regressam com o Rali Alto Tâmega (3-5 de setembro), com o calendário a terminar com o Rallye Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande (8-10 de outubro).