faceralis

 

ANUARIO123

CPR

mortaguaplaca21Inscritos Rali de Mortágua 2021.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

mortaguainscritos21mortaguareg21

teoA dupla do Macambi Racing Team encara a derradeira jornada do campeonato de Portugal de Ralis com um verdadeiro espírito de missão. A dupla quer fazer uma prova onde a rapidez esteja presente, mas sem hipotecar a fiabilidade e o objetivo de terminar e rematar as contas do título.

Aproxima-se o cair do pano sobre a época 2021, no que concerne ao Campeonato de Portugal de Ralis.
Para Fernando Teotónio e Luís Morgadinho, o Rali de Mortágua representa, para lá do sempre regresso aos pisos de terra, um momento decisivo na época, já que a dupla do Mitsubishi Lancer EVO X pode voltar a conquistar um título, aumentando assim o seu já rico palmarés.

Partindo com 3 pontos de vantagem sobre os mais diretos adversários, Teotónio e Morgadinho sabem quão vital é vencer o rali entre os RC2N, deixando e lado outras justas ambições que, usualmente, estão presentes nos objetivos da equipa.
O piloto do Macambi Racing Team reconhece isso mesmo, afirmando que "vamos encarar este rali de uma maneira bem diferente. De lado fica qualquer ambição quanto à geral. As contas do título entre os RC2N são a nossa única preocupação e isso vai condicionar a forma como vamos andar no rali".

Como tal, será "fazer o rali sempre com um andamento forte, mas seguro, controlando aquilo que os nossos adversários diretos estejam a fazer", de forma a que, como realça Fernando Teotónio "possamos estar sempre com margem e também consigamos evitar as muitas armadilhas que vamos encontrar pois, se já em condições normais, os pisos de Mortágua são muito exigentes, com a intempérie que se abateu, vamos enfrentar classificativas demolidoras para as mecânicas e onde os exageros se vão pagar caro".

Por seu lado Luís Morgadinho, copiloto e team manager do Macambi Racing Team, reitera as palavras do seu consagrado piloto, afirmando que "só o título importa e nos interessa. Queremos deixar para trás alguns infortúnios que nos afetaram esta época e voltar a conquistar este título!".

fontesmorEstá tudo a postos para que o Citroën Vodafone Team possa contribuir para a festa dos títulos de 2021 do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR). José Pedro Fontes e Inês Ponte têm tudo pronto para abordar da melhor forma esta que será a oitava e última prova da presente temporada nacional de ralis, tentando alcançar, com o seu C3 Rally2, um resultado que lhes permita terminar em grande uma época em que estiveram sempre na luta pelos cetros de Pilotos e Navegadores que são atribuídos pela FPAK.

"Queremos terminar este ano de 2021 dando aos nossos patrocinadores, elementos da equipa e apoiantes um bom resultado. Claro que a vitória está nos nossos planos, como esteve em todas as provas de um ano que está prestes a terminar e que, por razões diversas, não nos correu tão bem como esperávamos. Vimos 'fugir' alguns potenciais bons resultados mas, por outro lado, teve dois excelentes pontos altos, fruto dos resultados alcançados na Madeira e no Alto Tâmega", refere José Pedro Fontes, em vésperas do arranque da jornada do Clube Automóvel do Centro.

"Aqui em Mortágua, um rali que conhecemos bem e que é muito do nosso agrado, queremos batalhar pelos melhores tempos logo desde o primeiro troço e, com isso, estar sempre em luta pelos lugares da frente. Para o efeito, voltamos a contar com o nosso C3 Rally2 com as especificações máximas para pisos de terra, tentando lutar pelos pontos que nos permitam alcançar um lugar no 'top-3' final do CPR 2021. Uma coisa é certa: à semelhança de todas as provas em que alinhámos este ano, o Citroën Vodafone Team irá, decerto, abrilhantar este gradual regresso à normalidade dos ralis em solo nacional, depois de um ano em que a prova de Mortágua se viu anulada devido à pandemia", acrescenta.

hyundiaoTeam Hyundai Portugal está de regresso, nos dias 5 e 6 de novembro , ao Rally de Mortágua , no
Centro de Portugal . A dupla de pilotos está preparada para a derradeira prova do Campeonato de
Portugal de Ralis, em pisos de terra Br uno Magalhães e Carlos Magalhães contam com o potencial e
competitividade d o Hyundai i20 N Rally2 para a prova de encerramento d o Campeonato de Portugal
de Ralis 2021.

"Sinto me confiante e motivado para o último rali do Campeonato de Portugal de Ralis, em pisos
de terra. Já testamos e estamos ainda a preparar o Rally de Mortágua para tirarmos todo o potencial
do Hyundai i20 N Rally2 Estamos à espera de uma prova cheia de emoções , muita adrenalina e com
muito público a apoiar", afirmou o piloto Bruno Magalhães

cardeiramortRafael Cardeira e Helena Maia regressam, no próximo fim-de-semana, ao Renault Clio R3T para disputar a última ronda do Campeonato de Portugal de Ralis, o Rali de Mortágua. Ainda com possibilidade de vencer a classe RC3N e hipóteses de subir ao pódio final do Campeonato de Portugal Duas Rodas Motrizes, o piloto do Sporting Clube de Portugal ataca o segundo desafio da temporada disputado em pisos de terra com muita vontade de fazer mais e melhor.

"Temos objetivos claros para esta prova e o principal passa por disfrutar de mais uma experiência em pisos de terra, no qual somos ainda pouco experientes, e claro terminar o rali. Se vencermos, temos algumas hipóteses de triunfar no Campeonato de Portugal de Ralis RC3N e ainda, eventualmente e mais remotamente, a possibilidade de subirmos ao pódio final do Campeonato de Portugal de Duas Rodas Motrizes", começou por afirmar o piloto do Sporting CP, antes de explicar que "para esta prova fizemos já um teste muito positivo que nos permitiu voltar a adaptar ao 'kit' de terra do Renault Clio R3T. Estamos preparados para o desafio e com muita vontade de enfrentar esta que é a última ronda do CPR. Esperamos contar com o apoio dos adeptos do Sporting CP nesta prova, até porque quando se fala de decisão de títulos: 'Onde vai um, Vão todos!' "