faceralis

 

ANUARIO123

Eventos

cordrivneto10A Paulo Neto Sport esteve hoje na zona de Negrais (Sintra) para efectuar um Co-drive, com Paulo Neto ao volante do C2 R2 Max.

Mais de 50 pessoas estiveram presentes nesta iniciativa, não faltando mesmo outros pilotos e navegadores, mas o mais importante era disponibilizar alguns co-drive para patrocinadores, parceiros e adeptos de ralis.

O momento serviu também para entregar os relógios do passatempo que a Paulo Neto Sport tem realizado, como ainda efectuar sorteios entre os presentes.

Para muitos navegadores de circunstância foi um momento único nas suas vidas, que assim tiveram oportunidade de sentir as emoções da competição automóvel em geral e dos ralis em particular.

Sem dúvida uma tarde bem passada entre amigos e colegas dos ralis.

Ver fotos do Co-drive.

netocrrodri10A Equipa Paulo Neto Sport arrisca-se a ganhar o prémio da equipa que melhor e mais promove os seus patrocinadores...

Iniciativas não têm faltado, quer em parceria com os seus parceiros, quer através do site ou mesmo através da imprensa.

No recente passatempo Pulsar/Ralisonline, que decorreu entre os dias 16 de Setembro e 10 de Outubro, o vencedor foi Hélder Alves da Rocha, que acertou as 3 questões e foi o autor da melhor frase, na opinião de um júri constituído por um elemento de cada um dos vários parceiros da equipa. O vencedor do passatempo ganhou um excelente cronógrafo da Pulsar no valor de 229€.

AGORA UM CO-DRIVE

Depois das emoções de Mortágua, é já no Dia 23, Sábado, que a Paulo Neto Sport irá realizar um Co-Drive para patrocinadores, amigos e adeptos na zona de Sintra, em Negrais.

Se quiser ter lugar num dos três Co-drive disponíveis para adeptos, basta fazer uma visita ao site da equipa.

abarth2011O Campeonato de Portugal de Ralis e o Campeonato Open de Ralis irão receber em 2011 os novos Abarth 500.

No Campeonato de Portugal de Ralis irá correr um Abarth 500 com João Ruivo ao volante dentro da estrutura da Integra Support.

Trata-se de um novo projecto, de custos mais controlados, que Ruivo espera que venha a ser competitivo, já que do motor 1.4 litros turbo deste pequeno carro irão sair bem mais de 230 cv.

O Abarth 500 a ser usado por Ruivo é uma evolução do carro de troféu, mas desenvolvido em termos de motor, caixa e suspensões.

Para o Campeonato Open de Ralis estão já a ser construídos dois Abarth 500 que serão entregues a Nuno Pombo e Pedro Matias (que correm na velocidade) para a próxima temporada.

marquesds3Ricardo Marques já está a trabalhar no seu projecto para 2011 havendo no momento duas possibilidades, a de continuar com o C2 R2 Max ou a de passar já para a nova máquina da marca, o DS3.

Ainda no decorrer deste mês o piloto apoiado por MRG – Engenharia e Construção, Sarujoma, Vieira do Minho – Terra de Sonhos, Ermal Produções e CRN Competição irá a França para tirar as primeiras impressões com esta nova maquina que deverá vir a utilizar em 2011 no Campeonato de Portugal 2litros/2 Rodas Motrizes e no troféu monomarca da Citroen.

Nas já quatro provas disputadas o piloto faz um balanço positivo da época. "Já não fazia uma época completa desde 2005, pelo que fiquei muito satisfeito ao garantir a minha presença neste troféu. Está a ser um ano de evolução, onde foi necessário reunir uma série de coisas que com o tempo vão passando, mas de prova para prova temos cada vez mais confiança com o carro e até ao final da época quero evoluir ainda mais para no próximo ano estarmos em "máxima força" para lutar pela vitória no novo troféu já à partida da primeira prova".

rtlogo10Miguel Campos é um dos monitores do 1º Rally Talent. É um nome que dispensa apresentações que se irá juntar, como monitor a esta iniciativa da Exporacing.

"Acho que estas iniciativas são muito importante para os jovens talentos, isto porque há muito talentos que por vezes nunca têm possibilidades de se mostrar", refere Miguel Campos.

Quanto ao promover os ralis junto dos jovens, diz o ex-Campeão Nacional "que se a federação fizer mais promoção sobre os ralis, automaticamente iremos ter mais promoção em geral, logo haverá de certeza absoluta mais pessoas interessadas na modalidade, apesar desta modalidade ser bastante cara nos dias de hoje".

Sobre o Rally Talent, Miguel Campos não deixa de salientar a iniciativa da Exporacing. "Temos de louvar neste momento todos os corajosos que colocam a andar projectos seja nos ralis, seja como o caso do Rally Talent, porque na minha opinião, às vezes tenho vontade de abandonar pelo simples facto de ver que só os pilotos se preocupam com a promoção da modalidade", diz o piloto de Famalicão.