faceralis

 

ANUARIO123

Eventos

soltasrale21Organizadora do Rali Spirit, a Xikane é um dos parceiros do Rali Madeira Legend. Pedro Ortigão, responsável pela organização do Spirit, é também braço direito desta organização, fazendo a ponte de ligação com alguns dos pilotos internacionais presentes nesta prova. Para além dessas funções, participa também na prova fazendo e navegador a Pedro Ortigão, provando que também os condutores são "legend"!!!

Quando questionado se este era um Vinho Madeira "light", João Paulo Fontes, destacada figura dessa prova referiu que a maior dificuldade foi mesmo montar este Legend em tão pouco tempo. O projeto será para ter continuidade no futuro, estando as bases lançadas despois desta primeira edição que, como sempre, está a ser um sucesso entre os adeptos de ralis madeirenses.

Por falar em "Legends" o Núcleo de Desportos Motorizados de Leiria também aproveitou a oportunidade para promover o seu Leria Festival Rallye, nomeadamente junto dos pilotos presentes neste Rali Madeira Legend. A prova que se estreou em 2019 (2020 não se realizou por causa da pandemia), volta agora à estrada nos dias 3 a 5 de dezembro com troços na região de Leiria.

Pedro Alves tripula nesta primeira edição do Rali Madeira Legend o veículo mais antigo em competição. Segundo dados da organização, o seu Renault Alpine A110 data de 1964!!! Já agora, o carro mais recente é o de Gil Freitas, um não menos belo exemplar do Subaru Impreza WRC S14 de 2008.

soltas1legNão é fácil saber o valor que um Grupo B pode custar nos dias de hoje. Esta unidade do Lancia Delta S4 diz-se que está avaliada em 500.000 euros, sensivelmente o mesmo que poderá valer o Audi Quattro S1, aqui conduzido por Jochim Luticken, que foi em tempos conduzido por um piloto chamado Walter Röhrl.

Ao longo destes dias de tem existido uma tremenda agenda social. Foi também criada uma Vila Legend onde se concentrou toda a caravana deste rali e onde estiveram sempre expostos os carros de rali mais emblemáticos, não faltando sequer música ao vivo.

O público madeirense gosta de ralis e recebeu muito bem toda a caravana do Legend. O parque fechado foi aberto ao público e isso permitiu que todos os adeptos, entre os quais muitos estrangeiros a passar férias na madeira, perdessem muito tempo a tirar fotos juntos dos carros, nomeadamente dos mais vistosos.

Público também não faltou na estrada logo neste primeiro dia. A zona do Estádio do Nacional estava repleta de carros e de gente que se deslocaram para ver às maquinas passar no célebre troço Palheiro Ferreiro. O facto de ter sido disputada duas vezes à noite, acabou por trazer uma mística maior a esta prova com a passagem dos imponentes Grupo B e não só.

O trabalho dos organizadores do Rali Madeira Legend permitiu que se juntassem na Madeira todas as gerações existentes do Audi Quattro, algo que segundo os mais entendidos nestas coisas dos Legend é raro acontecer neste tipo de provas.

Apesar de não ser o mais importante numa prova "Legend", a componente competitiva desta prva está a ser dominada por Gil Freitas, no seu Subaru Impreza WRC S14, já com quase 42s de vantagem para João Martins em Ford Escort e 57,5s para Rui Conceição, que nesta prova regressa ao volante do seu Ford Escort Cosworth.

 

madeiralegend21Troços e horários Rali Madeira Legend, prova que se realiza dia 29 e 30 de outubro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

madeiralegend21 copy

livroOs autores principais – Francisco Santos (editor), José Barros Rodrigues e o saudoso Martin Holmes – conseguiram reunir neste livro textos carregados de emoção e da sua vasta experiência, sobre a génese e a evolução dos ralis em todo o mundo.

Este é o primeiro livro, a nível mundial e independentemente do idioma de edição, onde se conjuga, desde 1895, a evolução da mecânica e do automóvel – assinada por José Barros Rodrigues – com os progressos e inovações dos carros de rali.

Aos autores convidados coube escrever sobre temas específicos, desde as competições míticas, como o Paris-Dakar, o Rali Safari, aos mais importantes aspetos da mecânica dos carros de ralis, como, por exemplo, os amortecedores.

Pilotos, máquinas, engenheiros, além de pioneiros, organizadores e dirigentes, entre outras personagens incontornáveis do Mundo dos Ralis, têm, nesta obra, um placo privilegiado e único onde as suas paixões, dramas, ideias, criatividade e desilusões são ampla e apaixonadamente relatadas.

Prefácios de Jean Todt, Presidente da FIA; Carlos Barbosa, Presidente da Comissão de Ralis da FIA e do ACP; Carlos Sainz, bicampeão mundial de ralis e triplo vencedor do Paris-Dakar, e Armindo Araújo, bicampeão mundial PWRC e hexacampeão nacional de ralis.

Com mais de 550 fotos e ilustrações, esta obra permitiu a Ricardo Santos desenvolver um conceito gráfico e estético que faz jus ao seu talento, além de, simultaneamente, tornarem a leitura mais agradável e intuitiva.

O livro Rally 125 Anos tem edições em Português (para Portugal e o Brasil), Espanhol e Inglês. Conta com 272 páginas, guardas e capa dura.

A edição Espanhola resulta da cedência dos direitos de edição para esse mercado, enquanto que a edição Inglesa pertence, e é coordenada, pelo editor português

Formato: 25 x 28,8cm (miolo).

Autores principais: Francisco Santos, José Barros Rodrigues, Martin Holmes
Autores confidados: Alberto Gonçalves, Ângelo Pinto da Fonseca, António Mocho, David Wood, Graham Gauld, José Armando Gómez, Pedro Castelo, Pedro Roriz.
Designer gráfico: Ricardo Santos.

RALIS ONLINE TV

ANUÁRIO RALIS ONLINE 2020

Facebook FanBox

RALIS EM PORTUGAL RALIS EM PORTUGAL