faceralis

 

ANUARIO123

brevessil11Das fraquezas se fazem as forças. Que o diga o Clube Automóvel de Portimão, que não só saiu a ganhar bastante por ter saído dos troços de Portimão para passar para os de Silves, como aproveitou bem o facto de ter pouco mais de 20 participantes. É que os pilotos ao partirem de minuto a minuto, permitiu acompanhar na estrada quase todos os troços do rali. Possivelmente, algumas organizações teriam apostado em fazer os concorrentes partir de dois em dois minutos, tentando fazer render o peixe, com prejuízo para o espectáculo. O Clube Automóvel do Portimão está assim de parabéns pela boa opção.

O excelente dia que esteve em Silves foi por certo responsável pela presença de tanto público nos troços desta prova. A super-especial foi interessante e teve também a presença de muito público, revelando mais uma vez que existe interesse pelos ralis no Sul.

Tudo indica que o Regional Sul volte a ter seis provas em 2012. É intenção das organizações (pelo menos do CAP e do ACB) manter as suas provas em 2012, mas é importante esperar pelo que a FPAK vai decidir em termos de regulamento técnico nos regionais para se saber o futuro desta competição.

O Portimonense (clube de Futebol) pode vir a entrar nos ralis do Regional Sul em 2012 com mais força. Um projeto que envolve a futura SAD do clube pode vir a dar vida nova a alguns pilotos de ralis. Esperemos pelo futuro.

Gil Antunes é sempre uma referência no meio dos ralis. Bem disposto e sempre alegre, encarando os ralis para se divertir, o piloto de Sintra foi a Silves mas não conseguiu acabar a prova. Depois de muitos piões na super-especial, uma roda resolveu ganhar vida própria no quinto troço levando o simpático piloto a fazer de escuteiro na procura da roda.

Não lhe é permitido comentar.