faceralis

 

posvendaclick

ernesTalvez tenha sido uma das edições mais difíceis e complicadas de gerir do Rali Serras de Fafe. Muita chuva, muita água nos troços, muito nevoeiro e muitos pilotos a queixarem-se de que nunca tinham visto uma prova assim. Estas condições levantar a dois troços cancelados por razões de segurança, e a uma neutralização. Desta forma, a grande maioria dos pilotos apenas realizou seis especiais de classificação.

Apesar das difíceis condições atmosféricas nem por isso houve muitas desistências entre os concorrentes do CPR e do CPR 2RM. Aliás, nas duas rodas motrizes, dos nove à partida estavam nove à chegada, com a vitória a pertencer a Ernesto Cunha, com o seu Peugeot 208 Rally4, iniciando assim da melhor forma o ano de 2022.

Nas contas da Peugeot Rally Cup Ibérica, que também já se fizeram com o encerramento do primeiro dia, a vitória foi para o repetente Óscar Palomo que venceu com mais de 3m38s para Ernesto Cunha e com Ricardo Sousa a mais de 4m08s a ficarem no segundo e terceiro lugares, respetivamente.

Pedro Antunes regressou à Peugeot Rally Cup mas a malapata de 2021 ainda não desapareceu. Quando era segundo neste troféu, uma saída de estrada deixou o piloto sem hipóteses de lutar pela vitória.

José Pedro Fontes não escondeu que a sua prestação nesta prova ficou muito condicionado pelo desempenho menos positivo no Qualifying, dizendo que "as coisas não nos correram bem no 'qualifying' e a verdade é que parte relevante da nossa exibição de hoje se deve a este detalhe". Na segunda especial teve também uma aparatosa saída de estrada, mas felizmente deu para continuar e somar os pontos do quarto lugar".

Rúben Rodrigues, o campeão do Açores, veio ao Serras de Fafe e estava a fazer uma boa exibição. Quando era 10º classificado, no derradeiro troço não evitou uma saída de estrada por causa de uma pedra e teve que desistir. Mas ficaram alguns bons registos.

Ricardo Filipe, inscritos no CPR partia para os troços nos últimos lugares tendo desistido com um problema no radiador no seu Fiesta R5. A dificuldade de evoluir neste troços, andando apenas pelos regos, fez com que o piloto não desse continuidade à sua prova.

Não lhe é permitido comentar.