faceralis

 

Autocolante RALIS 100x50mm-07

danielA dupla da Ford, Daniel Nunes e Nuno Mota Ribeiro, encerrou a participação na penúltima jornada do Campeonato Portugal de Ralis (CPR), o Rallye Vidreiro Centro de Portugal Marinha Grande, na 9ª posição entre a comitiva do campeonato nacional.

Um rali de superação para a equipa Ford, que mostrou uma grande capacidade de adaptação e resiliência perante a adversidade, num contexto onde o Ford Fiesta Rally3 se revelou o aliado perfeito. Após um ritmo forte na especial de abertura, disputada na sexta-feira, a manhã de sábado colocou alguns problemas à equipa. Um pião na segunda especial da prova e um problema no resguardo da roda durante a quarta classificativa, que deixou o Fiesta Rally3 sem sistema de travagem, penalizaram a prestação ao cronómetro. Com o Ford Fiesta Rally3 novamente a cem por cento, Daniel Nunes e Nuno Mota Ribeiro partiram com total foco e motivação para as três derradeiras especiais, mas seriam penalizados por dois furos, na quinta e sétima classificativas.

Para Daniel Nunes, o rali revelou-se um desafio a que toda a estrutura soube dar resposta. "São situações que sabemos que podem acontecer e agradeço o total empenho e profissionalismo de toda a equipa para solucionar os imprevistos. No global, estamos muito satisfeitos com o patamar de evolução em que se encontra o Fiesta Rally3. Um carro muito mais evoluído, com uma fantástica capacidade de resposta e com uma boa adaptação, tanto em zonas rápidas como em secções lentas. É já um modelo muito acarinhado pelo público e que todos aguardam para ver passar, pois sabem a componente espetáculo que lhe está associada."

Responsável pelas operações no banco do lado direito, Nuno Mota Ribeiro alinha pelo mesmo diapasão: "Este era um rali com um percurso muito equilibrado, o que coloca dificuldades extra. Um contexto que permitiu explorar novos territórios no desenvolvimento do Ford Fiesta Rally3, que continua a surpreender-nos a cada prova pelas potencialidades que exibe. É um carro extremamente divertido, versátil e que demonstra uma enorme eficácia em todo o tipo de percursos."

O Rallye Vidreiro Centro de Portugal Marinha Grande marcou a estreia do Ford Fiesta Rally3 em pisos de asfalto com a nova centralina, desenvolvida pela M-Sport, depois de o mesmo ter acontecido no início do mês de outubro em pisos de terra, com a participação no Rally Serras de Fafe e Felgueiras. Uma evolução que beneficiou mais uma vez a performance do Fiesta Rally3, ao aumentar a disponibilidade de potência e resposta em todos os regimes e, naturalmente, o ritmo imposto pela equipa Ford ao cronómetro.

Num mês de intensa atividade desportiva, o Ford Fiesta Rally3, pilotado por Daniel Nunes e Nuno Mota Ribeiro, está de volta à ação já no próximo fim de semana, dias 22 e 23 de outubro, com a presença no Rally de Lisboa, prova que tem como berço paisagens míticas da história dos ralis mundiais.

Não lhe é permitido comentar.