faceralis

 

ANUARIO123

soltasfafe1O espanhol Dani Sordo foi o mais rápido na Qualifying Stage, a especial de Monte, numa extensão de 3,25 km, deixando Andreas Mikkelsen da segunda posição, a oito décimas, que por sua vez bateu outro espanhol, Nil Solans, por 74 centésimas. Armindo Araújo foi o melhor português, na oitava posição, gastando mais 1,879s do que o vencedor.

A classificação da Qualifying Stage do Rally Serras de Fafe e Felgueiras define a ordem de partida para a primeira etapa do rally, a disputar este sábado, que inclui duplas passagens pelas classificativas de Luílhas (12,10 km), Senhora da Fé/Anjos (18,06 km), Agra/Zebral (6,43 km) e Boticas (15,3 km), numa extensão total de 472,97 km, 113,42 dos quais disputados contra o cronómetro.

A ordem de partida para a primeira etapa fica, então, assim definida:
1º Victor Cartier (Toyota Yaris Rally2 Kit)
2º Joan Vinyes (Suzuki Swift R4lly S)
3º Javier Pardo (Suzuki Swift R4lly S)
4º José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally 2)
5º Alexander Villanueva (Citroen C3 Rally 2)
6º Miguel Correia (Skoda Fabia Rally2 Evo)
7º Alberto Battistolli (Skoda Fabia Rally 2 Evo)
8º Eric Cais (Ford Fiesta R5 MkII)
9º Benito Guerra (Skoda Fabia Rally2 Evo)
10º Armindo Araújo (Skoda Fabia Rally2 Evo)
11º Simone Campedelli (Skoda Fabia Rally 2 Evo)
12º Dani Sordo (Hyundai i20 R5)
13º Andreas Mikkselsen (Skoda Fabia Rally 2 Evo)
14º Nil Solans (Skoda Fabia Rally 2 Evo)
15º Alexey Lukyanuk (Citroen C3 Rally 2)
16º Umberto Scandola (Hyundai i20 R5)
17º Simone Tempestini (Skoda Fabia Rallye 2 Evo)
18º Efren Llarena (Skoda Fabia Rally 2 Evo)
19º Yoann Bonato (Citroen C3 Rally 2)
20º Bruno Magalhães (Hyundai i20 Rally 2)
21º Miko Marczyk (Skoda Fabia Rally 2 Evo)
22º Ricardo Teodósio (Skoda Fabia Rally2 Evo)
23º Norbert Herczig (Skoda Fabia Rally2 Evo)
24º Ivan Ares (Hyundai i20 R5)

Alessandro Taddei, piloto oficial da Hyundai Itália, não ganhou para o susto ao capotar de forma aparatosa no Shakedow. O Hyundai i20 R5 ficou um pouco mal tratado e o susto até foi grande pois os pilotos demorarm muito tempo para sair do carro. Felizmente tudo acabou sem precalços de maior para piloto e navegador.

O espanhol Luís Vilarino também não teve melhor sorte, ao capotar na mesma curva, mas no seu interior. Felizmente que a equipa conseguiu prosseguir pelos próprios meios.

 

 

Não lhe é permitido comentar.