faceralis

 

ANUARIO123

arcrenaultPara a edição deste ano do Rali Vinho da Madeira, a equipa de Aguiar da Beira conta com cinco concorrentes com objetivos distintos, mas todos de grande importância. Ricardo Teodósio e José Teixeira estão na luta direta pela vitória no CPR, tentando recuperar o título de campeões, que alcançaram em 2019. Para além desta contenda vital, Miguel Correia e António Costa pretendem continuar no caminho dos bons resultados, também aos comandos de um Skoda Fabia R5 Evo. Com muito mais confiança e adaptados ao comportamento do Skoda em asfalto, Paulo Neto e Vítor Hugo pretendem conquistar um resultado positivo nos troços da Madeira.

Habitualmente envolvida nos campeonatos de ralis dos Açores e da Madeira, a ARC Sport conta neste Rali Vinho da Madeira com dois concorrentes insulares. O campeão dos Açores, Luís Miguel Rego pretende continuar a sua proximidade com as provas do CPR, alinhando desta vez com Hugo Magalhães no lugar do navegador e com um Skoda Fabia que não é o seu. A grande novidade nesta prova do CPR é a estreia absoluta de um Renault Clio Rally 4 em Portugal, que a ARC Sport entregou a João Silva, o sempre competitivo piloto madeirense, que se faz acompanhar por Rui Rodrigues no banco do lado.

Ricardo Teodósio só pensa em vencer na Madeira, para manter acesa a luta pelo título. Segundo o piloto algarvio, o Skoda Fabia R5 Evo está em excelentes condições para este grande embate.

"Estamos prontos para a guerra e muito animados com o comportamento do carro. Experimentámos diferentes set-up´s e estamos muito confiantes com o carro que se mostra muito bem afinado. Espero que as condições atmosféricas não nos preguem uma partida, para que tudo possa correr bem. Estamos preparados para lutar pela vitória no CPR neste Rali Vinho da Madeira", afirmou Ricardo Teodósio.

Miguel Correia tem boas recordações dos troços da ilha da Madeira. A equipa aposta numa campanha positiva no CPR 2021 e a prova madeirense tem sempre um gosto especial.

"Esta é uma prova bastante diferente de todas as outras do campeonato. Vamos enfrentar o rali com coragem e ficar o melhor posicionados possível desde o princípio. Um bom resultado, sempre a pensar no CPR, só depende de nós, pois o Skoda está em perfeitas condições e com um excelente set-up para esta prova", disse Miguel Correia.

Dos Açores para a Madeira com muita devoção e paixão pelos ralis, Luís Miguel Rego quer continuar a contactar de perto com o panorama do Campeonato de Portugal. Sem poder contar com o seu Skoda Fabia R5 Evo, já pronto para participar no Rali de Santa Maria a 14 e 15 de agosto, o piloto optou por estar na Madeira ao volante de um Fabia da geração anterior.

"Estamos um pouco limitados pelo carro que alugámos, onde se nota alguma diferença ao nível do binário. É voltar um pouco atrás em relação ao meu, mas o bom trabalho da ARC Sport e a satisfação que temos pela presença dos Açores no Rali da Madeira, compensa tudo. Aprender e evoluir é o grande objetivo e, se possível, melhorar em relação ao ano passado", afirmou Luís Miguel Rego, que vai contar pela primeira vez com a navegação de Hugo Magalhães.

João Silva é um dos pilotos madeirenses mais apreciados, que já conquistou um título nacional de duas rodas motrizes com a ARC Sport. De novo com a equipa de Aguiar da Beira, o piloto vai estrear em Portugal um Renault Clio Rally 4 que lhe foi confiado pela ARC Sport.

"Tenho sempre a ambição de ser muito competitivo, mas tenho poucas referências do carro. Com o decorrer da prova tenho de ir percebendo como as coisas se passam, entender o Renault e adaptá-lo aos troços da Madeira. Esta é uma classe nova, o carro está bem desenvolvido e é giro e fácil de conduzir, agora vamos ver se o consigo levar ao limite. Quero ainda agradecer a oportunidade que a ARC Sport me deu", concluiu João Silva.

A evoluir constantemente na condução do Skoda, Paulo Neto volta a enfrentar mais um desafio importante na Madeira. Chegar mais perto dos pilotos da frente e melhorar os seus tempos, são os principais objetivos.

"Este é um rali que gosto muito e é a 2ª vez que corro na Madeira com este carro. É uma prova com muita condução, rápida, mas sempre dura e isso torna o Rali Vinho da Madeira bastante exigente. Vamos tentar melhorar os nossos tempos e ficar mais perto do Top 5. Os testes foram positivos e está tudo pronto para mais uma prova", disse Paulo Neto.

A ARC Sport tem na Madeira mais um importante desafio e a expectativa de alcançar resultados positivos para todos os seus pilotos. Para além dos quatro Skoda Fabia R5, a estreia em Portugal do Renault Clio Rally 4 é um marco importante.

"Como sempre, estamos totalmente empenhados neste grande desafio que é o Rali Vinho da Madeira, uma prova demasiado importante. Esperamos que os objetivos dos nossos pilotos sejam alcançados e que a estreia em Portugal do Renault Clio Rally 4 seja um êxito. Como é nosso apanágio, tudo faremos para que as coisas corram bem do primeiro ao último troço", disse Augusto Ramiro.

Não lhe é permitido comentar.