faceralis

 

ANUARIO123


Organizado pela Escuderia Castelo Branco, o Rali Castelo Branco é o desafio que se segue para a armada da Domingos Sport. Nos próximos dias 12 e 13 junho, o asfalto da Beira Baixa vai receber dez duplas sob a chancela da equipa de Alcanede.

Com o seu habitual Dacia Sandero R4, Gil Antunes e Diogo Correia estão motivados para o asfalto albicastrense, depois do bom resultado obtido no Rali das Camélias.

Luís Mota e Alexandre Ramos, em Mitsubishi Lancer Evo VI, partem em busca da segunda vitória da época no Campeonato Portugal Clássicos de Ralis.

Daniel Ferreira e Rodrigo Pinheiro estão motivados e focados em conquistar um bom resultado, após o desaire em Vagos.

Aos comandos do Mitsubishi Lancer Evo X, e a jogar em "casa", Fernando Teotónio e Luís Morgadinho vão lutar por conquistar o máximo de pontos nas contas do grupo RC2N e no Campeonato Portugal de Ralis.

Alexandrino Dinis e Luís Ribeiro, com um novo desafio, depois da estreia no Rali Terras D'Aboboreira em terra, agora é a vez de se estrear em asfalto, naquele que é o segundo rali do piloto.

Com um Renault Clio 3 RS, Viana Martins e Gonçalo Palmeira ambicionam alcançar um resultado semelhante ao alcançado em Vagos, no recente Rali da Bairrada.

No Campeonato Portugal Clássicos de Ralis, Paulo Barata e António Santos partem em busca de melhorar a performance e com a ambição de um bom resultado nas contas do grupo RC2N.

A armada Subaru estará entregue a Rui Santos e João Sebastião e ainda Nuno Carreira

e Danny Carreira. No Subaru Impreza GRB, Rui Santos e João Sebastião estarão no leque dos favoritos à vitória entre os participantes do Campeonato Centro de Ralis. A bordo do Subaru Impreza WRX STi, Nuno Carreira e Danny Carreira ambicionam conquistar um lugar no pódio e amealhar preciosos pontos no Campeonato Portugal Clássicos de Ralis.

A novidade da equipa é o Peugeot 208 VTI pelas mãos de Eduardo Santos e Inês Veiga, que marca uma nova abordagem na, ainda, breve carreira do piloto Eduardo Santos.

"Regressamos a Castelo Branco e, desta feita com uma dezena de carros na nossa estrutura, o que nos deixa bastante felizes e motivados, mas sempre conscientes das dificuldades a enfrentar. A entrada do Peugeot 208 na nossa estrutura é mais um motivo de satisfação e orgulho para a nossa equipa. Tudo faremos para que todos possam alcançar os seus objetivos para a prova albicastrense," afirmaram os responsáveis pela estrutura de Alcanede, Ricardo e Paulo Domingos.

Não lhe é permitido comentar.