faceralis

 

ANUARIO123


O Rali de Castelo Branco só vai para a estrada no próximo fim-de-semana, mas a vertente solidária do projeto de Rafael Cardeira para a temporada 2021 já chegou à capital da Beira-Baixa. Esta quarta-feira, o piloto que representa o Sporting Clube de Portugal, assinalou a passagem por Castelo Branco com a entrega de equipamentos e cachecóis do clube de Alvalade na CIJE – Casa da Infância e Juventude, uma instituição que apoia raparigas e promove a sua inclusão na sociedade, como cidadãs de plenos direitos e deveres.

Ciente da importância do desporto na dinamização de iniciativas solidárias que apoiem os mais desfavorecidos, Rafael Cardeira aposta numa nova campanha que promete ajudar uma instituição local, nas cidades onde se realizem os ralis do Campeonato de Portugal de Ralis. A iniciativa "1 rali, 1 instituição", que contou com o apoio da Fundação Sporting e do Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Castelo Branco, entregou na CIJE, equipamentos e cachecóis que fizeram a alegria das jovens da instituição. "Este vai ser um ano muito solidário no meu projeto desportivo. O principal objetivo é retribuir à sociedade um pouco de todo o investimento que envolve a participação num desporto como os ralis. Em conjunto com a Fundação Sporting e com o Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Castelo Branco, fizemos o dia destas crianças mais feliz e isto acaba por ser mais importante do que uma vitória numa especial ou num rali", destacou o piloto leonino, que nesta iniciativa contou também com a presença do seu navegador, André Couceiro.

Recorde-se que a iniciativa "1 Rali, 1 instituição" vem juntar-se a outros dois projetos de responsabilidade social já promovidos pelo piloto, como é o caso da iniciativa "KM's Solidários", que apoia a ONG, ATLAS – People Like Us, e ainda a campanha "Pegada Zero", dedicada à componente ambiental, onde o piloto irá plantar árvores que eliminem todo o CO2 produzido pelo seu Renault Clio RS R3T, no Campeonato de Portugal de Ralis.

Não lhe é permitido comentar.