faceralis

 

ANUARIO123


O piloto do Subaru Impreza GT 4WD conclui a segunda prova do Campeonato Sul de Ralis sem percalços, apesar dos condicionalismos em que alinhou, nomeadamente a estreia de uma transmissão sem qualquer teste anterior à prova.

No Rali Vila do Bispo o objetivo de José Baptista e do seu navegador Jorge Rita era fundamentalmente concluir este evento organizado pelo Clube Automóvel do Sul. E fê-lo terminando entre os 15 primeiros. Numa prova onde a preparação esteve longe de ser a ideal.
"O Rali começou com muito nervosismo, devido a alguns problemas de última hora. Um pneu rebentado no carro com que treinamos o rali, o que nos deixou-nos com notas pouco verificadas. Depois, alinhamos com uma caixa de velocidades nova no Subaru, sem ter rodado um quilómetro antes!", explica o piloto do Subaru.
Apesar dos condicionalismos José Baptista e o seu copiloto não 'baixaram os braços' e adotaram a postura que mais lhes interessava para alcançarem o objetivo principal: "Começamos o treino na prova. Muito cuidadosos, fomos com calma e melhorando progressivamente, até que, já mais confiantes, lá fizemos a última especial num ritmo que é o nosso".
Quanto ao rescaldo, o piloto assume que "estamos felizes por terminar sem percalços. Mais felizes ainda com a homenagem que foi feita ao Gonçalo e ao José Santos. Sentimo-nos abençoados por ter ganho este troféu que é dedicado a eles, estejam onde estiverem", acrescenta o piloto do Subaru, esperando de futuro poder alcançar resultados mais interessantes no Campeonato Sul de Ralis, para além das competições além-fronteiras que vão enfrentar.

Não lhe é permitido comentar.