Share
mouratiru11O segundo dia do Rali de Mortágua teve pouca ou nenhuma história, já Ricardo Moura abdicou totalmente de lutar pela vitória na prova, pensando exclusivamente no título. O piloto dos Açores fez o que lhe competia e somou um saboroso segundo lugar que lhe permitiu chegar ao seu primeiro título de Campeão de Portugal de Ralis, mantendo nesta competição um cunho insular, depois do título do madeirense Bernardo Sousa em 2010.

Vitor Lopes também fez o que lhe competia. Ganhou o segundo rali da temporada, e primeiro em asfalto no Nacional, mas o segundo lugar de Moura não lhe permite ir ao Algarve ainda a pensar nas contas do título. Mesmo assim, uma excelente prova do piloto do Subaru que deu à ARC mais uma dobradinha.

Com o despiste de Pedro Peres (Mortágua não é um bom rali para o portuense) Pedro Meireles ficou com o terceiro lugar ao seu alcance e teve como prémio vencer ainda uma especial de classificação.

No quatro lugar ficou João Silva, que quase carimbou nesta prova o título no CPR2. Ivo Nogueira poucos quilómetros fez do 6º troço, despistando-se, deixando João Silva descansado na liderança.

Paulo Antunes, com algumas dificuldades no Opel Corsa, que exige demasiado do "físico" ficou logo atrás do madeirense, levando a discussão do título do CPR2 para o Rali do Algarve.

Notas de destaque para o sexto lugar de Paulo Neto, mas a satisfação maior foi que com este resultado o piloto de Sinra venceu no Challenge Citroen, logo numa prova em que evidenciou um ritmo interessante.

Destaques para a saída de estrada de Isabel Ramos, com a dupla feminina a sentir algumas dores (felizmente foi só o susto) depois do embate num murro à saída de um gancho, o que levou o rali a parar por alguns minutos.

Na Taça de Portugal Renato Pita venceu, seguido por Raúl Aguir e Armindo Neves. Júlio Bastos foi 7º classificado e ainda lidera esta competição que se irá decidir no Algarve. Certo é que a Taça de Portugal, no Rali de Mortágua, ainda vai dar muito que falar.

LÍDERES SUCESSIVOS
Ricardo Moura (1ª à 6ª Pec); Vitor Lopes (7ª à 9ª Pec)

VENDEDORES DE TROÇOS
Ricardo Moura (3); Vitor Lopes (5); Pedro Meireles (1)

CLASSIFICAÇÃO FINAL
1º Vitor Lopes / Hugo Magalhães – Subaru Impreza WRX 1h02m06,5
2º Ricardo Moura / António Costa – Mitstsubishi Lancer Evo IX a 30,8s
3º Pedro Meireles / Mário Castro – Mitsubishi Lancer Evo X a 1m30,6s
4º João Silva / José Janela – Renault Clio Maxi a 3m18,0s
5º Paulo Antunes / Alberto Oliveira – Opel Corsa S1600 a 3m21,3s
6º Paulo Neto / Daniel Amaral – Citroen DS3 R3 a 6m35,9s
7º Hugo Mesquita / Nuno R. Silva – Renault Clio R3 a 7m55,1s
8º João F. Ramos / Marco Macedo – Mitsubishi Lancer Evo IX a 9m42,9s

PILOTO DO RALI
Ricardo Moura e Vitor Lopes

MOMENTO DO RALI
Tempo de Moura na 7ª especial

MENOS DO RALI
Muitos desistentes