Share

netocb11Paulo Neto / Vitor Hugo, aos comandos do Citroen DS3 R3T Max, terminaram no terceiro lugar das duas rodas motrizes o Rali de Castelo Branco, numa prova em que tiveram um início difícil.

Apesar de um furo logo na primeira das dez especiais de classificação que componham o Rali de Castelo Branco, os objetivos desportivos acabaram por ser alcançados nesta prova, com a dupla Paulo Neto / Vitor Hugo a terminarem no 3º lugar das duas rodas motrizes do Campeonato de Portugal de Ralis.

"Estávamos muito motivados para este Rali de Castelo Branco antes do seu início, até porque as passagens que fizemos no shakedown antes da prova deram-nos boas indicações sobre o Citroen DS3 R3T Max", afirmava Paulo Neto no final do rali, reforçando a ideia de que "nunca estamos à espera de começar o rali com um percalço, como o furo que nos fez perder logo no troço de abertura 1m45s para os nossos adversários. Porém, não desmotivamos e tentamos dentro da medida do possível recuperar algum tempo perdido, sabendo que o rali estava no início. Ao longo da prova fomos recuperando posições e já nos derradeiros troços conseguimos chegar mesmo ao pódio nas duas rodas motrizes".

Desta forma, Paulo Neto afirma que "os nossos objetivos para esta prova acabaram mesmo por serem alcançados. Acabou por ser um justo prémio para algumas contrariedades que já tivemos esta época e que não nos permitem estar melhor classificados no campeonato, embora saímos de Castelo Branco mais próximo do pódio nas contas das duas rodas motrizes do Campeonato de Portugal de Ralis, depois de uma prova com troços muito rápidos e traiçoeiros, que teve muito público a assistir e que acabou por ser mais uma grande festa dos ralis".

A Paulo Neto Sport conta com a assistência técnica da P&B Racing e dos parceiros Weber, Baxi, Dominó, Listor, Italbox, Quantinfor, Total, Vitarte, Banhoazis, Peçintra e Cision, para esta temporada no Campeonato de Portugal de Ralis.