faceralis

 

posvendaclick

Mundial

pedroPedro Antunes vai dar mais um salto na sua carreira. Em 2019, o jovem piloto português irá competir no Campeonato da Europa de Ralis, o FIA ERC, aos comandos de um Peugeot 208 R2 da The Racing Factory.

Depois de ter participado no Campeonato Nacional de Ralis e Peugeot Rally Cup Iberica, o piloto de Torres Vedras viu no Europeu de Ralis a melhor forma de dar seguimento à sua carreira, tendo em conta que avançar para viatura R5 obrigava a um esforço financeiro acima do previsto pela equipa para a temporada que se avizinha. "Sentimos que estava na hora de dar o salto para uma competição mais competitiva. Depois de no ano passado termos participado na Peugeot Rally Cup Iberica, a única coisa que podíamos fazer, mediante o nosso orçamento, era dar o salto para o FIA ERC", começou por explicar o piloto que procurará "continuar a evoluir nos ralis".

Com a estratégia desportiva bem delineada, o piloto procurou soluções que lhe permitissem baixar os custos nesta aventura europeia e a The Racing Factory foi "uma decisão natural, uma vez que sabia que o Aloísio Monteiro iria realizar o Europeu novamente. Tendo em conta que tínhamos de baixar os custos, fazia todo o sentido juntarmo-nos a esta jovem equipa que irá fazer a estreia no panorama internacional", disse.

De forma a preparar a temporada europeia da melhor forma, Pedro Antunes irá participar já na primeira prova do Campeonato de Portugal de Ralis, o Rali Serras de Fafe, como também o Rali de Portugal está previsto no seu programa para 2019. "O Rali Serras de Fafe, é uma prova que vai acima de tudo servir para nos prepararmos da melhor forma para o Rali dos Açores, sendo que vamos tentar lutar pela vitória já neste primeiro rali. Vou estar inserido no pelotão de pilotos que disputará a supercompetitiva Peugeot Rally Cup Iberica", explicou o piloto que, nesta temporada, voltará a ser navegado por Paulo Lopes.

bouclesFotos: MARC HILGER (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Legend Boucles de Bastogne 18
Data: fevereiro 2018
Site: www.ralisonline.net

 

rplogo30 DE MAIO
08:00/12:00 Shakedown (Pilotos P1)
09:30/12:00 Shakedown (Pilotos P2 & P3)
12:00/13:30 Shakedown (Outros pilotos)
Paredes (4,60 km)
 
12:30 Conferência de Imprensa de Pré-Evento FIA
Exponor, Gabinete de Imprensa
 
18:00 Cerimónia de Partida - Porta Férrea, Coimbra
 
31 DE MAIO
08:30 Partida Secção 1 Porta Férrea, Coimbra
 
TBC SS1 Lousã 1 (12,35 km)
TBC SS2 Góis 1 (18,78 km)
TBC SS3 Arganil 1 (14,62 km)
TBC SS4 Lousã 2 (12,35 km)
TBC SS5 Góis 2 (18,78 km)
TBC SS6 Arganil 2 (14,62 km)
TBC SSS7 Lousada (3,36 km)
 
DIA 1 DE JUNHO

TBC SS8 Vieira do Minho 1 (20,53 km)

TBC SS9 Cabeceiras de Basto 1 (22,22 km)
TBC SS10 Amarante 1 (37,60 km)
TBC SS11 Vieira do Minho 2 (20,53 km)
TBC SS12 Cabeceiras de Basto 2 (22,22 km)
TBC SS13 Amarante 2 (37,60 km)
TBC SS14 Gaia Street Stage 1 (2,25 km)
TBC SS15 Gaia Street Stage 2 (2,25 km)
 
DIA 2 DE JUNHO
 
TBC SS16 Montim 1 (8,64 km)
TBC SS17 Fafe 1 (11,18 km)
TBC SS18 Luílhas (11,89 km)
TBC SS19 Montim 2 (8,64 km)
TBC SS2 Fafe 2 – Power Stage (11,18 km)
TBC Cerimónia de Pódio Matosinhos
TBC Conferência de Imprensa de Final de Rally (Exponor, Gabinete de Imprensa)

walterUma grande honra foi concedida à lenda alemã do desporto automóvel, Walter Rõhrl: a 30 de janeiro, tornou-se o primeiro piloto automóvel de ralis e nunca campeão do mun­do de Fórmula 1 a ser incluído no hall of fame do desporto automóvel. A cerimónia teve lugar ontem, na sede da Fédération lnternationale de l'Automobile (FIA), em Paris.

Nascido em Regensburg, Baviera, Rõhrl (71 anos) começou a sua carreira nos ralis em 1968, ao volante de veículos privados. Tornou-se piloto de fábrica em 1972, colocando-se imediatamen­ te entre a elite mundial: Rõhrl venceu o Rali de Monte Cario por quatro vezes, ao volante de qua­ tro marcas diferentes, tendo sido também campeão do mundo de ralis por duas vezes.

Entrou no Campeonato Alemão de Ralis em 1981 aos comandos de um Porsche 924 e, no mesmo ano, pilotou um Porsche 911 numa prova do Campeonato do Mundo, em San Remo; foi também durante a década de 80 do século passado que começou a participar no desenvolvimento dos automóveis desportivos da Porsche, começando com o Porsche 964 Carrera 4 de tração inte­ gral.

Os destaques do envolvimento de Rõhrl com o departamento de desenvolvimento e afinação incluem os superdesportivos Porsche 959, Carrera GT e 918 Spyder. Além disso, Rõhrl tem sido embaixador da Porsche pelo mundo desde 1993.

rpapre19A edição 2019 do Rali de Portugal foi hoje oficialmente apresentada na sede do ACP em Lisboa, tendo como grande novidade do regresso da maior prova de estrada nacional aos troços da região centro (Arganil, Lousã e Góis).

Todos os rumores dos últimos dois meses, foram hoje oficialmente confirmados para o Rali de Portugal de 2019, isto é, a prova vai regressar duas décadas depois à zona centro de Portugal, disputando-se uma etapa nos troços de Arganil, Lousã e Góis.

"O Rali de Portugal é a prova mais vista em termos televisivos em todo o mundo", afirmou Carlos Barbosa, Presidente do ACP, dizendo que "é um velho sonho regressar à Lousã, Góis, Arganil e Coimbra, depois de Caminha e Ponte de Lima terem abdicado do rali por iniciativa própria".

O Presidente da Região de Turismo do Centro, Pedro Machado afirmou que "é um regresso ao santuário dos ralis", reforçando a importância do rali voltar a esta região, podendo casar o turismo com o desporto.

Em termos de novidades, o rali irá ter uma partida simbólica em Coimbra, da Porta Férrea (Portas da Universidade), no primeiro dia (5ª feira), para no dia seguinte se disputar uma dupla passagem por Lousã, Góss e Arganil, com um mini Parque de Assistência em Arganil.

Outra novidade é que Horácio Rodrigues, será o novo Diretor de Prova do Rali de Portugal.