faceralis

 

WEBINAR Prancheta-1-copia-6

Mundial

meganer410Já tínhamos mencionado anteriormente, na noticia das novas regras da FIA 2011, sobre a intenção da Renault Sport em preparar um Renault Megane RS N4.

Durante o Rally du Var (26 a 28 de Novembro), a Renault Sport deverá fazer a estreia do novo Megane RS N4 em competição. Provavelmente, deverá ter a função de carro "zero", tal como fez Jean Ragnotti em 2009 no lançamento do Renault Twingo R2. O novo carro estará disponível para os clientes, antes do inicio da temporada 2011.

Com homologação no agrupamento de produção da classe 4, o Megane RS tem tracção dianteira e será equipado com uma caixa de 5 velocidades da Sadev. O motor de série com 250cv, deverá ter mais uns cavalos extra com a nova electrónica desenvolvida pela Cosworth e com o sistema de escape de competição. As suspensões serão da Öhlins com triplo ajuste e os travões da Brembo, com discos dianteiros de 355mm e posteriores com 290mm.

Colaboração Ricardo Nascimento

bruno2diamc10Bruno Magalhães e a Peugeot Portugal regressam três anos deçpois ao rali de Sanremo, novamente com Bruno Magalhães, que reconhece estar entusiasmado por voltar a esta mítica prova.

Bruno Magalhães: "Vamos procurar somar mais pontos para o campeonato, conscientes de que vai ser uma prova muito difícil face à qualidade dos inscritos. E vamos ter de contar com os concorrentes do campeonato italiano, que têm bons carros e conhecem as especiais. Admito poder estar mais à vontade no primeiro dia, por os troços serem iguais aos de 2007, mas não posso dizer que os conheço tão bem como alguns dos meus adversários. O grande desafio é a especial nocturna com 44 km, que tem uma extensão a que não estamos habituados, mas, como também gosto de guiar à noite, estou entusiasmado com a participação em Sanremo."

Carlos Barros, director desportivo da Peugeot Sport Portugal: "Três anos depois voltamos a Sanremo, com a vontade de andar o mais depressa possível e com o objectivo de terminar nos cinco primeiros lugares. Sabemos que é mais difícil do que noutras provas, pois para além dos habituais participantes do IRC vamos ter a concorrência de um grande número de pilotos italianos, com destaque para os dois pilotos oficiais da Fiat Abarth. É que se houve provas onde os pilotos locais não eram adversários a ter em conta, desta vez isso não acontece. Gostávamos de terminar o campeonato no pódio, mas temos a consciência de que será muito difícil, uma vez que depois de Sanremo ficam a faltar duas provas que nós já não faremos. Temos os nossos sete resultados, ao contrário do que sucede com alguns dos nossos mais directos adversários, que podem, ainda, contabilizar mais pontos."

113 Inscritos e 31 S2000

As estradas da Liguria recebem as mais de 100 equipas inscritas (113), 31 delas com S2000, para uma prova que já integrou o calendário do Campeonato do Mundo e que, agora no IRC, continua a ser uma das mais carismáticas da história do automobilismo mundial.

Pela frente, Bruno Magalhães (Nº 15) tem um enorme desafio, uma vez que, aos habituais envolvidos no IRC, juntam-se os pilotos italianos, alguns deles candidatos às primeiras posições.

Estão neste caso Giandomenico Basso, Luca Rossetti e Renato Travaglia, com os Fiat Punto, Umberto Scandola e Andrea Navarra, que se juntam a Andreas Mikkelsen ao volante dos Ford Fiesta, e Paolo Andreucci, Piero Longhi, Gianfranco Cunico e Alessandro Perico, entre outros, que tal como Bruno Magalhães guiam os Peugeot, formando uma armada de 15 Peugeot 207 S2000.

Além destes, a Skoda alinha com seis Fabia, para Juho Hanninen, que defende o comando do campeonato, Jan Kopecky, Guy Wilks, Freddy Loix, Marco Signor e Michele Cinotto. A Proton conta com o regressado Gilles Panizzi e Neal McShea, e a Peugeot com Kris Meeke, Thierry Neville e Bryan Bouffier, entre outros, o que deixa antever uma prova aberta e de resultado imprevisível.

Em termos de percurso, os concorrentes vão cumprir 11 provas de classificação ao longo de dois dias, com o destaque a ir para os 44 km de Ronde, que tem lugar na noite de sexta-feira.

É um regresso aos bons velhos tempos das provas de estrada, quando havia classificativas nocturnas, algo a que a maior parte dos pilotos não está habituada.

Pieter Tsjoen dominou e venceu a 51ª edição do Rallye Omloop Van Valaanderen e após o quinto triunfo da temporada, o piloto belga comemorou o título de campeão belga pela sexta vez.

Patrick Snijers esteve ausente deste evento pois, viu que já não tinha hipóteses de lutar pelo campeonato e decidiu juntamente com os seus patrocinadores, economizar dinheiro e material, para se concentrar na temporada 2011.

Paul Lietaer terminou a primeira etapa na segunda posição mas, no inicio do dia seguinte, o veterano piloto teve uma saída de estrada com o Subaru de 1999 e o motor deste, nunca mais conseguiu funcionar.

Com este azar, Freddy Loix subiu uma posição e terminou novamente na segunda posição, ao volante do Skoda Fabia S2000 da René Georges, tendo desta vez como navegador, o representante do seu maior patrocinador.

No último lugar do pódio, terminou Melissa Debackere com o seu velhinho Toyota Corolla WRC.

Ricardo Nascimento

 

 

Depois de Markko Martin, a Prodrive colocou já a sua nova estrela a "render" sentando-o ao volante do "híbrido" Mini Countryman WRC, que a equipa continua a testar intensamente em Ponte de Lima. Após a utilização do troço Arcos Portela, do antigo Rali de Portugal, hoje a Mini está a testar num troço nunca utilizado para ralis, paralelo ao antigo troço de São Lourenço (antes da passagem do asfalto na cabração). Mais detalhes Se dos lado dos responsáveis da Mini / Prodrive não se arranca uma palavra, já Markko Martin e alguns elementos que estão na organização destes testes (exteriores à Prodrive) se foi sabendo mais alguns pormenores. A versão estética final do Mini Countryman WRC ainda não está definida totalmente, sendo a carroçaria do carro utilizado nestes testes proveniente de uma carroçaria de série. O carro será apresentado "oficialmente" para a próxima semana em Inglaterra, nas instalações da Prodrive perante um lote restrito de jornalistas do Mundial de Ralis, sendo nessa altura fornecidas as primeiras fotos da versão "próxima" daquela que será a definitiva. As autorizações para a realização destes testes em Ponte de Lima terminam amanhã (6ª feira) pelas 19 horas.

logosnare10A 52ª edição do Rallye Sanremo, para o IRC e Campeonato Italiano, vai contar à partida com 30 viaturas S2000, na lista de 102 inscritos. O nosso Bruno Magalhães vai estar presente neste rally muito dificil e Gilles Panizzi, está de regresso à competição.

 

ABARTH
Giandomenico Basso; 
Luca Rossetti; 
Renato Travaglia

M-SPORT
Andreas Mikkelsen; 
Umberto Scandola; 
Andrea Navarra

PEUGEOT
Bruno Magalhães; 
Kris Meeke; 
Thierry Neuville; 
Bryan Bouffier; 
Franz Wittmann Jr.; 
Paolo Andreucci; 
Piero Longhi; 
Gianfranco Cunico; 
Alessandro Perico; 
Rudy Michelini; 
Tobia Cavalini; 
Burcu Çetinkaya; 
Alesio Pisi

SKODA
Juho Hänninen; 
Jan Kopeck?; 
Guy Wilks; 
Freddy Loix; 
Marco Signor

PROTON
Gilles Panizzi; 
Neal McShea

Colaboração Ricardo Nascimento