faceralis

 

penafielracingfest

Mundial

Edit

Amount of short articles:

Amount of articles links:

You can order sections with dragging on list bellow:

  • Mundial
Guardar
Cancelar
Reset

ERC

Fotos Rali Serras de Faf

Image - Fotos Rali Serras de Faf

Fotos Rali Serras de Fafe 2023 Mondegosport

Segunda, 13 Março 2023 Comente

Eventos

Tragédia climática suspe

Image - Tragédia climática suspe

(Por José Carlos Vieira Santos, fotos de Edson Castro) Depois de dias consecutivos de chuvas torren

Sábado, 18 Maio 2024 Comente

Nacional

Dupla do Uruguai é campe

Image - Dupla do Uruguai é campe

(Por José Carlos Vieira Santos, desde o Brasil. Fotos: Edson Castro) Foi realizada entre os dias 8

Terça, 12 Dezembro 2023 Comente

WRC

Fotos Rally de Portugal

Image - Fotos Rally de Portugal

FOTOS RALI DE PORTUGAL 2024CLICK AQUI FOTOS BRUNO FERNANDES   ADQUIRE O ANUÁRIO RALIS ONLINE

Terça, 14 Maio 2024 Comente

Mundial

sparrall23SPA RALLYE (FOTOS MARC HILGER)
CLICK AQUI

ANUÁRIO RALIS ONLINE 2022
PEÇA O SEU EXEMPLAR AQUI

 

toyota23berdomO Rali Cidade de Pozoblanco, disputado este fim de semana, foi a oitava e última prova da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup 2023. A segunda edição da competição monomarca com os Toyota GR Yaris RZ Cup foi emocionante, já que tanto Dani Berdomás (Grupo Breogán) como Sergi Francolí (CSM Automoció) chegavam à prova final com a possibilidade de ganhar o título.

O rali, em piso de terra, começou com uma classificativa de abertura complicada, devido ao pó. Este troço serviu para estabelecer o guião da jornada, já que Bruno Bulacia (CSM Automoció) partiu com a clara intenção de assegurar o segundo lugar da classificação geral. Para consegui-lo estava obrigado a vencer o rali e era necessário, também, que Sergi Francolí cometesse algum erro. Daí que o boliviano lançasse um forte ataque desde o início e depois de ter registado o melhor tempo na primeira "especial" do dia, voltou a consegui-lo mais seis vezes. Dani Berdomás (Grupo Breogán) secundou-o naquela especial e Sergi Francolí (CSM Automoció) foi o terceiro mais rápido.

A hierarquia verificada nessa primeira "especial" repetiu-se nas três seguintes da manhã e como Sergi Francolí (CSM Automoció) não averbou nenhum melhor tempo, o que lhe permitiria somar pontos extra, Dani Berdomás (Grupo Breogán) passava a ser, matematicamente, o vencedor da segunda edição da TGR Iberian Cup, muito embora ainda restassem mais quatro "especiais" para o final.

Durante a manhã ocorreram dois acidentes: Joan Sabater (CSM Automoció) saiu de estrada, sendo forçado a abandonar, e Isaac Vera (Kobe Motor), que regressava neste rali, não pôde chegar ao fim devido a um problema mecânico. Enquanto isso, Javi Villa (Asturhíbrido), apesar de ter prosseguido em prova depois de capotar, perdeu a possibilidade de discutir os primeiros lugares, algo que não ensombra o bom desempenho na sua época de estreia em ralis.

Alberto Monarri (IPPON Motor Vallés), muito regular ao longo do rali, terminou, finalmente, quarto, posição que lhe permitiu situar-se no mesmo lugar da classificação geral da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup, com uma vantagem de 5 pontos para Javi Villa (Asturhíbrido), que foi quinto.

Pedro Lago Vieira (Toyota Caetano Auto), único piloto português inscrito em Pozoblanco, posicionou-se no quinto lugar desde o início e assim continuou até ao final, somando pontos importantes, embora em número insuficiente para superar Ricardo Costa (Macedo & Macedo GTW Racing), ausente nesta prova. Ambos acabaram a época separados por escassos três pontos. Logo a seguir a Pedro Lago Vieira (Toyota Caetano Auto) situou-se José Mulero (Labasa), para terminar em sexto o rali e oitavo da classificação geral.

A classificação do Rali Cidade de Pozoblanco fechou com Alberto Llovera (Grupo La Grajera) na sétima posição, o que lhe permitiu assegurar o título de melhor piloto sénior (mais de 54 anos).

Cumpridos os 93 quilómetros cronometrados em piso de terra, Bruno Bulacia (CSM Automoció) somou a sua segunda vitória da temporada com o GR Yaris, mantendo o terceiro lugar da classificação geral final e reafirmando-se como o melhor piloto Júnior (menos de 24 anos). O pódio desta última prova foi completado por Dani Berdomás (Grupo Breogán) e Sergi Francolí (CSM Automoció).
No final do rali teve lugar a gala oficial da época, com a entrega de prémios da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup, competição monomarca organizada por Toyota Caetano Portugal, Toyota Espanha e MSI.

Para mais informação consulte: https://www.toyotagazooracingiberiancup.com/

brasil(Por José Carlos Vieira Santos, desde o Brasil. Fotos: Edson Castro)

 
Foi disputada nos dias 17 e 18 de novembro, no município de Severiano de Almeida, no estado do Rio Grande do Sul, a sexta e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Rally, que até então contava com a liderança da dupla uruguaia Federico Ensslin / Martin Villete que, com problemas mecânicos, obteve somente a 10ª posição na classificação geral do rally, aos comandos de seu Mitsubishi Lancer Evolution X.
 
O evento teve a sua abertura na sexta-feira, com a realização de uma especial urbana noturna, disputada sobre asfalto no centro da cidade. As nove provas especiais restantes foram disputas no sábado debaixo de muita chuva na parte da manhã, entre as estradas de terra da região e um trecho urbano de asfalto, totalizando 140 km de troços cronometrados vencidos pela dupla Milton Pagliosa / Vinícius Anziliero, a bordo de outro Lancer Evo X, depois dos problemas mecânicos que afetaram os líderes Ensslin / Villete quando ainda faltavam duas especiais para o final da competição. "É como um presente para nós herdar esta posição privilegiada e poder lutar por esse campeonato que nunca obtive", declarou Pagliosa na ocasião, sendo que com esta vitória ele e Anziliero assumem a liderança do certame com poucos pontos de vantagem sobre os uruguaios. Na prática, a dupla que conseguir vencer a outra no próximo rally será declarada a campeã de 2023 na categoria maior.
 
A segunda posição geral foi obtida pela dupla Claudio Rossi / Eduardo Tonial, também com Lancer Evo X, com Eduardo Cavaletti e Murilo Spironelo, a bordo de um Hyundai HB20 Proto 4x4, completando o pódio na categoria Rally 2, reservada aos veículos de tração integral.
 
Na categoria Rally 4, a vitória foi da dupla Fernando Solimann / Felipe Costa com um Ford Ka, mas o título foi obtido por antecipação pela dupla Luís Stédile / KZ Morales, com um Renault Clio RS Turbo. Na categoria Rally 5 a vitória ficou com a dupla Luciano Américo de Melo / Maicol Souza com um Peugeot 207, mas o título ficou  nas mãos de José Barros Neto, navegado nesta ocasião por Gabriel Morales, a bordo de um Volkswagen UP! TSI Turbo.
 
A próxima  e última etapa do Campeonato Brasileiro de Rally será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro no município de Marcelino Ramos, também no estado do Rio Grande do Sul.
 
Resultados:
 
 Categoria Rally 2
1) Milton Pagliosa / Vinícius Anziliero - Mitsubishi Lancer Evo X
2) Claudio Rossi / Eduardo Tonial - Mitsubishi Lancer Evo X
3) Eduardo Cavaletti / Murilo Spironelo - Hyundai HB20 Proto 4x4 (...)
 
Categoria Rally 4 
1) Fernando Solimann / Felipe Costa - Ford Ka
2) Carlos Eduardo Celuppi / Mateus José Perin - Peugeot 207
3) Marcos Valandro / Dario Driessen - Volkswagen Gol (...)
 
Categoria Rally 5
1) Luciano Américo de Melo / Maicol Souza - Peugeot 207
2) José Barros Neto / Gabriel Morales - Volkswagen UP! TSI Turbo
3) Vinícius Veron Vendruscolo /  Lucas Miotto Loss - Peugeot 207 (...)

koln23hilgerFotos Rallye Köln Ahrweiler 2023
(Marc Hilger)

CLICK AQUI

ANUÁRIO RALIS ONLINE 2022
PEÇA O SEU EXEMPLAR AQUI

toyotatroffim23O Rali Cidade de Pozoblanco será a oitava e última prova da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup, organizada pela Toyota Caetano Portugal, Toyota Espanha e MSI. A segunda época desta competição monomarca disputada com os Toyota GR Yaris RZ Cup terá o seu ponto final este fim de semana (17 e 18 de novembro).

Com os títulos já decididos de melhor piloto Júnior (menos de 24 anos), ganho por Bruno Bulacia, e de melhor equipa, conquistado pela CSM Automoció (na qual está integrado o piloto boliviano), ainda falta conhecer quem serão o piloto e o co-piloto vencedores desta emocionante temporada.

Ao lugar mais alto do pódio final apenas podem aspirar duas duplas, a formada por Dani Berdomás e Brais Mirón (Grupo Breogán) e a Sergi Francolí e Xavier Moreno (CSM Automoció), as mais rápidas e com maior número de vitórias na temporada. Até ao momento, o piloto galego conseguiu quatro triunfos, enquanto Francolí soma dois. Ambos os pilotos estão separados por oito pontos, sendo importante recordar que as equipas podem descartar um dos resultados das provas disputadas em Portugal e outro nas provas em Espanha, pelo que a classificação final será estabelecida com base nos pontos obtidos após tais exclusões.

Mas não se viverá um rali emocionante apenas na disputa do título da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup, já que os restantes lugares de honra se encontram ainda em aberto. Ao segundo lugar do pódio, para além dos pilotos já referidos, também é candidato Bruno Bulacia (CSM Automoció), enquanto a luta pela terceira posição final antevê-se, igualmente, frenética, entre Alberto Monarri (IPPON Motor Vallés) e Javi Villa (Asturhíbrido). Este último fez uma época em clara ascensão e tornou-se no piloto com maior número de pódios, o que lhe permitiu ficar em condições de discutir agora a terceira posição final.

Por outro lado, Albert Llovera (Grupo La Grajera) está na corrida para o título de melhor piloto sénior (mais de 54 anos). Chegar ao final do rali basta-lhe para garantir tal galardão, tal como acontece no que diz respeito ao piloto da categoria Júnior, recebendo ambos um prémio monetário suplementar adicionado ao que receberão pela sua posição na classificação geral.

Pedro Lago Vieira (Toyota Caetano Auto) será, mais uma vez, o único piloto português na lista de inscritos, perante as ausências de Ricardo Costa e de Miguel Campos, da equipa Macedo & Macedo GTW Racing.

A lista de inscritos da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup nesta jornada final é completada por José Carlos Mulero (Labasa), Joan Sabater (CSM Automoció) e Isaac Vera, que volta a ocupar o lugar na equipa KOBE Motor que nos últimos ralis de asfalto havia sido de Antonio Sainz. No total, serão dez os GR Yaris inscritos nesta prova.

O Rali Cidade de Pozoblanco disputa-se integralmente em terra e comporta um total de 93,66 quilómetros cronometrados, divididos em oito "especiais". O rali começa na sexta-feira, dia 17, com o shakedown e a partida protocolar, enquanto as "especiais" se disputam no sábado, dia 18. A classificativa mais longa tem a extensão de 15,43 quilómetros e a mais curta pouco mais de 4 quilómetros. Esta prova, além de ser pontuável na TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup integra o calendário do Supercampeonato de Espanha de Ralis, pelo que se antevê uma grande afluência de público numa jornada para a qual está prevista uma meteorologia favorável.