facebook

posvendaclick

Nacional

Edit

Amount of short articles:

Amount of articles links:

You can order sections with dragging on list bellow:

  • Nacional
Guardar
Cancelar
Reset

CPR

Soltas Rali Serras de Fa

Image - Soltas Rali Serras de Fa

Miguel Barbosa e Pedro Meireles foram penalizados 10s por falsa partida na super-especial. Esta deci

Domingo, 18 Fevereiro 2018 Comente

Eventos

Filipe Matos preparado p

Image - Filipe Matos preparado p

Filipe Matos esteve no passado fim-de-semana a preparar o Rally Serras de Fafe. Iniciou no sábado os

Quarta, 14 Fevereiro 2018 Comente

Open

Mapas Rali Serras de Faf

Image - Mapas Rali Serras de Faf

Mapas Rali Serras de Fafe 2018.                 &nb

Domingo, 4 Fevereiro 2018 Comente

Nacional

meiMiguel Barbosa e Pedro Meireles foram penalizados 10s por falsa partida na super-especial. Esta decisão, que só surgiu no final do rali, não afetou Miguel Barbosa, mas fez com que Meireles perdesse o terceiro lugar para José Pedro Fontes, que assim vê cair-lhe um pódio quando já não o esperava. Lamenta-se, contudo, que esta penalização não tenha sido logo atribuída no final do primeiro dia, pois certamente que as estratégias dos pilotos para o segundo dia teriam sido diferentes.

Não foi muito feliz José Carlos Macedo neste seu regresso aos ralis, apesar de ser evidente que quem sabe não esquece. No primeiro dia capotou e já no decorrer do segundo, após o salto de Fafe, teve um problema físico obrigando a parar de imediato, tendo esperado muito tempo por assistência. Sem dúvida um caso aa rever. As melhoras ao piloto.

As diversas incidências da prova nem sempre permitem um decorrer célere da mesma e dentro dos horários. No primeiro dia a organização atrasou o rali para todos os pilotos fazerem os troços de noite (e bem), mas no segundo dia voltou a haver grandes atrasos por despistes, mesmo que a gravidade dos mesmos não tenha sido grande.

Apesar de não estar uma enchente em Fafe, a verdade é que foi um rali acompanhado por muita gente. Pareceu-nos que estiveram mais pessoas no primeiro dia do que no segundo. Talvez voltar à fórmula de um dia apenas seja a melhor solução para se mantenha o público durante todo o dia em Fafe.

CLASSIFICAÇÃO FINAL RALI SERRAS DE FAFE
classififafe18re

mouravenceA edição 31 do Rali Serras de Fafe contou como uma surpreendente luta pela vitória. Se Ricardo Moura era já apontado como favorito, poucos acreditavam que o seu principal opositor fosse Miguel Barbosa.

Aliás, Barbosa não foi um opositor qualquer, pois chegou a trocar a liderança da prova várias vezes com Moura e terminou o rali no segundo lugar mas a uns fantásticos 1,7s, tendo os dois pilotos feito o mesmo tempo no derradeiro troço.

Felizmente para este rali que apareceu Barbosa, caso contrário o açoriano tinha ido a Fafe fazer um belo passeio de fim-de-semana, embora enfrentando um dos ralis mais difíceis de sempre em Fafe, devido ao péssimo estado dos troços.

Quanto a Pedro Meireles, esteve igual a ele próprio, mas neste rali a consistência só lhe permitiu o pódio, o que é excelente para o campeonato, mas a mais de 1m42s do líder, o que é de facto muito para quem conhece tão bem estes troços e dispõe de um Skoda.

Para José Pedro Fontes este rali terá sido bem difícil. A terra não é o seu piso de eleição, mas a paragem após tantos meses deixou as suas marcas, para um piloto que precisa de mais ritmo de competição para atingir os níveis de há dois anos.

A fiabilidade já se sabia que não era o forte dos Hyundai e isso ficou bem provado neste Rali Serras de Fafe. Quer Armindo Araújo quer Carlos Vieira tiveram um segundo dia bem mais competitivo que o primeiro e já andaram mais próximo de Moura e Barbosa, mas mesmo assim existe ainda um caminho a percorrer, como se prova pelo 5º e 6º lugares obtidos por estes pilotos.

O campeão das duas rodas motrizes teve em Fafe uma demonstração de força, vencendo e convencendo nesta categoria. Daniel Nunes em carro idêntico foi o segundo classificado depois de mais uma prova em alto ritmo, ficando no terceiro lugar Paulo Neto, que demorou muito a encontrar-se neste rali.

A Taça Nacional de Ralis foi ganha por Ricardo Matos no Lancer Evo IX, com uma vantagem de 2m30s para Fernando Teotónio em Lancer Evo VII e 2m59s para Pedro Sá em Lancer Evo IX.

No Regional Norte, Fernando Peres foi "rei", vencendo com uma margem de 12,6s para Carlos Fernandes e 57,1s para Márcio Marreiros, todos em Lancer (IX, VI e IX).

A prova de abertura teve um esquema de troços para esquecer, como teve demasiados atrasos, ficando evidente que que muito existe a fazer do ponto de vista organizativo, perante uma parque de assistência tão valiosa como aquele que houve em Fafe.

Liderança da prova
Ricardo Moura (Pec 1 a Pec 5A); Miguel Barbosa (Pec 5B e Pec 6); Ricardo Moura (Pec 7); Miguel Barbosa (Pec 8 e 9); Ricardo Moura (Pec 10 e 11)
Vencedores de Troços
Ricardo Moura (7); Miguel Barbosa (5)

Clssificação Final
classififafe18

serrasfotosFotos: Ralis Online (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Rali Serras de Fafe
Data: Fevereiro 2017
Site: www.ralisonline.net

 

barbosaMiguel Barbosa é a grande surpresa no final do primeiro dia do Rali Serras de Fafe, sendo o líder da prova por mérito próprio, depois de vencer um troço e as duas passagens pela super-especial, contrariando todas as previsões, onde não era claramente apontado como favorito para discutir a vitória nesta prova.

Ricardo Moura é que não foi surpresa para ninguém, atacando desde o primeiro troço, para depois gerir a sua posição de líder na super-especial, onde terá optado por cair para segundo para o dia de amanhã não abrir a estrada.

Pedro Meireles esteve igual a própria. Não arriscou muito e vez uma boa gestão da sua prova que lhe permite estar no terceiro lugar.

José Pedro Fontes começou com muitas cautelas e com alguns receios, mas nas segundas passagens já foi mais competitivo, ocupando mesmo assim um bom quatro lugar da classificação.

Passando por algumas dificuldades nos troços de noite, onde perdeu algum tempo, João Barros roda pelo quinto lugar, na frente de Armindo Araújo que entrou demasiado cauteloso e que teve um problema com um tubo do turbo nos dois troços noturnos.

Entre os pilotos principais, destaque para Carlos Vieira que teve um problema eletrónico no Hyundai e depois veio a "capotar" o carro, para além de um furo, que motivou um enorme atraso de mais de 2 minutos.

serrasdefafeapNão é fácil fazer vaticínios sobre quem serão os principais candidatos a vencer o Rali Serras de Fafe.

Porém, pela experiência, pela história e pelos objetivos com que se apresentam nesta prova, não é difícil apontar nomes como Ricardo Moura, Carlos Vieira, José Pedro Fontes, Pedro Meireles e Armindo Araújo.

Desde lote destaco o açoriano Ricardo Moura, pela competitividade que demonstra na terra, por normalmente dominar em Fafe e porque é aquele que não pensa nas contas do Campeonato e, por isso, só tem como objetivo vencer.

Pedro Meireles é sempre muito competitivo em Fafe e nos troços de terra, mas desta vez não poderá gerir tanto o andamento, pois existem muitos candidatos ao primeiro lugar.

José Pedro Fontes terá uma difícil prova para superar, quer do ponto de vista psicológico quer da competividade, neste seu regresso à competição. O piloto sabe que para as contas do campeonato um pódio já é um bom resultado em Fafe.

Quanto aos dois pilotos da Hyundai, a maior dúvida não está propriamente do lado dos pilotos, nomeadamente do lado do Campeão Nacional. Carlos Vieira provou em Mortágua que pode vencer na terra e Armindo Araújo tem um estatuto a defender e por certo que quererá pelo menos um pódio. A maior duvida é o Hyundai que ainda não provou propriamente a sua fiabilidade, apesar de se saber que competitividade está ao nível dos outros.

Quanto a João Barros é uma incógnita, embora acredite que pode perfeitamente chegar ao pódio, enquanto pilotos como Miguel Barbosa e Ricardo Teodósio poderão também andar próximo.

Esperamos que não existam desistências e que a disputa pelo primeiro lugar esteja ao rubro até final, pois este início de Campeonato merecia isso.

Paulo Homem