facebook

fabrica

Nacional

Edit

Amount of short articles:

Amount of articles links:

You can order sections with dragging on list bellow:

  • Nacional
Guardar
Cancelar
Reset

CPR

Challenge entregou prémi

Image - Challenge entregou prémi

Com a distribuição de prémios do Challene DS3, encerrou definitivamente um ciclo de três anos desta

Sexta, 8 Dezembro 2017 Comente

Eventos

60.000 Euros de prémios

Image - 60.000 Euros de prémios

O Kia Picanto GT Cup assume-se como a principal competição monomarca de promoção de novos valores e

Sábado, 9 Dezembro 2017 Comente

Open

"Apresentamos alguma inc

Image -

O Diretor da Equipa  Hyundai Michel Nandan faz uma análise retrospetiva da temporada de 2017, d

Quarta, 22 Novembro 2017 Comente

Nacional

KIAtroO Kia Picanto GT Cup assume-se como a principal competição monomarca de promoção de novos valores e também a continuidade de muitos pilotos no desporto automóvel em Portugal. É sob este princípio que estão a ser preparados todos os pormenores. As mais recentes novidades prendem-se com os prémios em questão e que perfazem um total que ronda os 60 mil euros. Estão reunidas ainda mais condições para viabilizar a prática do automobilismo em Portugal.

Seja nos ralis ou na velocidade, todos os pilotos podem mostrar o seu valor no Kia Picanto GT Cup. A tradução, em resultados, dessa competência, rapidez e consistência na estrada ou nas pistas vai resultar em prémios muito aliciantes desde o primeiro (500 euros) até ao décimo (100 euros) classificados por categoria e por prova. Quanto melhor for a qualificação, melhor será o prémio atribuído. Os três mais fortes da categoria na Super Taça (categorias Júnior, Pro e Feminina), competição que agrega os ralis e as provas em circuito definidas no calendário, têm um estímulo adicional. São três mil euros para o vencedor, dois mil para o segundo classificado e mil euros para o terceiro.

O pack de prémios é muito forte e uma verdadeira motivação extra para quem vive o automobilismo e quer competir já na época que aí vem. Consoante o número de pilotos inscritos nesta competição organizada pela Kia Portugal e pela CRM Motorsport, com apoio da FPAK, o valor total final pode chegar aos 60 mil euros. Será, por isso, o único troféu a premiar de forma inequívoca os praticantes de desporto automóvel nacional da actualidade.

Categorias mais abrangentes

No Kia Picanto GT Cup vão haver três categorias definidas com o intuito de promover a competição automóvel. Assim, os pilotos vão competir na categoria Júnior, na Pro e/ou na Feminina.

A categoria Júnior foi estabelecida para que os novos valores se possam mostrar e dar os primeiros passos no desporto automóvel. Assim, podem participar pilotos que tenham entre 16 e 27 anos (inclusive) que nunca tenham ganho qualquer campeonato ou troféu no automobilismo, excepto no karting. Os vencedores do Kia Picanto GT Cup nesta categoria não podem repetir a participação. Têm de passar para a categoria Pro. Cada piloto só pode competir na classe Júnior durante três anos.

A categoria Pro é a mais abrangente de todas. Nesta podem competir todos os pilotos a partir dos 16 anos com algumas excepções. Ficam, assim, impedidos de participar todos os que tenham participado num campeonato nacional completo de velocidade (TCR) e de ralis, mas apenas nos últimos dois anos, a não ser os que competiram na categoria R1 ou tenham participado no "Nacional" de Iniciados (esses estão autorizados). Os campeões ou vice-campeões internacionais (excepto karting) dos últimos sete anos também não podem competir no Kia Picanto GT Cup. Esta regra aplica-se, também, no campeonato nacional de montanha absoluto, apenas nos últimos dois anos.

A organização do Kia Picanto GT Cup criou uma terceira categoria exclusiva para mulheres. Nesta podem competir todos os pilotos do sexo feminino que tenham 16 anos ou mais. Também haverá a distinção Júnior e Pro, mas, para que esta seja constituída, é necessário haver um mínimo de três participantes.

O Kia Picanto GT Cup tem um limite de 30 inscrições para 2018. Ainda existem alguns carros disponíveis, mas os interessados já não têm muito tempo pois as vagas são cada vez menos. Todas as informações sobre esta nova competição automóvel em Portugal no website oficial: www.kiapicantogtcup.com.

Prémios Classificação Final da Super Taça (Velocidade + Ralis) por categoria
1º 3.000,00€
2º 2.000,00€
3º 1.000,00€

Prémios Classificação por Prova e por categoria
1º 500,00€
2º 450,00€
3º 400,00€
4º 350,00€
5º 300,00€
6º 250,00€
7º 200,00€
8º 150,00€
9º 100,00€
10º 100,00€

Calendário Provisório Kia Picanto GT Cup
6 de Maio – Estoril Delivery Day*"
27 de Maio – Braga Racing Weekend*
30 de Junho e 1 de Julho – Rali Casino de Espinho"
4 e 5 de Agosto – Rali Vinho Madeira"
16 de Setembro – Estoril Sponsor Day*"
22 e 23 de Setembro – Rali de Castelo Branco"
27 e 28 de Outubro – Algarve Racing Weekend*
10 e 11 de Novembro – Estoril Racing Festival*
* Taça Kia Picanto GT Cup Velocidade
" Taça Kia Picanto GT Cup Ralis
*" Super Taça Kia Picanto GT Cup

 

ds3Com a distribuição de prémios do Challene DS3, encerrou definitivamente um ciclo de três anos desta competição monomarca.

Neste momento final, Vitor Calisto, mentor do projeto, fez um pequeno balanço, que considerou positivo, apresentando os resultados de retorno desta competição ao longo deste ano e em comparação com os anos anteriores.

Para além dos pilotos que participaram no Challenge, com destaque para o vencedor de 2017, Diogo Soares, foi ainda reconhecida a importância de todos aqueles (imprensa, staff, patrocinadores, etc) que contribuiram para o sucesso desta competição.

kia copyA Kia e a CRM Motorsport voltaram a unir esforços para construírem uma competição revolucionária no panorama do desporto automóvel em Portugal. A parceria reforçada traduz-se no Kia Picanto GT Cup, uma competição inovadora que tem início marcado para a próxima temporada e que se propõe a facilitar a prática do automobilismo no nosso país.

O Kia Picanto GT Cup é um troféu monomarca em que os Pilotos vão pilotar o Kia Picanto com motor 1.0 Turbo, 140 cavalos de potência, tracção dianteira e uma caixa manual de cinco velocidades num calendário competitivo misto com corridas de velocidade e ralis. Impulsionada pela Kia, esta competição pretende ser a rampa de lançamento de novos valores no automobilismo português e uma fórmula que permite a Pilotos mais experientes continuarem em actividade com custos controlados.

O Kia Picanto GT Cup está estruturado em três categorias. A Júnior é a porta de entrada para o automobilismo. Os participantes aí integrados só podem correr se tiverem mais de 16 anos (inclusive), menos de 27 anos (inclusive) e nunca tenham tido licença desportiva FPAK, excepto de karting. Na categoria Sénior podem entrar todos os Pilotos que já tenham tido licença desportiva de automobilismo (excepto se pontuaram em campeonatos nacionais nos últimos três anos). A terceira categoria é a Taça Feminina, reservada a mulheres, mas que só será uma realidade se houver um mínimo de três equipas.

Com oito eventos no calendário provisório, o Kia Picanto GT Cup constitui-se como o desafio mais completo e versátil do panorama competitivo em Portugal. O início está previsto para Maio, com o Estoril Delivery Day e termina em Novembro, no Estoril Racing Festival. Nos oito eventos previstos, três formam a Taça Kia Picanto GT Cup Velocidade, enquanto outras três constituem a Taça Kia Picanto GT Cup Ralis. O Estoril Delivery Day é um dia de formação para os mais novos, no qual estes têm aulas práticas e teóricas, e uma oportunidade para os séniores terem o primeiro contacto com o carro. O Sponsor Day também se realizará no Circuito do Estoril, em Setembro, e tem por base uma acção de co-driving em conjunto com os patrocinadores de cada projecto.

O vencedor da Super Taça Kia Picanto GT Cup será o piloto com a maior pontuação somada na Taça de Velocidade e na Taça de Ralis. Deste modo, os Pilotos, que por uma questão de custos optem por partilhar carro, devem, cada um, participar numa das taças: velocidade ou ralis. Assim ficam habilitados a discutir a vitória da Taça em que participarem, mas excluídos da Super Taça.

A organização do Kia Picanto GT Cup vai disponibilizar 30 carros para a primeira temporada deste promissor troféu monomarca. Os interessados devem realizar a encomenda, através da plataforma digital localizada no seguinte endereço www.kiapicantogtcup.com, até ao próximo dia 7 de dezembro. A entrega dos carros está agendada para o dia 6 de maio de 2018, no Circuito do Estoril (Estoril Delivery Day). Aí será feito um sorteio para a atribuição de cada um dos 30 exemplares aos proprietários.

Prémio FPAK aos novos valores

Uma das novidades associadas ao Kia Picanto GT Cup é a forma como esta competição é vista para lançar novos valores no desporto automóvel. O potencial é tal que a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting vai, em 2019, dar a possibilidade a um dos vencedores do campeonato nacional de karting de 2018 de fazer toda a temporada ao volante de um Kia Picanto. A organização está, ainda, a preparar mais um conjunto de prémios aliciantes que divulgará brevemente.

Equilíbrio técnico

O Kia Picanto GT Cup tem como base competitiva a igualdade técnica dos modelos participantes. A organização definiu, por isso, um sistema com medidas que garantam maior equidade em corrida. Haverá verificadores oficiais Kia em todas as provas, as centralinas vão ser distribuídas pelos carros aleatoriamente e estão definidas outras medidas de fiscalização para impedir qualquer tipo de irregularidade técnica. O não cumprimento das regras levará à tomada de medidas pesadas, como a exclusão do troféu.

Ênfase na comunicação

A competição organizada pela Kia e pela CRM Motorsport é inovadora a vários níveis. Um dos quais, a comunicação. Além da divulgação e da promoção da competição, os Pilotos e as equipas podem receber pontos extra conforme o cumprimento do manual de comunicação que devem seguir. Além disso, serão também atribuídos pontos de performance nesta matéria, através da medição feita pelos números de partilhas e de comentários nas páginas oficiais de cada participante no Kia Picanto GT Cup.

João Seabra, director-geral da Kia Portugal, não esconde a expectativa que existe em torno deste novo projecto. "A Kia Portugal tem uma forte tradição no apoio ao desporto automóvel em Portugal e sempre apostou em dar a oportunidade aos Pilotos de realizarem os seus sonhos. O Kia Picanto GT Cup será uma pedrada no charco e um recomeço da fileira de evolução de todos aqueles que se querem iniciar no desporto automóvel ou para aqueles que saem do karting. Vamos ter ainda uma classe para os que, já não sendo novos ou iniciados, pretendem continuar a divertir-se a muito baixo custo em provas automobilísticas. Esperamos por todos nas pistas ou estradas em 2018 ao volante do giríssimo Kia Picanto GT Cup", afirmou.

O presidente da FPAK, Ni Amorim, enaltece o cariz formador do Kia Picanto GT Cup e destaca a sua importância no panorama geral do desporto automóvel português: "A FPAK saúda o surgimento deste troféu monomarca enquanto marco importante para a revitalização do desporto automóvel no nosso país e na qual tanto nos empenhamos". O presidente da Federação considera ainda que "esta nova competição assume-se como uma importante catapulta para quem queira iniciar-se e evoluir no desporto automóvel. A fórmula encontrada não só dá a hipótese dos novos pilotos poderem perceber qual a especialidade que mais gostam e em que se sentem mais à vontade, como o podem fazer sob uma política de custos controlados".

Tiago Raposo Magalhães, responsável da CRM Motorsport, explica o que está por detrás deste projecto. "O Kia Picanto GT Cup é um trampolim de entrada no automobilismo nacional e a única competição que participa em provas de estrada e circuitos. Torna-se, por isso, uma competição mais abrangente no plano desportivo. Será inovador pelo facto de pontuar a capacidade de comunicar de cada piloto, preparando-os melhor para a manutenção e progressão da carreira neste desporto. O Kia Picanto GT Cup reúne todos os ingredientes para ser um sucesso nos próximos quatro anos", destacou Tiago Raposo Magalhães.

Calendário Provisório Kia Picanto GT Cup

6 de Maio – Estoril Delivery Day*"

27 de Maio – Braga Racing Weekend*

30 de Junho e 1 de Julho – Rali Casino de Espinho"

4 e 5 de Agosto – Rali Vinho Madeira"

16 de Setembro – Estoril Sponsor Day*"

22 e 23 de Setembro – Rali de Castelo Branco"

27 e 28 de Outubro – Algarve Racing Weekend*

10 e 11 de Novembro – Estoril Racing Festival*

* Taça Kia Picanto GT Cup Velocidade

" Taça Kia Picanto GT Cup Ralis

*" Super Taça Kia Picanto GT Cup

 

pedrocamp17Terminou em pleno a temporada desportiva do piloto Pedro Antunes com uma grande colheita de títulos nacionais e internacionais, na última prova do Campeonato Nacional de Ralis e Troféu Europeu de Ralis em nova edição do Rally Casinos do Algarve.
O piloto navegado por Paulo Leones partiu focado essencialmente no titulo do Campeonato Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes, tendo as contas a seu favor, bastando para tal terminar ou somar algumas vitórias nas provas especiais de classificação, deixando para segundo plano o título europeu.
Sem surpresa, o piloto surge na primeira secção com um grande ritmo, dominando as 2 rodas motrizes e o europeu, mas o azar veio a bater à porta e na penúltima especial do dia, um furo fez a dupla do Peugeot 208 R2 perder tempo e descer algumas posições na classificação geral.
No segundo dia de prova voltou a entrar forte e foi recuperando posições, especial após especial conseguindo mais um triunfo no Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes, obtendo a 5ª posição em termos absolutos, o que lhe permitiu sagrar-se no novo campeão nacional, juntando ainda o título na Categoria RC4.
Para completar um fim de semana em cheio, Pedro Antunes e Paulo Leones conseguiram vencer a prova do Troféu Europeu de Ralis, assegurando assim o título europeu nos ERT 3 e ainda nos Juniores.
Em jeito de balanço, o piloto da PT Racing com o apoio da Mototorres, GD Auto, AGri Power, Quinta de Jugais e LusoVini, salienta que, "começamos o primeiro dia de rali muito bem estando a liderar temporariamente as duas rodas, mas um furo acabou por nos afastar dessa posição! Contudo e com as especiais ganhas, as contas do titulo do campeonato nacional ficou resolvido! No segundo dia, tentamos impor um ritmo forte mas sem riscos e cedo percebemos que podíamos ir buscar também a liderança da prova no que diz respeito ao ERT 3 e foi isso que acabou por acontecer. Adorei o rali, especiais espetaculares, muitos parabéns aos nossos adversários que também estiveram muito fortes e acabamos a época muito satisfeitos com a prestação e resultado final."

gilposalgO Rallye Casinos do Algarve encerrou a temporada de 2017 do Campeonato Nacional de Ralis e definiu as posições que estavam ainda por decidir!

Gil Antunes e Diogo Correia partiram para a prova centrados em vencer pois havia ainda a possibilidade de chegar ao título nas duas rodas motrizes e ainda na categoria RC3 embora sempre com a noção de que não dependiam de si próprios.

Algo debilitado fisicamente devido a uma lesão muscular, o piloto não baixou os braços e entrou com uma toada de ataque logo na 1ª especial, mantendo uma animada luta pelo top 3 das 2 rodas motrizes do Nacional, perdendo contundo, algum tempo com um pião na Super Especial em Lagos.

No segundo dia de prova, o piloto viu os seus mais diretos adversários na prova ficarem pelo caminho e a oportunidade de agarrar a liderança da corrida!

Na penúltima especial do rali, um furo logo na zona inicial da especial, obrigou a dupla a substituir o pneu e com isto perder alguns minutos e a consequente perda da liderança da prova e de uma vitória quase certa.
Após as 13 provas especiais de classificação, Gil Antunes e Diogo Correia levaram o Renault Clio R3T à 2ª posição entre os 2 Rodas Motrizes do Nacional, vencendo a categoria RC3 e sendo ainda os 5º na classificação geral.
No que diz respeito ao Campeonato, a dupla de Sintra garantiu o título na categoria RC3 e o Vice Campeonato nas 2 Rodas Motrizes

"Devido a uma lesão não estava fisicamente no meu melhor, mas tentei nunca baixar o ritmo, para nos mantermos na luta pela vitória! Mesmo com um pião na Super Especial, terminamos o 1º dia na 3ª posição das 2 rodas motrizes, mas já no sábado, com a desistência dos 2 primeiros classificados, assumimos a liderança da prova e tínhamos tudo bem encaminhado para vencer! Em termos de campeonato, tínhamos já o título dos RC3 garantido e o vice campeonato nas 2 rodas motrizes também, o que nos libertou alguma pressão, mas o azar bateu à porta e furamos, perdemos algum tempo, mas ainda assim deu para assegurar a 2ª posição no rali.

Terminamos assim a época com um balanço positivo, voltamos a estar com um campeonato de 2 rodas motrizes bem animado, da nossa parte houve uma progressão, cada vez mais me enquadro com o Renault Clio R3T e agora é tempo para tomar decisões e definir com os nossos parceiros qual o rumo a seguir na nossa próxima temporada", salientou Gil Antunes.