faceralis

 

ANUARIO123

Nacional

hyundaiO Team Hyundai Portugal tem tudo a postos para a primeira prova de asfalto no Campeonato de Portugal de Ralis. Bruno Magalhães e Carlos Magalhães voltam a entrar no Hyundai i20 R5 com os olhos postos na vitória.

A equipa está muito motivada com o regresso a este tipo de piso e quer somar o máximo número de pontos no Rali de Castelo Branco, que se realiza de 11 a 13 de junho.

"Toda a equipa está muito motivada para competir no Rali de Castelo Branco. Estamos totalmente concentrados na luta pelo primeiro lugar. O nosso objetivo passa por somar pontos importantes que nos aproximem da liderança do campeonato", afirmou Bruno Magalhães.

netoPaulo Neto está de volta à ação já no próximo fim de semana, dias 12 e 13 de junho, com a presença no Rali de Castelo Branco, terceira jornada do Campeonato Portugal de Ralis.

Depois de uma participação muito bem sucedida no WRC Vodafone Rali de Portugal, com a equipa a ser a segunda melhor estrutura nacional em prova, a motivação é grande para este próximo desafio. "O Rali de Portugal foi especial a vários níveis. Sobretudo, deu-nos uma maior tarimba, pelos muitos quilómetros realizados em pouquíssimos dias. Agora, esperamos poder aplicar o conhecimento adquirido já neste evento, onde seremos obrigados a uma nova adaptação, uma vez que será a nossa estreia esta época em pisos de asfalto."

Esta é a segunda vez que o piloto irá participar ao volante do seu Skoda Fabia R5 na prova realizada na região da Beira Baixa. "Já temos algum conhecimento do rali, o que é importante. No entanto, o nosso carro é mais exigente de explorar em asfalto que em terra. Por isso, vamos ter que trabalhar no set up e ver como evoluímos ao longo do fim de semana", comentou.

Um evento onde a equipa irá apostar numa toada consistente, tentando rodar perto dos mais rápidos. "As corridas são sempre imprevisíveis, mas gostaríamos de apontar para um lugar à porta do top cinco, isso seria o ideal. Porém, quando arrancarmos para as especiais, o nosso foco será desfrutar e evoluir. É aí que nos queremos centrar."

Pela frente, a equipa terá um total de oito especiais e 99.69 quilómetros ao cronómetro. "Será um rali exigente, mas estamos preparados. Obrigado a todos os nossos parceiros pelo apoio, é um grande prazer poder representá-los em mais um grande desafio", finalizou Paulo Neto.

castelobrancoplaca21Inscritos Rali de Castelo Branco 2021.

 

 

castelobranco21insccasteloinscreg21

meirelesA primeira prova de asfalto do Campeonato de Portugal de Ralis está a chegar e Pedro Meireles, que será navegado como habitualmente por Mário Castro, irá regressar à competição, depois da ausência forçada no Rally de Portugal, por problemas físicos. O Rali de Castelo Branco, prova organizada pela 'Escuderia' da cidade albicastrense, vai para a estrada nos próximos dias 12 e 13 de Junho.

Consciente que este regresso à competição, depois da curta paragem, não será uma tarefa fácil, o piloto do Volkswagen Polo GTI R5 mostra-se, ainda assim, motivado e satisfeito por estar de volta.

"Para um piloto português, haverá poucas coisas mais desapontantes do que falhar o Rally de Portugal. Estou naturalmente feliz por regressar ao carro e à competição em Castelo Branco, mas também tenho noção de que venho de uma paragem e que, se quero ser competitivo, terei de me esforçar duplamente. Primordial será aferir se fisicamente estou apto e só depois pensaremos no resultado", começou por garantir Pedro Meireles, antes de deixar uma palavra para todos os seus patrocinadores e parceiros: "Queria aproveitar para agradecer publicamente a todas as empresas que me acompanham neste projeto, que compreenderam a ausência no Rally de Portugal, deixando também a garantia que, tanto eu como o Mário Castro, vamos dar tudo por tudo para atingir os resultados a que nos propusemos."

correiaDepois do acidente na segunda especial do Rally de Portugal que o deixou fora de prova, Miguel Correia regressa em Castelo Branco ao Campeonato de Portugal de Ralis. Com o seu Skoda Fabia Rally 2 EVO já totalmente recuperado, depois de um excelente trabalho da ARC Sport, o piloto bracarense mostra-se ambicioso para a sua estreia ao volante do novo modelo da marca checa, em asfalto.

Navegado como habitualmente por António Costa, Correia acredita que "a adaptação ao asfalto será rápida. Depois do acidente no Rally de Portugal, a equipa fez um esforço muito grande para nos preparar o Skoda Fabia Rally 2 EVO, a tempo de conseguirmos fazer um teste na semana passada, que nos permitiu ter o primeiro 'feeling' com esta nova versão do carro, em asfalto", começou por explicar o piloto de 29 anos, antes de afirmar que "o conhecimento que trazemos dos troços de 2020 vai ser importante. Sabemos que teremos pela frente um rali rápido, onde a confiança será fulcral para conseguirmos um bom resultado. Vamos fazer tudo para conseguir somar o máximo de pontos possível, nesta prova organizada pela Escuderia Castelo Branco."