faceralis

 

guiaaft

Eventos

mourapriem11Campeão de Grupo N em título, Ricardo moura obteve este fim-de-semana o merecido triunfo numa prova do campeonato de Portugal de ralis.

"Foi um resultado muito importante", começou por dizer o piloto açoriano, adiantando que foi "a primeira vitória absoluta que alcancei ao nível nacional, e também a primeira vitória absoluta para a ARC Sport, o que me deixa muito feliz, por ter sido o primeiro piloto a conseguir esse resultado para a equipa".

Sobre a prova em si,, Ricardo Moura, acha que "realizámos uma prova inteligente, com o carro sempre impecável. Defendemos a imagem dos Açores, uma região moderna que apoia o desporto, e isso deixa-me bastante satisfeito".

Sobre a concorrência, o piloto dos Açores refere que "vamos ter de esperar, pois só iremos perceber quem são os nossos verdadeiros adversários, depois do Rali do Porto".

Sobre a sua presença no PWRC, Moura disse ainda que "espero que este magnífico resultado seja um bom prenúncio para boas novidades em relação ao PWRC".

O Site dos Campeões apurou, sem qualquer confirmação oficial, que Ricardo Moura poderá vir a disputar três provas do PWRC, com o Lancer Evo X que Armindo Araújo tripulou em 2010. A confirmar-se era uma excelente notícia para este excelente e simpático piloto.

brevestorir112Perante bastante público, apesar de o espectáculo ser pobre, o segundo dia do Rali Torrié, foi um passeio para a maioria dos pilotos, nomeadamente a partir do 5º e 6º troço, quando muitas desistências e saídas de estrada aconteceram.

A pior de todas foi a de Rafael Perez. O espanhol saiu muito largo numa curva e bateu em cheio numa árvore, onde já tinha batido Vítor Pascoal, danificando a suspensão, e onde ficou Vítor Senra, quando estava em segundo lugar.

Como já era previsível a Taça de Portugal de Ralis e o Regional Nordeste pouco ou não acrescentaram ao Rali Torrié. Não só foi difícil perceber que competição alguns pilotos estavam a disputar como confusas foram e são as classificações. Veremos quantos dos nove pilotos que terminaram classificados na Taça de Portugal é que na realidade a vão disputar.

Mais uma vez a Rádio Alto Ave deu um contributo importante na cobertura mediática do Rali Torrié. De ano para ano a reportagem e a emissão é cada vez mais profissional, num trabalho feito com gosto e prazer.

testedspn311Paulo Neto / Daniel Amaral tiveram a primeira oportunidade de testar (ou andar?) no Citroen DS3 R3T, carro que irão estrear no Rali Torrié.

Obviamente que o piloto ficou agradadou com os poucos quilómetros que fez ao volante do seu novo carro, dizendo de pronto que "não tem nada a ver com o C2. Este carro é mais sólido, mais compacto e mais estável".

Destacando a caixa de velocidades, Paulo Neto referiu também que "dá a sensação dentro do carro que vamos devagar. Tenho que me habituar à diferente utilização do motor, mas a primeira sensação ao volante é muito boa".

Contudo, o piloto de Sintra está consciente que "tenho que fazer muitos quilómetros para compreender o carro. Esta prova vai servir exactamente para isso, mas parece que o potencial é enorme".

brevestorrie111Quem conhece o parque de assistência da Póvoa da Lanhoso e o viu nos últimos anos, não pode deixar de ficar impressionado com a “pobreza” presente. Não fossem os grandes camiões de algumas equipas e caso contrário ninguém diria que era o prova do CPR.

Não se consegue perceber qual a razão que levou a que o rali tivesse dois troços a meio da tarde e depois parasse por vários horas para se disputar a super-especial. Ritmo competitivo foi coisa que não houve no primeiro dia do Rali Torrié.

Pedro Peres foi a primeira grande baixa do Rali Torrié. O piloto do Mitsubishi Lancer Evo IX viu o motor ficar a trabalhar em três cilindros e depois em dois, até ficar parado no segundo troço. Fica o registo de ter sido o primeiro líder da prova.

A expectativa sobre a estreia dos DS3 era grande. Se o carro até mostra potencial, sendo muito interessante de ver passar (até pelo seu baralho) já o resultado não é o melhor. Uma saída de estrada de Ivo Nogueira atrasou o piloto, mas Paulo Antunes também se tem mostrado muito forte no pequeno C2. Esperamos pelo fim da prova.

Apesar da pobre lista de inscritos, o que é certo é que o público esteve presente quer nos troços quer na super-especial. Nesta altura é claramente o público a puxar pelos ralis, pois o CPR dificilmente conseguirá assim chamar público.

altoaveemdirec11A Rádio Alto Ave vai, como nas edições anteriores, fazer um acompanhamento exaustivo do rali Torré, sendo a rádio oficial.

Assim, no Domingo, dia 20 de Fevereiro, a  Rádio Alto Ave, no seu programa “Falar D’Aqui“ terá como tema o Rali Torrié, com a presença de várias personalidades locais, responsáveis pela realização da prova. Este programa será repetido Terça-Feira dia 22 de Fevereiro a partir das 19h10 e Sexta Feira, 25 de Fevereiro a partir das 0h00.

Refira-se que a Rádio Alto Ave emite em 91,6 FM, mas poderá também acompanhar a emisão via online em  www.radioaltoave.pt.

Refira-se que as inscrições já encerraram, sendo 55 os inscritos na prova, não existindo qualquer S2000. Destaque para a presença de 20 equipas espanholas.

RALIS ONLINE TV