faceralis

 

usados

Eventos

passarmdn11No âmbito de uma acção de promoção da equipa e dos seus patrocinadores para a temporada 2011, o Site dos Campões e o piloto Armindo Neves vão proporcionar a três leitores a realização de um "co-drive".

Este "co-drive" será realizado a bordo do Mitsubishi Lancer Evo VII, que Armindo Neves tripula no Open de Ralis, sendo realizado no próximo dia 26 de Junho (a partir das 11 horas).

Assim, os três contemplados foram os seguintes:
- Luís Teixeira de Oliveira
- João Marques
- Bruno Alves

Quanto às questões, aqui ficam as suas respostas:

1- Qual o resultado final que Armindo Neves alcançou no Troféu Punto Promoção em 2004?
R - No troféu Punto Promoção em 2004, Armindo Neves alcançou a 2ª posição final.

2- E no Challenge Citroên C2 em 2006?
R - No Challenge C2, em 2006, ficou no 3º lugar.

3- Quais os Premium Sponsors da equipa de Armindo Neves para esta época?
- Os Premiun Sponsors da equipa (tal como é sempre mencionado nos comunicados da equipa), são: a Costa & Garcia com as ferramentas Beta, a SKF Portugal, a Krautli com as marcas Valvoline e Beru e ainda a Sonicel com a marca Sonax.

Pergunta de desempate:

4 – Armindo Neves fez parte de uma Selecção Nacional Portuguesa em 1993. Qual foi a modalidade? (O segundo factor de desempate é a data de recepção das respostas).
R - O piloto fez parte da Selecção Portuguesa de Enduro que em 1993 participou no Campeonato do Mundo em Assen, na Holanda.

mouratentpwrc10O piloto açoriano Ricardo Moura, vai levar a cabo uma iniciativa de interacção com os seus fãs e promoção da sua página oficial no facebook.

A iniciativa intitulada “Pergunta o que quiseres... O Ricardo Moura responde!” terá como principal objectivo a interacção do Tri-Campeão Regional, com os seus simpatizantes através da sua página oficial no facebook em www.facebook.com/ricardomoura.pt.

Na iniciativa que irá decorrer de 21 a 23 de Junho, os participantes terão direito a perguntarem o que quiserem ao Campeão Nacional do Grupo N, através do “mural” da sua página oficial na rede social. As melhores perguntas colocadas durante os três dias, serão respondidas por Ricardo Moura no dia 24 de Junho.

Para além da publicação da resposta, os autores das três melhores perguntas, terão direito a dar uma volta com o Ricardo no seu carro de competição – a combinar posteriormente a melhor altura.

Esta será a primeira de um conjunto de iniciativas programadas para 2011, onde o objectivo é a aproximação do piloto do Team Além-Mar, com os seus seguidores na rede social facebook.

aiaralis11O Autódromo Internacional do Algarve inaugura no próximo dia 1 4 de Junho mais uma valência do Algarve Motor Park (AMP), o Off Road Park, a pista de Todo-o-terreno que será um complemento às estruturas já existentes: pista principal, Kartódromo Internacional do Algarve, Parque Tecnológico, Central Fotovoltaica, Zona Comercial, Hotel e Apartamentos Vista do Falcão. O AMP reúne assim todas as variantes do automobilismo e motociclismo: velocidade, todo-o-terreno e ralis.

Para a inauguração oficial vai estar em pista o actual Campeão Nacional de Todo-o-terreno, Filipe Campos em BMW X3 CC. Igualmente presentes vão estar Ruben Faria, Ricardo Leal dos Santos, Miguel Farrajota e Ricardo Teodósio.

O Off Road Park foi construído numa uma área de 317.000 m2 e tem uma extensão de aproximadamente 5 kms. Esta pista vai poder ser utilizada para testes de veículos Todo-o-terreno automóvel e moto, SUV e Ralis, mas também para a realização de eventos e passeios. Tem algumas particularidades como zonas de riachos, zonas artificiais de obstáculos, vários tipos de traçado, etc. Faz igualmente parte desta infra-estrutura uma pista para motos com base numa especial de provas de Enduro.

Para Paulo Pinheiro, administrador da Parkalgar, reforça a importância de construir uma estrutura global e polivalente: "A nossa estrutura começa a ganhar a forma final tal como a idealizámos. O nosso objectivo é reunir no Algarve Motor Park todas as valências para marcas, equipas, pilotos e apaixonados pela velocidade poderem desfrutar de um sem número de actividades. Tem sido um investimento enorme da nossa parte, mas acreditamos que só com esta dimensão o nosso projecto faz verdadeiro sentido. Acredito que no mundo haverá poucas estruturas como a nossa. Aqui, estamos aptos a receber, por exemplo, uma equipa de ralis que vem testar em simultâneo, configurações de asfalto e de terra. Podemos oferecer essas condições para além de poder utilizar as nossas salas de briefing, as lavagens dos carros, etc. A polivalência da nossa estrutura é um dos nossos pontos fortes ", disse.

Para além disso, há ainda que reforçar o impacto económico na região: "Para além de representar mais postos de trabalho, será igualmente um forte impulsionador da sazonalidade da nossa região", concluiu Paulo Pinheiro.

eugema11Depois de ter participado no ano passado em apenas algumas das provas do Open, integrado no Troféu Fastbravo, Eugénio Madureira está de regresso a esta competição com um novo projecto.

"Tendo em conta que este ano a minha disponibilidade de tempo é ainda menor, decidi apostar em fazer menos provas, mas ainda assim tentei algo diferente", afirma o piloto.

Após ponderar diversos cenários, a escolha acabou por cair na participação
em duas provas de terra, ao volante de um Mitsubishi Lancer Evo VI. "Pelas boas recordações que tenho da prova, Gondomar seria obrigatoriamente uma das provas escolhidas. Depois, a escolha por Oliveira do Hospital aconteceu naturalmente", refere o piloto.

Para Oliveira do Hospital, os objectivos, segundo o piloto são "o mais despretensiosos possível. Eu estou parado desde o Rali Cidade de Gondomar do ano passado e a Isabel Branco desde o Rali Montelongo deste ano, pelo que ambos padecemos de uma séria, ainda que normal, falta de ritmo. A juntar a isso, há o meu quase total desconhecimento do carro".

O piloto já teve oportunidade de fazer um pequeno teste há alguns dias, mas "é evidente que a falta de quilómetros no carro é particularmente relevante. Deu pelo menos para perceber, que o Mitsubishi é um carro fantástico. Não é impossível de guiar, mas também não é fácil. Mais impressionante do que a forma como ganha velocidade, é a dificuldade que demonstra em perder essa mesma velocidade. Provavelmente é o que dá, estar (mal) habituado a correr num carro que pesa algumas (poucas) centenas de quilos...".

Tendo estado no ano passado no troféu fastbravo e conhecendo o bom ambiente que gira à volta desta competição, nomeadamente entre os pilotos, Eugénio Madureira achou "que seria positivo aliar esta nova experiencia, àquela estrutura. Vou por isso alinhar num carro alugado e assistido através da Fastbravo. Aliás, tenho dito que no rali Oliveira do Hospital, pelo menos à frente dos Marbella's gostava de ficar. Daí para a frente, o que vier é lucro".

satalogo11O Grupo Desportivo Comercial apresentou ontem numa unidade hoteleira, em Ponta Delgada, a 46ª edição do Sata Rallye Açores que vai para a estrada entre os dias 14 e 16 de Julho.

As inscrições estão abertas desde a última quarta-feira (8 de Junho), estando previsto o encerramento das mesmas, no dia 22 de Junho mas, no entanto, o prazo poderá ser alargado por mais uma semana pois, o Geko Ypres Rally só termina no dia 24 de Junho.

A chegada das equipas estrangeiras e das poucas nacionais que estão previstas, deverão chegar a Ponta Delgada no dia 9 de Julho (sábado), no mesmo dia em que as Portas do Mar abrirá as portas para o secretariado do rally. No dia 11 de Julho (segunda-feira), as equipas do IRC darão inicio à montagem das suas estruturas no parque de assistência e em simultâneo, as mesmas poderão deslocar-se ao troço da Achada das Furnas, onde será efectuado o "Monday test".

Mantendo o esquema de três dias, a prova organizada pelo Grupo Desportivo Comercial, apresenta poucas novidades, em relação à edição 2010. O troço Coroa da Mata terá dupla passagem mas, será disputado em dias diferentes, regressa o troço dos Remédios que fez parte do último Rally da Primavera mas, com apenas uma passagem e sai o Lomba da Maia.

Embora o troço dos Remédios faça parte do figurino do rally, o mesmo será utilizado para o "Shakedown" no dia 14 de Julho (quinta-feira) mas, numa versão mais curta pois, assim permite o regulamento FIA.

A edição 2011 do Sata terá um total de 17 troços cronometrados com 208,63kms, sendo o percurso completo do rally com 758,15kms.

VIDEO APRESENTAÇÃO

Colaboração Ricardo Nascimento