faceralis

 

usados

Eventos

taxas11Antes de quaisquer regulamentos ou de outras novidades que deviam acontecer para 2012, a FPAK já definam as taxas a pagar pelos clubes para inscrever as suas provas nos diversos calendários.

Dessa forma uma prova não internacional do Campeonato de Portugal de Ralis custará a qualquer clube 5.200 Euros, enquanto uma prova do Open "vale" 3.120 Euros.

Para o Regional de Ralis os clubes que organizam provas nestes campeonatos terão que desembolsar 1.300 Euros. Para os Troféus Regionais (tipo Alenquer) paga-se 1.040 Euros (???).

Nos ralis insulares os clubes teráo que pagar 2.600 Euros, mais 1.300 Euros se quiser incluir os VSH e Clássicos e 1.300 nos ralis com os VSH.

Como curiosidade, uma prova para o Campeonato da Europa (Vinho Madeira) paga 10.400 Euros, para o Mundial de Ralis (Rali de Portugal) o valor sobe a 20.800 Euros, qualquer delas já tem incluído o valor do Campeonato de Portugal de Ralis, sendo esta uma das razões para a FPAK manter estes ralis a pontuar para o CPR.

bravos1111Fotos: Ralis Online
Prova: Bravos em Acção - Castelo Branco
Data: 22 de Julho
Site: http://www.fastbravo.com/

Bravos em Acção
(Fotos Ralis Online 23/07/2011)

logobracas11Os "Bracos em Acção", iniciativa da FASTBRAVO e dos seus parceiros, que irá decorrer no dia 23 de Julho, terá início às 10 horas de Sábado com o reconhecimento do traçado por parte dos participantes, a parte competitiva começa às 14,30 h e promete um dia em cheio para os amantes do desporto motorizado.

Um convívio fantástico como principal objectivo, mas será a eleição directa de dois pilotos iniciados o ponto alto da festa, um espectáculo a não perder, assim como a possibilidade do público participar nos co-drives com diversos pilotos consagrados.

A organização conta já com muitos inscritos, dos quais vinte são iniciados e candidatos ao prémio de uma prova de ralis no programa do troféu FASTBRAVO 2011.

As inscrições ainda não fecharam e podem ser efectuadas até dia 20 de Julho, através do boletim de inscrição existente no site www.fastbravo.com (Taxa de inscrição – 125 €   Co-driver - 10 €).

Para se inscreverem, os interessados devem enviar por E-Mail o boletim de inscrição, acompanhado do comprovativo de pagamento, para: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ou: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

As inscrições estão limitadas a 40 inscritos.

logobracas11É já amanhã o início do programa "Bravos em Acção", uma iniciativa com organização da Fastbravo, que vai decorrer em castelo Branco.

Assim, às 10:00h começam os reconhecimentos e às 14:30h o relógio começa a contar para a classificação e para a eleição de dois pilotos iniciados, que terão como prémio a participação num rali, aos comandos de um carro do Troféu Fastravo. Teremos brevemente novos pilotos no Open de Ralis e, de certeza, de boas referências.

Um convívio fantástico a não perder, havendo ainda a possibilidade do público participar nos co-drives com diversos pilotos consagrados.

As inscrições ainda não fecharam e a organização, conta com mais que poderão ser feitas amanhã no local ou através do boletim de inscrição existente no site www.fastbravo.com
Taxa de inscrição – 125 €   Co-driver - 10 €

Para se inscreverem, os interessados devem enviar por E-Mail o boletim de inscrição, acompanhado do comprovativo de pagamento, para: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ou: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Inscritos:

* Francisco Mendes - Monção (I)
* Roberto Canha - Funchal
* João Silva - Faro (I)
* Jorge Santos - Paredes
* Bruno Reis - C. Branco
* Filipe Isidro - Loulé (I)
* Rui Garcia - V.N Gaia
* Manuel Ferreira - Lisboa (I)
* Cristiano Queiroga - Penafiel  
* João Vinha - Bruxelas (I)
* Diogo Paulino - Coimbra (I)
* Luís Prazeres - C. Branco
* Miguel Miguel - Proença-A-Nova (I)
* Manuel Dias - Odivelas (I)
* João Magalhães - Porto (I)
* Francisco Cosme - Leiria (I)
* Vasco Galhofo - C. Branco (I)
* Francisco Almeida - Cantanhede (I)
* Pedro Silva - V. Velha de Ródão (I)
* Pedro Cristóvão- C. Branco (I)
* Pedro Nobre - M. Grande (I)
* António Coelho - M. Grande (I)
* Eugénio Madureira - Alcochete
* Sílvio Baptista - C. Branco (I)
* Ilberino Santos - Guarda
* César Andresson - C. Branco
* Paulo Magalhães - Penafiel
* Francisco Lucas - C. Branco (I)
* David Lucas - C. Branco  (I)
* Hugo Matias - C. Branco(I)
* Ricardo Teodósio - Albufeira
* Ana Paiva - Cantanhede (I)
* Nuno Santos - Torres Vedras (I)
* Rafael Cardeira - M. Grande (I)...

(I) Iniciado

armgovern11Em 6 de Novembro de 2009, a FPAK enviou ao Instituto do Desporto de Portugal, proposta de atribuição de distinção por mérito desportivo, aos seus licenciados

ARMINDO JOSE SALGADO DA SILVA ARAUJO

JOAO MIGUEL DE SÁ PEREIRA RAMALHO

que se haviam então sagrado pela primeira vez Campeões do Mundo de Ralis (Produção). Aos quais anexou nos termos da regulamentação em vigor, os pareceres favoráveis do Comité Olímpico de Portugal e da Confederação do Desporto de Portugal.

Em Outubro de 2010, e quando a mesma dupla de pilotos estava prestes a sagrar-se novamente como Campeões do Mundo de Ralis (Produção) 2010, e por falta de resposta do IDP à sua proposta inicial, a FPAK remeteu directamente à Secretaria de Estado da Juventude e Desporto cópia de todo o processo inicialmente remetido ao IDP, aproveitando para referir que a mesma dupla de pilotos estaria prestes a renovar o título mundial que tão brilhantemente já havia conquistado no ano anterior. O que se viria a confirmar.

Finalmente e em 29 de Junho de 2011, foi publicado no Diário da República, 2.ª Série - N.º 123, o Despacho de 14 de Junho de 2011 que adiante se reproduz:

_________________________________________________________________________________

Despacho n.º 8710/2011

Considerando os relevantes serviços prestados por Armindo José Salgado da Silva Araújo à causa desportiva, como praticante de várias modalidades dos desportos motorizados que abraçou durante a sua carreira, nas quais sempre se destacou pelo brilhantismo das suas actuações.

Considerando que, com 33 anos, Armindo Araújo é o mais conceituado piloto português de ralis de todos os tempos, não obstante ter chegado aos ralis apenas em 2000, já que até aí a verdadeira paixão era o motociclismo, onde em 1999 venceu o Troféu KTM 250 e sonhava em montar um projecto para disputar o Dakar;

Considerando que, logo na sua estreia demonstrou capacidades excepcionais ao ficar em 2.º lugar no Rali Montelongo, para nesse mesmo ano sagrar -se campeão nacional de Ralis Promoção. Em 2001 transita para o Campeonato Nacional de Ralis, passando a alinhar no Troféu Citroën Saxo Total. Quatro vitórias e dois segundos lugares são a garantia do 2.º título em dois anos de competição. Os seus feitos levaram a Equipa Oficial Automóveis Citroën a colocá-lo como piloto oficial e em 2002 conquista o seu primeiro Campeonato Nacional de Ralis — 1600 (A/N).

Repetindo a proeza em 2003 e 2004, para além de ganhar o título de campeão nacional de ralis em termos absolutos, resultado que repetiu também em 2004;

Considerando que, foi o primeiro português a sagrar -se campeão do mundo de ralis em 2009, numa aventura que começa, em 2007, na Suécia, onde obteve o 4.º lugar, alcançando o pódio no ano seguinte no Rali da Acrópole. Em 2009, Armindo Araújo cumpre um dos seus sonhos e sagra-se finalmente campeão do mundo de Ralis Produção.

A primeira vitória no PWRC foi precisamente no Rali de Portugal, um momento que empolgou os milhares de adeptos presentes no Estádio do Algarve. Para além da fantástica vitória no Mundial, recebe ainda o Troféu Abu-Dhabi Spirit of the Rally, galardão entregue no final de todas as rondas do Campeonato do Mundo de Ralis a quem se distingue pelo respeito, inovação, integridade e espírito de equipa demonstrados. Em 2010, revalida o título.

Considerando os seus serviços prestados em favor do desporto nacional onde sempre sobressaiu, fazendo parte do seu currículo, inúmeros títulos, quer a nível nacional, quer em participações internacionais, e que os seus conhecimentos, competência e qualidades técnicas e humanas foram evidenciados em diversas vertentes;

Considerando, por último, que a sua prestimosa carreira é um exemplo de vontade, determinação e dedicação em prol do desporto, que importa reconhecer e premiar:

Determina -se que seja concedida a medalha de bons serviços desportivos ao piloto Armindo José Salgado da Silva Araújo, nos termos dos artigos 2.º e 6.º do Decreto -Lei n.º 55/86, de 15 de Março.

14 de Junho de 2011. O Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Laurentino José Monteiro Castro Dias.

Comunicado FPAK