faceralis

 

posvendaclick

Eventos

alen(NOTÍCIA E FOTO ACP)

Markku Alén, vencedor do Rally de Portugal por cinco vezes, participará no slalom comemorativo que fará parte do programa do Estoril Classic, uma atividade que se junta a inúmeras corridas de Fórmula 1 que decorrerão ao longo deste fim-de-semana.

O evento que marca a agenda de 2017 do "Nosso Autódromo" – que celebra este ano o seu 45º aniversário – terá mais um motivo de interesse, uma vez que para lá dos diversos monolugares da categoria máxima e dos vários carros de Le Mans que marcaram a história do automobilismo, oferecerá ainda o espetáculo de um slalom comemorativo organizado pelo ACP.

O desafio que será realizado no dia 22 de outubro na recta da meta pelas 13h00, terá como referência o passado da nossa mais importante prova de estrada. Foi no Rali Internacional TAP de 1972 que o Autódromo do Estoril recebeu, pela primeira vez, os melhores pilotos do mundo de ralis, alguns meses após a sua inauguração.

Pouco depois da partida, sob uma chuva intensa, cumpriu-se uma prova especial de classificação na pista. Alguns dias depois, no final do rali, os sobreviventes voltaram à recta da meta, para o primeiro de muitos slaloms de consagração, perante uma bancada principal cheia.

Esta tornar-se-ia uma das grandes tradições do Rali de Portugal, abandonada quando o rali se passou a disputar no Norte, mas que se mantém viva no Rali de Portugal Histórico, também organizada pelo Automóvel Club de Portugal.

Markku Alén é o convidado de honra da organização e realizará a sua prova num Fiat 131 Abarth, modelo semelhante ao que utilizou quando venceu as edições de 1977, 1978 e 1981 do Rali de Portugal. O piloto iniciou a sua carreira em 1973 e venceu 19 provas do Campeonato do Mundo FIA de Ralis, o último dos quais o RAC, em 1989, aos comandos de um Lancia Delta Integrale.

Ao lendário finlandês juntar-se-á a vários pilotos portugueses convidados pela organização, permitindo ao público recordar momentos únicos na história do automobilismo nacional.

O programa oficial do Estoril Classic inicia-se no sábado, com uma corrida do FIA Master Historic Formula 1, realizando-se no domingo a segunda assim como a prova do FIA Master Historic Sports Car. Ao longo do fim-de-semana serão também realizadas provas do FIA Lurani Trophy, HGPCA FIA Formula 1 Pre-1966, Master 3 Horas e Iberian Touring & GT.

O acesso à bancada principal durante o fim de semana do Estoril Classic é gratuito, podendo ainda ser adquiridos bilhetes de paddock, cujo os preços começam nos 10€.

kiaKIA PICANTO GT CUP 2018. É assim que se irá chamar o novo troféu que em 2018 estará nas pistas e na estrada, sendo um projeto da Kia (entre outros parceiros).

O Kia Picanto GT Cup 2018 terá provas em velocidade mas também em ralis, estando para breve a sua divulgação através do site da Kia e da FPAK.

O Picanto GT, que tem por base um motor de 1.0 litros com 67 cv, já rodou no Autódromo do Estoril.

Mais pormenores em breve.

 

leiriaso17Fotos: Ralis Online (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Leiria Sobre Rodas 2017
Data: Setembro 2017
Site: www.ralisonline.net

 

mikolaO Motorshow Porto 2017 está de regresso e prepara-se para comemorar década e meia ao serviço do automobilismo e das emoções fortes que só este desporto proporciona. Após a presença de diversos campeões mundiais, este ano é a vez de Hannu Mikkola (Campeão do Mundo de Ralis em 1983) embelezar o evento, numa festa que, a partir da próxima quinta-feira e até domingo, na Exponor, volta a reunir todos os ingredientes para atingir o sucesso.

Com um bem-sucedido histórico de 15 edições e, mais uma vez, integrado no autoClássico, o maior salão ibérico e viaturas Clássicas, o Motorshow Porto volta a assumir-se como um dos principais acontecimentos desportivos do Grande Porto, mas cuja popularidade há muito extravasou a região nortenha, tendo ganho, de ano para ano, notoriedade nacional e até internacional, principalmente, na vizinha Espanha.

Mais uma vez, os adeptos desta grande festa do automobilismo nacional terão razões de sobra para comparecerem na Exponor, tanto mais que, em 2017, o evento contempla mais um dia de ação face ao tradicional programa, aproveitando o feriado do “5 de outubro”. Ou seja, quatro dias de pura emoção e muita adrenalina para os amantes (e não só) do automobilismo.

Desportivamente, não faltam argumentos de peso para que o Motorshow Porto 2017 possa ser visto como uma das melhores edições de sempre, até porque conta com uma das mais reputadas estrelas internacionais de ralis de todos os tempos: Hannu Mikkola!

O piloto finlandês é uma personagem incontornável do Campeonato do Mundo de Ralis, tendo ganho um lugar de destaque na história da competição, com o título de “Campeão do Mundo” alcançado em 1983 (ao volante do carismático Audi Quattro). Mas há mais números que sustentam a sua notável carreira: 18 vitórias, 44 pódios e 654 triunfos em provas especiais nos 277 ralis do WRC em que participou ou as sete vitórias conquistadas no exigente Rali da Finlândia, berço de muitos campeões de ralis.

Aos 75 anos e depois de ter representado, enquanto esteve no ativo, oito construtores diferentes - Ford, Peugeot, Toyota, Mercedes, Audi, Mazda, Opel (GM) e Subaru –, Mikkola irá participar no evento ao volante de um Ford Escort MK II, carro emblemático na sua carreira. O piloto finlandês mostra-se, de resto, plenamente satisfeito por regressar a Portugal, onde, aliás, escreveu algumas das melhores páginas da carreira, como as três vitórias que assegurou no Rally de Portugal, em 1979, 1983 e 1984.

Para Mikkola, “é fantástico regressar a Portugal e reviver as magníficas recordações que tenho do país, onde obtive vários sucessos no Rally de Portugal. Participar no Motorshow Porto, por onde já passaram tantos reconhecidos pilotos, é um prazer e espero poder contribuir com muito espetáculo para o público português que tem uma enorme paixão pelos ralis e pelo desporto automóvel”.

Mas nem só de Mikkola viverá esta emblemática edição comemorativa dos 15 anos do Motorshow Porto. Muitos outros pilotos animarão o evento, que volta a disputar-se num espetacular traçado desenhado no interior e exterior de um dos pavilhões da Exponor, onde nem falta um fantástico salto que põe à prova os dotes de condução de todos os pilotos.

Vítor Pascoal (Porsche 996 GT3), campeão nacional de RGT e vencedor do “Troféu Piloto Motorshow” em 2014 e Pedro Leal (Ford Escort MK II) são outras das estrelas convidadas pela organização da Xikane, que voltará a contar com o vencedor das duas últimas edições, Mário Barbosa, ao volante de um competitivo Ford Fiesta. Miguel Lobo, Alfredo Barros e Gustavo Moura também tentarão alcançar a vitória em Ford Fiesta R5, sem dúvida, um dos carros mais impressionantes da última geração dos ralis. Joaquim Santos, no habitual Ford Focus de RallyCross (com cerca de 600 cavalos!) é outro dos candidatos à vitória, tal como Américo Moreira (Mitsubishi Lancer) e os irmãos Nelson (Mitsubishi Lancer) e Herlander (Subaru Impreza) Trindade.

Em destaque noutras categorias do “Troféu Piloto Motorshow”, igualmente prometem estar Ricardo Soares e Bruno Gonçalves (ambos em Citroën Saxo S1600), Hugo Lopes (Citroën Saxo Kit Car), Hélder Silva (BMW E21), Filipe Barbosa (Ford Escort) e Joaquim Bernardes (VW Golf GTI). É que, por uma questão de justiça desportiva, no final haverá classificações separadas para as categorias “4 Rodas Motrizes”, “2 Rodas Motrizes”, “Clássicos”, “Pilotos Internacionais” e “Feminino”.

Para além da parte competitiva, também estarão em destaque exibições de um Camião Racing da Valvoline, uma demonstração de karting infantil, para além de uma animada Tertúlia designada “Hannu Mikkola e 15 Anos de Motorshow”, de acesso livre ao público, que, desta forma, poderá conhecer de forma mais informal o ex-Campeão do Mundo de Ralis e a história e “estórias” dos últimos 15 anos do evento.

E é precisamente após uma década e meia de sucesso, que Pedro Ortigão, responsável máximo da Xikane, que tutela o evento, se mostra plenamente satisfeito, com a concretização de um marco importante na história do mais antigo e popular Motorshow português: “15 edições de Motorshow autoClássico Porto só podem ser um motivo de grande orgulho. Trouxemos muitos Campeões do Mundo de Ralis ao evento, que consolidou a sua imagem perante um público conhecedor e devotado ao automobilismo, mas também abrindo as portas do desporto automóvel a muitos desconhecedores do apaixonante mundo da competição automóvel. Por isso só poderemos estar satisfeitos, tanto mais que, a fechar este ciclo, voltamos a contar com a presença de mais um Campeão do Mundo – Hannu Mikkola – que muito promete animar os espectadores que marcarem presença”.

Em pista ou no Paddock onde se concentram as equipas, não vai faltar, portanto, animação no Motorshow Porto 2017, num evento que é já reconhecidamente apontado como um dos melhores e mais populares do género na Península Ibérica, com cerca de 35.000 visitantes em perspetiva.

soaresDiogo Soares / Luís Ribeiro estão imparáveis no Challenge DS3 R1. Ao vencerem no Rali de Viana do Castelo, alcançaram novamente o título neste troféu.

Fez-se história no Challenge DS3 R1. Diogo Soares e o seu navegador Luís Ribeiro alcançaram a quinta vitória consecutiva na temporada em cinco provas, um feito praticamente inédito em troféus monomarca, o que lhes possibilita levarem para casa o título nesta competição, o que acontece pela segunda vez consecutiva.

Os principais pilotos do Challenge DS3 de 2017, proporcionaram nesta prova um grande espetáculo desportivo, com a liderança do rali sempre pressa por poucos segundos ao longo de toda a prova.

Ricardo Sousa / Luís Marques passaram 8 dos 11 troços que componham o Rali de Viana do castelo na liderança da prova, tendo vencido três troços. Um início de rali muito rápido permite a Ricardo Sousa manter na liderança por muito tempo, sendo só superado por Diogo Soares nos três derradeiros troços, depois desde ter vencido sete troços, seis dos quais de forma consecutiva, terminando em alta este rali.

Grande destaque para a prova de Hugo Lopes / Nuno Ribeiro, que mesmo não tendo vencido qualquer troço, andaram sempre muito próximo da liderança, revelando uma enorme competitividade. O terceiro lugar a 18s de Soares, não demonstra o que foi a prestação de Lopes neste rali.

Também muito competitivo e a lutar pela vitória, andaram Miguel J. Barbosa / Alberto Silva. Numa altura em que os quatro primeiros andaram separados por 8s, Miguel J. Barbosa viria a sair de estrada no final 7ª especial, hipotecando aí todas as suas aspirações face ao título.

Sérgio Brás / Rui Ribeiro foram a Viana do Castelo para continuarem a progredir nos ralis, sendo atingidos os objetivos propostos para este prova.

"Foi, provavelmente, o rali mais difícil que já fizemos dentro do Citroen. Entrámos "adormecidos" na parte da manhã, mas depois do almoço conseguimos vencer todos os troços. Foi um rali muito disputado, com diferenças à décima de segundo em vários troços. Tivemos de nos aplicar para chegar ao fim deste rali com mais uma vitória", referiu no final Diogo Soares que sobre o título disse ainda que o mesmo "representa dois anos de muito trabalho. Estas vitórias todas são fruto de muito trabalho e dedicação da nossa parte e das equipas que nos acompanharam este ano. Infelizmente, para o ano teremos de parar por falta de apoios, mas saímos de consciência tranquila de que fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para mostrar o nosso potencial".

Mais informações do Rali do Rali de Viana do Castelo em www.cast.online.pt

Toda a informação do "Challenge" está em constante atualização no website www.challengeds3r1.com e em www.facebook.com.