faceralis

 

posvendaclick

CPR

armiArmindo Araújo e Luís Ramalho iniciaram a fase de asfalto do Campeonato de Portugal de Ralis com uma excelente vitória no Rali de Castelo Branco, repetindo assim o resultado alcançado na derradeira prova em pisos de terra.

Num rali muito rápido e extremamente bem disputado, a dupla do Hyundai i20 R5 dominou da primeira à última especial de classificação e garantiu um resultado que permite encurtar a diferença para a liderança, numa altura em que ainda tem menos uma prova disputada que os primeiros classificados do campeonato.

"Fizemos um excelente rali, conseguimos vencer a primeira prova em pisos de asfalto da temporada e cumprir, em absoluto, os nossos objectivos. Até à sétima especial a luta, com os nossos principais adversários, foi muito intensa e nas duas especiais seguintes decidimos atacar e tirar partido das afinações que idealizamos para as partes mais sujas destas classificativas", começou por dizer Armindo Araújo não podia deixar de destacar o trabalho que toda a equipa tem realizado desde a estreia do Hyundai para se mostrar cada vez mais competitivo.

"Toda a equipa tem feito um trabalho árduo para conseguirmos estar sempre na luta pelas vitórias e isso vai trazendo os seus frutos. Desde o início da temporada que temos mostrado um andamento forte e era importante entrar nesta fase com uma vitória. Foi um resultado que nos deixa muito satisfeitos e obviamente motivador para continuarmos na perseguição da revalidação do título", acrescentou o campeão nacional.

A próxima prova do Campeonato de Portugal de Ralis é o Rali Vinho Madeira, entre 1 e 3 de Agosto.

ricRicardo Teodósio e José Teixeira voltaram a estar em evidência no Campeonato de Portugal de Ralis, discutindo a vitória no Rali de Castelo Branco e terminando num positivo 2.º lugar. Dupla do Skoda Fabia R5 mantém pleno de pódios e continua a comandar o campeonato.

Rápidos e consistentes, Ricardo Teodósio e o navegador José Teixeira garantiram no asfalto de Castelo Branco o quinto pódio em cinco provas do Campeonato de Portugal de Ralis, dando mais um passo na luta pelo título nacional. A dupla algarvia foi a mais rápida em quatro classificativas e entrou para os troços da tarde de domingo a apenas 2,7s do primeiro classificado, garantindo depois um importante 2.º lugar para as contas do campeonato.

"Foi um rali espetacular e muito competitivo, onde voltámos a mostrar o nosso andamento e a nossa consistência. Nos troços da tarde de hoje podíamos ter arriscado um pouco mais, mas percebemos que o piso estava muito sujo e podíamos deitar tudo a perder com um pião. Claro que gostaríamos de ter ganho, mas o nosso grande objetivo é o campeonato e percebemos que o 2.º lugar também seria positivo para as nossas contas", afirmou Ricardo Teodósio, que acumula já duas vitórias e mais três pódios nas cinco primeiras provas.

O Campeonato de Portugal de Ralis terá agora um interregno até ao Rali Vinho da Madeira, que será disputado de 1 a 3 de agosto, nos famosos troços de asfalto insulares.

fotoscasdia219Fotos: RALIS ONLINE (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Rali Castelo Branco 2019 - Dia 2
Data: junho 2019
Site: www.ralisonline.net

 

barbosacba19Depois de um animado duelo travado ao longo de todo o rali, Miguel Barbosa subiu esta tarde ao pódio do Rali de Castelo Branco, competição que reuniu na capital da Beira Baixa mais de 80 equipas.

O piloto do BP Ultimate Vodafone Skoda Team que se apresentou aos comandos de um Skoda Fabia R5 navegado por Jorge Carvalho iniciou assim de forma muito positiva a fase de asfalto do Campeonato de Portugal de Ralis onde assumia à partida ir lutar pelas primeiras posições.

"Iniciámos bem o rali com um bom andamento nos três troços de sábado. Infelizmente fizemos um pião na segunda super epecial que nos fez perder alguns segundos e terminámos o dia na 4ª posição. Partimos para a segunda etapa com o objetivo de concluir a corrida no pódio" explica Miguel Barbosa que realizou um excelente segundo dia de corrida e o piloto acrescenta: "Sabíamos da dificuldade que nos esperava. Tínhamos o José Pedro Fontes à nossa frente e o Brno Magalhães atrás, mas fomos competentes e conseguimos o lugar no pódio que ambicionávamos. Claro que gostaríamos de ter lutado pela vitória, mas o Armindo e o Ricardo estavam muito fortes hoje e dou-lhes os meus parabéns. Foi um bom resultado e pontos importantes para o campeonato, mas temos de continuar a evoluir para estarmos ao melhor nível nas próximas corridas".

O Campeonato de Portugal de Ralis estará de regresso de 1 a 3 de agosto quando se disputa o Rali Vinho da Madeira.

armindo19(Texto: Paulo Homem)

O rapidíssimo Rali de Castelo Branco, na sua ediçõa de 2019, teve uma das mais memoráveis e épicas lutas pela vitória de que existe memória no Campeonato de Portugal de Ralis.

Em primeiro lugar tem que se "tirar o cahpéu" a Armindo Araújo, que fez um rali a todos os títulos notável. Pressionou forte desde o primeiro metro até perceber que o seu adversário (Ricardo Teodósio), começou a pensar mais nas contas do título do que nas contas da vitória... quando faltava apenas um troço para terminar o rali!!!

Uma vitória da gestão desportiva, do equilíbrio e da concentração competitiva, que rendeu a Armindo Araújo, a exemplo do que tinha sucedido no Rali de Portugal, vencer com toda a justiça e colocar-se numa posição muito favorável em termos de campeonato, mesmo que o líder (destacado) ainda seja Ricardo Teodósio.

O algarvio é um piloto "especial". Junta o seu natural virtuosismo para o volante a uma rapidez incrível, num Skoda que parece que nas suas mãos é outro carro. Se tivesse vencido em Castelo Branco (e que importante era esta vitória para ele... e Teodósio, tal como Armindo, perceberam bem o momento do campeonato), também era justíssima a vitória, tal a excelência do seu desempenho.

Depois temos os outros. Boa prova para Miguel Barbosa, que chegou mesmo a surpreender no terreno do especialista de asfalto chamado José Pedro Fontes. O piloto do Skoda esteve concentrado e empenhado, podendo a partir desta prova catapultar as suas prestações, mas um pódio em Castelo Branco foi muito positivo.

Já o piloto do Citroen C3 R5 não teve um rali nada fácil e psicologicamente desapontante. Se existe rali onde poderia marcar a diferença era precisamente em Castelo Branco (prova que já venceu 3 vezes), sendo um terreno (asfalto) que Fontes aprecia, mas os travões podem ter condicionado um pouco o andamento. Fica o "tira teimas" para a Madeira.

Entre os candidatos a vencer, Bruno Magalhães foi o que mais passou ao lado deste rali. Parece que o piloto nunca se entendeu com o carro e com os troços, tendo acabado por ter uma prestação abaixo daquilo que se esperava.

Pedro Almeia denotou evolução ao volante do Skoda, tendo terminado no 6º lugar isolado e sem ninguém por perto.

Nota muito positiva para Daniel Nunes. O piloto de Sintra não só venceu o rali nas duas rodas motrizes, como o fez ganhando todos os troços. Uma prestação notável, num Peugeot 208 R2, que não é o melhor carro do plantel nas duas rodas motrizes, mas que quando bem conduzido continua a garantir vitórias.

Gil Antunes faz o segundo lugar nas duas rodas motrizes, com o Renault Clio, enquanto Paulo Neto chegou ao pódio nas 2RM, depois de recuperar várias posições, após perder muito tempo no primeiro troço do rali.

O local Nelson Trindade venceu nos Gr.N, enquanto na categoria R1, Hugo Araújo, em estreia nos ralis, levou o seu Kia Picanto à vitória.

Comandantes Sucessivos
Armindo Araújo (Pec 1 a Pec 10)

Vencedores de Troços
Armindo Araújo (5); Ricardo Teodósio (3); José Pedro Fontes (2)

Classificação final
castelobranco19final

RALIS ONLINE TV

RALIS ONLINE TV 2