faceralis

 

posvendaclick

CPR

serrasdefaf11proA terceira prova do Campeonato de Portugal de Ralis, o Rali Serras de Fafe, numa organização da Demoporto, irá para estrada no final do mês de Abril.

Esta prova apresenta uma estrutura nova, com dois dias, num esquema que vai de encontro às orientações da FPAK.

Todos os troços se disputam em zonas bem conhecidas dos ralis em Portugal, existindo contudo novas versões dos troços.

 

 

PROVA: Serras deFafe
ELEGIBILIDADE: CP Ralis / CPR2/ Taça de Portugal / Regional Nordeste
DATA: 30 de Abril e 01 de Maio de 2011
ORGANIZADOR:Demoporto
CONTACTOS: (t:)220 318 993/ www.demoporto.com/ Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
INSCRIÇÕES: Até 20de Abril de 2011
PERCURSO: 248,93 Kms / Troços – 115,34 Kms
NOVIDADES: Troçosdivididos por dois dias
CENTROOPERACIONAL: Pavilhão Multiusos
INSCRITOS / MAPA DOS TROÇOS / ACESSOS AOS TROÇOS

HORÁRIOS

1ª ETAPA – 1ª e 2ª SECÇÃO SÁBADO, 30/04/2011
Fafe
1ª Pec – Ruivães 1 (13,20 Kms) 16h13m
2ª Pec – Luilhas 1 (18,48 Kms) 16h44m
Assistência (Fafe) 17h24m
3ª Pec – Ruivães 2 (13,20 Kms) 18h02m
2ª Pec – Luilhas 2 (18,48 Kms) 18h33m
Assistência (fafe) 19h13m
5ª Pec – Super Especial (1,60 Kms) 21h33m
Assistência (Fafe) 21h39m
2ª ETAPA – 3ª SECÇÃO DOMINGO, 01/05/2011
Assistência (Fafe) 09h33m
6ª Pec – Montim 1 (9,27 Kms) 10h01m
7ª Pec – Lameirinha 1 (15,92 Kms) 10h25m
Assistência (Fafe) 11h01m
8ª Pec – Montim 2 (9,27 Kms) 11h29m
9ª Pec – Lameirinha 2 (15,92 Kms) 11h53m
Assistência 12h59m
Pódio (Fafe) 13h05m

 

 

mouravihist11O Rali Torrié está decididamente a atravessar uma fase insular, com Ricardo Moura a suceder a Bernardo Sousa, no primeiro lugar da prova de abertura do Nacional. Moura só foi superado por Pedro Peres na fase inicial, mas depois liderou sempre, vendo os seus mais directos adversários desistirem ou atrasarem-se na classificação. Uma vitória merecida, de um projecto sólido (chamada ARC), que continua a somar êxitos no CPR.

O 5º troço foi fatídico nas aspirações de Vítor Senra, que teve uma "sortuda" saída de estrada, passando no meio de dois eucaliptos, depois de ter tocada com uma roda numa pedra, e de Vítor Pascoal, que na mesma curva, mas momentos antes, tinha dado um toque (num dos eucaliptos) e danificado muito a suspensão traseira perdendo mais de 2 minutos.

De forma surpreendente, mas inteiramente merecida pelo ritmo que demonstrou, Paulo Antunes alcançou um brilhante segundo lugar da geral, superando toda a concorrência no CPR2 de forma categórica.

Com um segundo dia bem mais positivo, Ivo Nogueira já mostrou as credenciais do seu projecto, evidenciando um bom andamento, que lhe permitiu chegar ao terceiro lugar de forma muito convincente.

Pascoal ainda conseguiu recuperar até ao 4º lugar, mas a partir daqui o Rali Torrié foi quase paisagem, até porque Frederico Gomes atrasava-se (trazia a frente com um toque), Armando Oliveira ficava pelo caminho e Ricardo Marques desceu para último, num rali que não sorriu ao piloto da casa.

Vitor Lopes também não teve um rali fácil. Algumas problemas no Subaru, ditaram um atraso considerável, logo no primeiro dia, mas algumas desistências permitiram também ao piloto subir algumas posições.

Carlos Oliveira ficou assim ao 6º lugar, seguido de Paulo Neto e Hugo Mesquita, ambos na estreia dos DS3, mas na frente destes ainda terminou o pequeno Suzuki Swift de Gr.N do espanhol Pablo Figueroa.

Na Taça de Portugal a vitória foi para... José Castro num Subaru Impreza, enquanto no Regional Nordeste Paulo Silva levou o BMW "verde" à vitória. Numa competição ficaram classificados 9 concorrentes e na outra 7 concorrentes!!!

LÍDERES DO RALI:
Pedro Peres (1ª Pec), Ricardo Moura (2ª a 10ª Pec)
VENCEDORES DE TROÇOS:
Pedro Peres (1); Vítor Senra (2); Ricardo Moura (5); Vítor Pascoal (1); Ivo Nogueira (1)

CLASSIFICAÇÃO FINAL (link)
1º Ricardo Moura / António Costa – Mitsubishi Lancer evo IX 1h02m18,7s
2º Paulo Antunes / Alberto Oliveira – Citroen C2 R2 Max a 1m46,1s
3º Ivo Nogueira / Vítor Hugo – Citroen DS3 R3T a 2m46,5s
4º Vítor Pascoal / Mário Castro – Mitsubishi Lancer Evo X a 3m45,7s
5º Vitor Lopes / Hugo Magalhães - Subaru Impreza WRX a 4m36,6s
6ª Carlos Oliveira / Jorge Carvalho – Subaru Impreza WRX a 6m37,0s
7º Pablo Figueroa / Gustavo Portela – Suzuki Swift a 10m04,8s
8º Paulo Neto / Daniel Amaral – Citroen DS3 R3T a 9m16,1s

PILOTO DE RALI
Ricardo Moura
MOMENTO DO RALI
Desistência de Pedro Peres no segundo troço
MENOS DO RALI
CPR e Taça de Portugal

serrasdefafe11111O Rali Serras de Fafe, 3ª prova do Campeonato de Portugal de Ralis, que irá para a estrada dia 30 de Abril e 1 de Maio, vai apresentar algumas novidades.

A mais importante das novidades é que a prova será dividida em dois dias de competição.

Sábado à tarde dia 30 de Abril, irão disputar-se cinco calssificativas, uma dupla passagem por Ruivães e Luilhas, para terminar à noite com uma super-especial em Fafe.

No Domingo de manhã realiza-se a segunda parte da prova, com dupla passagem por Montim e Lameirinha, tendo o rali um total de nove classificativas.

Existirão algumas novidades em todos os troços, que apresentam novas versões.

moura111torieNão tiveram grande história, nem emoção, os primeiros três troços do primeiro dia do Rali Torrié.

Se Pedro Peres entrou ao ataque, logo no segundo troço o motor cedeu, e teve de abandonar, deixando Ricardo Moura no comando, depois de também ele ter passado por um pequeno percalço no segundo troço.

Vitor Pascoal, ainda a perceber o Lancer Evo X, que estava muito duro de suspensões, perdeu alguma tempo, não tendo ainda a confiança necessário para arriscar um pouco mais.

Destaque para a boa prova de Vítor Senra, num Peugeot 206 S1600, a exemplo do que já tinha feito em 2010, mas também de Paulo Antunes, que tem sido de longe o mais rápido de todos os Citroen presentes nesta prova.

Aliás, incidências houve várias nestes troços. João Silva teve um saída de estrada com o Clio e perder mais de 25 minutos até repor o carro na estrada. Também Ivo Nogueira saiu de estrada e perdeu 20 segundos, atrasando-se na classificação.

Também azar teve Vítor Lopes devido a um problema com os casquilhos (suspensão) que atrasaram o piloto do Subaru.

LÍDERES DO RALI:
Pedro Peres (1ª Pec), Ricardo Moura (2ª e 3ª Pec)
VENCEDORES DE TROÇOS:
Pedro Peres (1); Vítor Senra (1); Ricardo Moura (1)

CLASSIFICAÇÃO FINAL (link)
1º Ricardo Moura / António Costa – Mitsubishi Lancer evo IX 19m37,9s
2º Vítor Pascoal / Mário Castro – Mitsubishi Lancer Evo X a 11,6s
3º Vítor Senra / David Vasquez – Peugeot 206 S1600 a 18,1s
4º Paulo Antunes / Alberto Oliveira – Citroen C2 R2 Max a 22,0s
5º Frederico Gomes / Luís Cavaleiro – Citroen C2 R2 Max a 1m06,6s
6º Ricardo Marques / Paulo Marques – Citroen C2 R2 Max a 1m06,7s
7º Ivo Nogueira / Vítor Hugo – Citroen DS3 R3T a 1m15,9s
8º Armando Oliveira / Alexandre Rodrigues – Citroen C2 R2 Max a 1m35,2s

neto2011sportA dupla Paulo Neto / Daniel Amaral estreiam este fim-de-semana no Rali Torrié um novíssimo Citroen DS R3T.

Segundo o piloto "trata-se de um projecto que desejamos que seja a dois ou três anos, e que nos permita evoluir de prova para prova" afirma, adiantando que "foi uma aposta num carro que é mais competitivo que o C2 utilizado em 2010, mas também uma aposta em algo de novo que pudesse potenciar a equipa e os nossos patrocinadores".

Para o Rali Torrié, e com pouco tempo útil para efectuar testes, Paulo Neto é muito realista, reconhecendo que "vamos acima de tudo aproveitar esta prova como se fosse um teste. O nosso objectivo é claro, passa por conhecer o carro o melhor possível, rodar sem problemas validando assim o trabalho que foi feito pela equipa nos últimos 3 meses".

Refira-se que o piloto irá testar esta 6ª Feira do seu novo DS3, na Maia durante a parte da manhã.