faceralis

 

usados

CPR

LogoRCA2020O Rallye Casinos do Algarve, prova que encerra os Campeonatos de Portugal de Ralis, e do qual o Campeonato Sul de Ralis também faz parte, e que teria lugar nos concelhos de Lagoa, Lagos, Monchique e Portimão nos próximos dias de 14 e 15 de Novembro, teve de ser adiado devido à implementação do Estado de Emergência em Portugal, por força do combate à pandemia de COVID-19 que assola a nossa sociedade. O parecer favorável emitido pela Direção Regional de Saúde do Algarve, foi ontem revogado com o seguinte argumento:
"um Evento desportivo desta dimensão para além de poder aumentar ainda mais o número de casos na Região iria ainda ocupar tempo essencial das forças de segurança e outros profissionais e os mesmos são imprescindíveis atualmente na prevenção da COVID-19".

Face à importância que o Rali apresenta na discussão do Titulo de Campeão Nacional de Ralis, a FPAK e o Clube Automóvel do Algarve vão propor à Solverde - Casinos do Algarve e às autarquias envolvidas uma nova data para a realização do Rali durante o próximo mês de Dezembro, desde que estejam reunidas as condições sanitárias para a sua execução em segurança, conforme o que vigorou nos últimos meses e que permitiu a realização de outras provas do Campeonato Português de Ralis.

Comunicado oficial Clube Automóvel do Algarve

fotosabobnuni20RALI TERRAS D´ABOBOREIRA 2020

OUTUBRO 2020

FOTOS RALIS ONLINE (NUNO DINIS)

aboro2020RALI TERRAS D´ABOBOREIRA 2020

OUTUBRO 2020

FOTOS RALIS ONLINE

armindoArmindo Araújo / Luís Ramalho regressaram, com os pisos de terra, à forma evidenciada no início da temporada, obtendo uma vitória sem contemplações no Rali Terras d´Aboboreira.

A dupla do Skoda comandou desde o primeiro troço ao derradeiro (nas contas do CPR), somando quatro vitórias em troços em seis possíveis, acabou também por vencer à geral esta prova, regressando ainda ao topo de classificação do campeonato quando falta uma prova para o seu término... se houver!!!

Quer isto dizer que, com a pandemia e o risco de cancelamento de todas as provas desportivas, Armindo /Ramalho até podem ter saído do Marco de Canaveses com o título no bolo, mas isso são histórias para contar nos próximos 15 dias. O que esperamos é que exista mesmo o Rali Casinos do Algarve que, com certeza, tem todos os ingredientes para ser épico.

Ricardo Teodósio fez um rali muito esforçado e conseguido, mas o andamento não esteve próximo do de Armindo, pelo que este segundo lugar acaba por ter um sabor "amargo" até porque as hipóteses de revalidar o título terminaram.

Uma das grandes surpresas do rali é Miguel Correia, que prova claramente a sua evolução nos pisos de terra com um Skoda da primeira geração, conseguindo ficar no pódio do CPR, mas mais importante do que isso foi ter conseguido obter esse lugar pela sua própria capacidade, sem beneficiar de desistências ou problemas alheios.

Fora do pódio do CPR e que é bem a demonstração da prova que (não) fizeram, ficaram Bruno Magalhães e José Pedro Fontes. Nem o piloto do Hyundai nem do Citroen foram protagonistas nesta prova, estando qualquer deles uns furos abaixo do que era esperado. O problema maior foi mesmo para Bruno Magalhães, que não só perde a liderança do Campeonato, como vê ficar entre ele e Armindo Araújo dois pilotos a "roubarem-lhe" muitos pontos.

Em quinto da geral ficou o francês Fourmaux, que trouxe um competitivo Fiesta R5 MkII e que só não ganhou o rali por ter penalizado por avanço no início do segundo dia, o que acarretou uma penalização de 2 minutos. Com ritmo de mundial, Fourmaux deixou boa imagem nesta prova e poderia ter saído desta prova com outro resultado.

Duas notas muito positivas para as prestações dos açorianos Luís Miguel Rego e especialmente para Rafael Botelho. O primeiro fez o resultado espetável para esta prova e tendo em conta a sua experiência e algum conhecimento que tem do nacional, enquanto o segundo fez uma estreia no CPR em grande nível e uma prestação muito segura.

Nas duas rodas motrizes a vitória foi para Daniel Nunes... no derradeiro troço, depois de uma luta épica com Ruben Rodrigues que liderou as primeiras cinco especiais.

Nota também positiva para a organização que montou um dos melhores ralis do ano (talvez o melhor) provando que o Rali Terras d´Abobeira não pode ser noutro tipo de piso que não seja em terra.

COMANDANTES SUCESSIVOS (CPR)
Armindo Araújo (Pec 1 a 6)

VENCEDORES DE TROÇOS

Armindo Araújo (4); Ricardo Teodósio (2)

CLASSIFICAÇÃO FINAL
aboboreira20final

aboboreiadia1RALI TERRAS D´ABOBOREIRA 2020

OUTUBRO 2020

FOTOS RALIS ONLINE