faceralis

 

posvendaclick

ERC

bouiffierO Intercontinental Rally Challenge passou a integrar na sua regulamentação algumas novidades, tendo como objectivo manter a competição mais disputada até ao final do ano, como tentar fazer com que as equipas mantenham os seus programas até final do ano.

Apesar de continuarem só a contar os sete melhores resultados, nem por isso sete vitórias nas 11 primeiras provas poderá garantir o título a um piloto, já que nas duas derradeiras provas do calendário Escócia e Chipre a pontuação sofre alteração.

Nessas provas a pontuação é multiplicada por um coeficiente, que é de 1,5 na Escócia e 2 em Chipre, isto é, pontuação em chipre é a dobrar, um pouco a exemplo do que sucede no WTCC.

O número de pontos é idêntico ao do Mundial de Ralis, contando o IRC com um classificação absoluta, uma para carros de duas rodas motrizes e outra para os Gr. N4.

protonaprese10AProton R3 Rally Team fez ontem a sua apresentação oficial na Malásia, anunciando dois novos patrocinadores e o seu programa para 2011 que consiste numa temporada completa no IRC (Intercontinental Rally Challenge) e no APRC (Asia Pacific Rally Championship).

Em 2011, o Proton Satria Neo S2000, sofreu alguns melhoramentos para aumentar a fiabilidade do carro e o motor de origem Renault que equipa o Satria, passa a desenvolver uns expressivos 305cv, em vez dos 280 da versão 2010.

O bi-campeão do JWRC, Per-Gunnar Andersson, poderá juntar-se a Chris Atkinson e Alister McRae na estrutura de pilotos da marca malaia. O piloto sueco chegou a um acordo com Chris Mellors, para disputar o próximo Rallye Monte Carlo mas, ambas as partes estão interessadas em continuar esta ligação na restante temporada no IRC 2011.

P.G. Andersson: "Por agora, estamos com a Proton no Monte Carlo mas, vamos prosseguir as conversações logo a seguir ao rally, para ver quais são as possibilidades para o futuro. Estou muito contente por juntar-me à equipa que acredita num bom futuro neste desporto motorizado."
Alister McRae vai estar destacado para efectuar todo o campeonato APRC, podendo no entanto, estar presente num rally ou outro do IRC. Por outro lado, Chris Atkinson estará mais concentrado no IRC, a começar já no próximo Monte Carlo a fazer equipa com Andersson.

Chris Atkinson: "Começar a temporada no Monte Carlo é espectacular. Como piloto de rally, este é o sítio tradicional onde sempre devemos começar o ano. Eu sempre me dei bem no evento mas, é realmente muito duro. Competir nos Alpes em Janeiro, nunca se sabe o que está a seguir a uma curva: poderá ter asfalto seco, molhado, neve ou gelo. É uma grande desafio para uma equipa e um piloto, onde um dos aspectos mais importante consiste em conseguir os pneus certos."

Colaboração Ricardo Nascimento

 

logoacm10O Rali de  Monte Carlo, prova de abertura do Intercontinental Rally Challenge que estará na estrada de 19 a 22 de Janeiro.

Na edição do centenário, o Rali de Monte Carlo teve um record de 305 inscritos, mas apenas um terço foi aceite para este evento.

Ao todo estão presentes 39 S2000, um record numa prova do IRC, entre os quais o português Bruno Magalhães que parte com o número 14 na porta, no meio de tantas estrelas dos ralis mundiais.

 

Ver Lista de Inscritos

montecarloinscr11

 

 

 

neuvilleirc11No próximo Rallye Monte Carlo, a primeira roda do Intercontinental Rally Challenge, Thierry Neuville vai defender as cores da equipa Peugeot Bélgica-Luxemburgo mas, não vai ficar por aqui.

O jovem belga de 22 anos terminou em 9º do IRC 2010, tendo como melhor resultado um pódio no Rallye D'Ypres. Para 2011, Neuville confirmou que irá revelar nas próximas semanas, o seu programa para o IRC que deverão ser pelo menos, sete eventos.

Thierry Neuville: "Estou muito satisfeito com a confiança que me foi dada pela Peugeot Bélgica-Luxemburgo e farei todo o possível para agradecer a todos que me ajudaram pois, espero obter grandes resultado na próxima temporada."

Adelheid Terryn, Responsável pela Peugeot Bélgica-Luxemburgo: "Nem tudo está completamente finalizado, para o resto da nossa campanha pelo IRC mas, o nosso programa será apresentado em devido tempo. Mas no que diz respeito a Monte Carlo, não podíamos esperar e nós, obviamente, decidimos ir."

Colaboração Ricardo Nascimento

ircagentoDepois das dificuldades já conhecidas do Rally Islas Canárias, agora foi a vez da prova Argentina anunciar o seu cancelamento do calendário IRC 2011.

O Rally de los Alerces que se ia disputar na primeira semana de Março, seria a segunda prova do campeonato mas, a organização encontrou grandes problemas financeiros, não conseguindo até ao momento, reunir o dinheiro necessário para a realização do rally.

O Rally Islas Canárias ficou com a hipótese de voltar a ser integrado no campeonato, caso consiga reunir os apoios que tanto necessita mas, a data da sua possível realização, não vai depender apenas da obtenção do dinheiro pois, a partir do mês de Maio vai ser muito complicado conseguir um espaço no calendário.

Para a prova argentina, a situação é um pouco parecida pois, também eles estão à procura de soluções para tentar dar a volta à situação mas, a sua situação geográfica originam a grandes problemas de logística, numa possível alteração de data.

Com a saída provisória do rally das Canárias do calendário IRC e agora com a possibilidade quase certa do cancelamento do Rally de los Alerces, o campeonato fica parado até ao mês de Maio, entre o Rallye Monte Carlo e o Rallye da Córsega.

Colaboração Ricardo Nascimento

RALIS ONLINE TV

RALIS ONLINE TV 2