faceralis

 

usados

WRC

latvalafina10- A 60ª edição do Neste Oil Rally Finland, tem apenas dois dias verdadeiramente competitivos pois, após a super especial disputada ontem em Laajavuori, a prova termina já amanhã depois de uma sexta-feira em que se andou muito depressa.

- Petter Solberg foi o primeiro líder, após ter sido o mais rápido na super especial disputada ontem em Laajavuori mas, logo no inicio da manhã de hoje, Mikko Hirvonen atacou forte e venceu as duas primeira especiais, passando para o comando do rally. No entanto, na terceira especial do dia, Hirvonen aterrou mal após um salto numa curva a alta velocidade e despistou-se violentamente, terminando a sua prova muito cedo.
- Solberg retomou a liderança após o aparatoso acidente de Hirvonen mas, o outro Ford oficial, já vinha desde o inicio do dia a pressionar muito o norueguês. Jari-Matti Latvala venceu três troços disputados hoje e terminou o dia a liderar o rally mas, não conseguiu afastar-se muito de Petter Solberg.
- Os dois Sébastien (Ogier e Loeb), terminaram o dia em 3º e 4º respectivamente e vão certamente, atacar amanhã com ordens de partida mais favoráveis. Ogier venceu o troço em que Hirvonen capotou e foi subindo gradualmente na classificação, estando a 12,7s de Solberg.
- Ao limpar a estrada, Loeb perdeu algum tempo para os mais rápidos e até chegou a rodar atrás de Henning Solberg quando perdeu o spoiler dianteiro mas, no entanto, o norueguês teve uma saída de estrada e Loeb terminou em 4º a 10,2s do seu novo companheiro de equipa.
- Daniel Sordo chegou a ocupar a terceira posição mas, viria a perder alguns segundos na parte da tarde e terminou o dia apenas em quinto, a 11,7s de Loeb mas, já está a mais 40 segundos de Hirvonen.
- Matthew Wilson iniciou o dia em nono mas, devido aos acidentes de Hirvonen e de Henning Solberg, o jovem britânico ainda beneficiou de um furo no Subaru de Mads Östberg, que o fez perder 3 minutos. Com estes erros a azares à mistura, Wilson terminou a etapa em sexto a mais de 2 minutos e meio de Latvala.
- Sem conhecer o carro e afastado do wrc há 8 anos, Juha Kankkunen foi melhorando os tempos à medida que se sentia mais à vontade no Focus e terminou o dia em sétimo, estando em boa posição de atacar Matthew Wilson.
- Kimi Räikkönen foi surpreendido por Kankkunen esta tarde mas, a luta entre os dois, poderá manter-se no derradeiro dia pois, apenas existem 7,5s de diferença entre os dois finlandeses.
- Juho Hänninen e Matti Rantanen, obtiveram os wild cards nesta prova, para poderem pontuar no swrc. Muito habituado ao Skoda, Hänninen está a fazer um rally fantástico e ocupa a nona posição da geral, estando a liderar entre os S2000, com Rantanen a em segundo a 41,1s do piloto da Skoda oficial.
- Ott Tänak, passou para a liderança do pwrc, após a saída de estrada de Juha Salo que tal como Hänninen e Rantanen, também ele obteve um wild card para pontuar na prova finlandesa.

CLASSIFICAÇÃO 1º DIA (tempos)

1º Jari Matti Latvala - Ford Focus WRC 1h10m30,7s
2º  Petter Solberg - Citroen C4 WRC a 9,1s
3º Sebastien Ogier - Citroen C4 WRC a 21,8s

 

COMANDANTES SUCESSIVOS
- Petter Solberg (1ª pec); Mikko Hirvonen (2ª e 3ª pec); Petter Solberg (4ª a 6ªpec); Jari Matti Latvala (7ª à 11ª pec)

 

VENCEDORES DE TROÇOS

- Petter Solberg (2); Mikko Hirvonen (2); Sebastien Ogier (1); Daniel Sordo (1); Jari Matti Latvala (3); Sebastien Loeb (2)

 


 

 

finlandilogo10Este fim-de-semana disputa-se mais uma prova do Mundial de Ralis. O Rali da Finlândia vai na sua 60ª edição e promete ser mais uma vez um grande espectáculo.

Destaque, além das equipas oficiais, para o regresso de Juha Kankkunen aos ralis e da dupla portuguesa Nuno Barroso Pereira / Pedro Conde, que fazem a sua estreia em provas do Mundial fora de Portugal.

Site oficial: www.nesteoilrallyfinland.fi/en/

Tempos Online: www.wrc.com

barrosmundi10É já na próxima semana que a BPSport, com Nuno Barroso Pereira / Pedro Conde ao volante do Subaru Impreza, vai dar o primeiro passo rumo à internacionalização, alinhando na edição de 2010 do Rali da Finlândia.

Barroso Pereira vai integra o restrito lote dos concorrentes ao P-WRC integrado na estrutura da Tommi Makkinen Racing, embora esteja consciente das dificuldades que vai enfrentar.

O único Português presente à partida desta étapa do mundial afirma: “ Fazer ralis fora de portas era algo que estava na minha mente. Possivelmente para o próximo ano. Julgo que só andando com os melhores podemos evoluir, e o meu objectivo foi sempre esse. Andar mais depressa, ser mais competitivo e ganhar consistência e «endurance». Como disse ía tentar em 2011. O convite do Tommi para alinhar sob as suas cores no P-WRC já este ano, foi irrecusável. Com muito sacrificio, nosso e dos patrocinadores, conseguimos montar um mini projecto para o mundial, tendo como horizonte a disputa da totalidade do campeonato no próximo ano. Assim as provas nos corram de feição.”

Relativamente à prova de estreia, Barroso Pereira mostra-se cauteloso: “O nosso objectivo para a Finlândia é 100 % realista. É provavelmemte a prova mais dificíl do mundo. Muito rápida e técnica, em que só quem conhece a fundo o terreno que pisa,  anda na luta pelos lugares cimeiros. Como não é o nosso caso, vamos ter uma atitude de contenção. Apesar de podermos contar com as preciosas «dicas» do Makkinen, vamos andar o que pudermos e soubermos,  sem cometer loucuras, com um grande obejctivo: terminar a prova e levar ao palanque final a bandeira de Portugal e as cores dos nossos patrocinadores!”

miniregress10A Prodrive revelou hoje em comunicado oficial que estará de regresso ao Mundial de Ralis já em 2011 para algumas provas e a tempo inteiro em 2012, recorrendo ao Mini Countryman.

A versão WRC será baseada neste modelo de produção, utilizando um motor 1.6 litros turbo da BMW Motorsport, estando prevista a sua apresentação no Outono de 2010.

Em 1960 o Mini Cooper S fez história no Mundial de Ralis ao vencer o Rali de Monte Carlo, tendo a presença da Mini na competição estado a cargo das variantes de Troféu.

Ian Robertson, membro do Conselho de Administração da BMW AG, responsável pelas Vendas e Marketing, disse: "Estou encantado com este regresso da Mini ao ralis. O Countryman oferece uma excelente base para se desenvolver um carro de corrida competitivo para o campeonato do mundo. Com a Prodrive temos um parceiro forte e experiente. Vamos trabalhar arduamente em conjunto durante os próximos meses para garantir que o projecto começa no caminho certo desde o início."

Refira-se que a Prodrive tem vindo a trabalhar no desenvolvimento do Mini Countryman WRC desde o início de 2009.

sciroscwrc10Prossegue a novela da Volkswagen relativamente ao possível regresso da marca ao Mundial de Ralis.

Segundo o Autosport Inglês, teria existido algum desinteresse por parte dos responsáveis da Volkswagen devido ao pouco retorno mediático do WRC, mas fontes citadas pelo esse semanário dezem que a discussão voltou a estar em cima da mesa.

A ideia passa pelo regresso da marca em 2012, depois desse tema estar a ser debatido internamente na marca.

RALIS ONLINE TV

RALIS ONLINE TV 2