faceralis

 

usados

WRC

loebfranca110

A competir em casa, Sébastien Loeb está a dominar o Rally de França, tendo sido mais rápido em cinco dos oito troços disputados no primeiro dia.

Daniel Sordo teve um inicio de prova com algumas cautelas pois, os troços encontravam-se muito escorregadios. Na penúltima especial do dia, o espanhol atacou forte e venceu o troço, subindo a segundo da geral e terminou a etapa a 22,7s do seu colega de equipa.

Sébastien Ogier andou envolvido numa boa luta com Petter Solberg mas, o francês acabaria por ser surpreendido por Sordo, acabando o primeiro dia em 3º a 2,9s do espanhol.

Jari-Matti Latvala está a aproveitar a muita lama que se encontra no asfalto pois, foi nas partes sinuosas e sujas em que conseguiu não perder muito tempo para os Citröen. Latvala venceu dois troços à geral e ainda conseguiu "roubar" a quarta posição a Petter Solberg, no decorrer da última especial do dia.

Mikko Hirvonen já está muito longe dos pilotos que seguem à sua frente, estando a ser novamente batido pelo seu colega de equipa mas, no entanto, só tem Räikkönen atrás de si com uma distância considerável.

Os Skoda estão a dominar o SWRC, sendo para já, o jovem norueguês Eyvind Brynildsen, o primeiro da classe, na frente de Sandell e Kosciuszko. Alguns Ford tiveram problemas, incluindo Bernardo Sousa e Prokop efectuou a etapa sem direcção assistida.

No PWRC, Armindo Araújo passou para liderança após Paddon ter furado um dos pneus do Mitsubishi, tendo agora o português 1 minuto de vantagem sobre Anders Grondal.

LÍDERES DO RALI:
Sebastien Loeb (Pec 1 a 8)
VENCEDORES DE TROÇOS:
Sebastien Loeb (5); Jari Matti Latvala (2); Daniel Sordo (1)

CLASSIFICAÇÃO 1ºDIA (link)
1º Sebastien Loeb – Citroen C4 WRC 1h18m27,8s
2º Daniel Sordo – Citroen C4 WRC a 22m7s
3º Sebastien Ogier – Citroen C4 WRC a 25,6s
4º Jari Matti Latvala – Ford Focus WRC a 41,8s
5º Petter Solberg – Citroen C4 WRC a 45,8s
6º Mikko Hirvonen – Ford Focus WRC a 1m50,8s
7º Kimi Raikkonen – Citroen C4 WRC a 3m27,4s
8º Frederico Villagra – Ford Focus WRC a 5m34,6s
9º Mathew Wilson – Ford Focus WRC a 5m58,1s
10º Ken Block – Ford Focus WRC a 7m01,4s
...
19ª Armindo Araújo – Mitsubishi Lancer Evo X a 9m37,5s
53º Bernardo Sousa – Ford Fiesta S2000 a 24m55,6s
57º Nuno Barroso Pereira – Subaru Impreza WRX a 32m18,1s

Colaboração Ricardo Nascimento

nunoluis10Nuno Barroso Pereira vai disputar a sua terceira prova no PWRC esta temporada, desta feita o Rali de França, que começa já amanhã.

Para além da novidade que é a prova, para Barroso Pereira existe outra novidade, pois será Luís Ramalho a sentar-se a seu lado nesta prova.

“A vontade de fazer ralis com o Luís já vem de algum tempo. Na impossibilidade de contar com o contributo do Pedro Conde para esta prova, fiz o convite ao Luís a que ele prontamente acedeu”, disse Barroso Pereira.

Por sua vez, Luis Ramalho afirmou que ”é uma experiência nova, uma vez que é a primeira prova do Campeonato do Mundo que faço fora de Portugal. Vai ser engraçado ser "adversário", no mundial, do meu irmão Miguel. Quanto ao Nuno é um amigo que aprendi a respeitar enquanto homem e desportista. Também por isso, não poderia recusar este convite”.

Quanto à prova em si, Barroso Pereira diz-se entusiasmado com as estradas embora apreensivo com a instabilidade climatérica.“Gosto particularmente dos troços deste rali, que são muito mais rápidos do que julgávamos. Para um bom resultado, considerando que a nossa concorrência em termos de P-WRC é feroz, é fundamental conseguirmos um bom acerto para o carro. Sem isso é impossível realizar bons tempos, pois como já referi os troços são rápidos e sem margem para erro. Estamos também preocupados com a instabilidade climatérica, este chove não chove complica em muito a tarefa da escolha de pneus. Penso que em termos de classificação, não só para o PWRC como em termos absolutos, quem conseguir uma boa afinação e «acertar» na escolha de pneus, tem meio caminho andado para um bom lugar. Excelente tem sido a adaptação ao Luís (Ramalho), sendo a nossa primeira prova juntos parece que formamos equipa desde sempre. Sem duvida um grande profissional”.

arauhofrancaArmindo Araújo e Miguel Ramalho vão estar presentes no Rali de França, para disputar a penúltima prova do PWRC 2010, uma prova que poderá ser decisiva na atribuição do título deste ano nesta competição.

Por isso, a dupla portuguesa está fortemente motivada para conseguir um bom resultado, apesar de ser uma prova desconhecida (para todos os pilotos) sendo o grande objectivo repetir o triunfo alcançado na Alemanha.

"Tal como na Alemanha vamos imprimir um ritmo forte de princípio a fim. Sabemos que o rali vai ser longo e duro mas uma vitória em França permite-nos chegar à última prova com uma margem na liderança muito importante. O nosso objectivo é revalidar o título e por isso vamos lutar nesse sentido", começa por dizer o piloto tirsense.

Disputado numa região onde as condições meteorológicas estão nesta altura instáveis, a dupla portuguesa tem consciência que as estratégias delineadas à partida poderão sofrer rápidas alterações. "Preparamo-nos para todos os cenários possíveis, testamos em pisos molhados e o Mitsubishi Lancer Evo X deixou óptimas indicações. Estamos confiantes mas também sabemos que nessas circunstâncias precisamos sempre de uma ponta de sorte", disse ainda o piloto apoiado pela Galp, TMN, MCA, Lusitania Seguros e Mitsubishi Motors.

O Rali de França disputa-se entre sexta-feira e domingo, de 1 a 3 de Outubro, sendo Estrasburgo a cidade escolhida para o centro operacional de toda a caravana do WRC. A equipa portuguesa terá pela frente 351,80 quilómetros cronometrados, divididos por 20 provas especiais, num total de três etapas.

francalogo10O Rali de França, que vai para a estrada no próximo fim-de-semana, mudou-se este ano de armas e bagagens da Córsega para a região da Alsácia, apresentando uma prova totalmente nova no Mundial de Ralis.

A maior concindência desta situação está no facto de Sebastien Loeb ser originário desta região, chegando o francês a este rali com a possibilidade e arrecadar o sétimo título mundial à porta de casa.

Para tal suceder basta a Loeb ganhar apenas 7 pontos a Sebastien Ogier, mas face ao domínio que tem demonstrado nas provas de asfalto é bem provável que o francês junte uma vitória à conquista do título.

Destaque ainda a presença de Armindo Araújo, Nuno Barroso Pereira (que nesta prova será navegado por Luís Ramalho) e de Bernardo Sousa que irão integrar as competições de suporte (PWRC e SWRC).

Mais informações do Rali de França estão disponíveis no site oficial da prova.

barralemd10barrosmundi10Depois da azarada estreia estreia a nivel internacional no Rali da Finlândia, Nuno Barroso Pereira / Pedro Conde, regressam agora o PWRC no Rali da Alemanha, já no próximo fim-de-semana, sendo uma das três duplas nacionais presentes.

Devido a algum atraso na recepção de material proveniente da TMR, na última semana a equipa técnida da BPSport trabalhou arduamente na revisão geral, substituição da caixa de velocidades bem como na reconversão para asfalto do Subaru Impreza, estando confiante que, desta feita, não serão problemas de fiabilidade a «estragar» os planos da equipa.

barrosmundi10De partida para a Alemanha, Nuno Barroso Pereira fez uma retrospectiva da Finlândia e anunciou os objectivos para a prova germânica: “ Viemos da Finlândia com um enorme «amargo de boca». Para a Alemanha, e apesar da radical mudança de cenário, os nossos objectivos são os mesmo que tinhamos para a Finlândia. Terminar, andar o mais depressa possivel sem cometer erros, gerir a mecânica – lembro que se trata da prova mais extensa do Mundial – ganhar ritmo e endurance para no próximo rali na França, parajá estarmos mais perto dos mais rápidos da nossa categoria".

 

barralemd10Para terminar, Nuno Barroso Pereira, aproveita para deixar "uma palavra de agradecimento para a nossa equipa técnica, que em tempo recorde fez um trabalho fantástico na preparação do carro para podermos estar à partida desta prova.”