facebook

 

volvo

Eventos

diogoDepois da dupla vitória no Challenge DS3 R1, Diogo Soares vai regressar à competição na Peugeot Rally Cup Ibérica, integrando a nova equipa The Factory Racing de Aloísio Monteiro, com assistência de António Castelo Branco.

O pioto fez um primeiro contacto com o Peugeot 208 R2 em terra muito recentemente, em Gondomar, estando por isso muito animado por voltar à competição. "Voltamos às baquets, desta vez a integrar a equipa The Racing Factory, a bordo do Peugeot 208 R2. O Rali de Portugal, que já não é tarefa fácil, será o nosso primeiro rali de terra e será muito importante acumularmos quailómetros para aumentarmos o ritmo o mais rapidamente possível".

Refira-se que um dos "padrinhos" deste projeto é o piloto Rui Madeira.

cuidaorgan13Calendário Nacional de Ralis 2018 (por mês).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MÊS / DIA PROVA COMPETIÇÃO TROFÚES
       
FEVEREIRO      
17 e 18 Rali Serras de Fafe CPR / CNR / TFR DK
       
MARÇO      
9 e 10 Rali Vila de Ourique CSR DK
10 e 11 Rali de Gondomar CNR CIN
16 e 17 Rali de São Vicente CRM  
22 a 24 Azores Airlines Rallye CPR / CRA / TFR  
24 e 25 Rali de Mondim CNR CIN
24 e 25 Rali Medieval de Ourém CCR DK / CIN
       
ABRIL      
13 e 14 Rali Porto Santo Line CRM  
14 e 15 Rali Vila do Bispo CSR DK
20 e 21 Rali Sical CRA  
21 e 22 Rali do CAMI CNR  
27 e 28 Rali de Mortágua CPR / CCR / TFR  
       
MAIO      
5 e 6 Rali de Santo Tirso CNR DK / CIN
11 e 12 Rali da Calheta CRM  
12 e 13 Rali de Penela CCR  
17 a 20 Rally de Portugal CPR / TFR  
25 e 26 Rali Vinho do Dão CCR  
       
JUNHO      
1 e 2 Rali Ilh Azul CRA  
2 e 3 Rali CA Algarve CSR  
8 e 9 Rali Vidreiro CPR / CCR / TFR DK
8 e 9 Rali Mun. Santa Cruz CRM  
16 e 17 Rali Montelongo CNR CIN
       
JULHO      
30 a 1 Lotus Rali CRA  
30 a 1 Rali de Castelo Branco CPR / CCR / TFR  
6 e 7 Rali do Marítimo CRM  
7 e 8 Rali de Viana do Castelo CNR DK / CIN
20 e 21 Rali Aguiar da Beira / Sernancelhe CCR  
21 Rali de Famalicão   CIN
       
AGOSTO      
2 a 4 Rali Vinho Madeira CPR / CRM / TFR  
11 e 12 Rali Santa Maria    
25 e 26 Rali Mun. Mesão Frio CNR  
       
SETEMBRO      
7 e 8 Rali de Vouzela CCR  
14 e 15 Rali Ilha Ilhás CRA  
14 e 15 Rali Mun. Funchal e C. Lobos CRM  
15 e 16 Rali Cidade de Serpa CSR DK
22 e 23 Rali Amarante Baião CPR / CNR / TFR  
29 e 30 Rali Vila de Monchique CSR  
29 e 30 Rali de Tábua CCR  
       
OUTUBRO      
6 Rali Eurocidades   CIN
12 e 13 Rali do Pico CRA  
13 e 14 Rali Pampilhosa da Serra CCR  
13 e 14 Rali Município de Albufeira CSR  
20 e 21 Rali Vieira do Minho CNR  
26 e 27 Rali do Faial CRM  
A definir Rali das Camélias    
       
NOVEMBRO    
1 a 3 Rally Spirit    
3 e 4 Rali CA Cento CCR DK
17 e 18 Rali Casinos do Algarve CPR / CSR / TFK  

matosFilipe Matos esteve no passado fim-de-semana a preparar o Rally Serras de Fafe. Iniciou no sábado os reconhecimentos do percurso de 122 quilómetros que completerão os troços cronometrados.

O piloto afirma que "o primeiro objetivo está cumprido, tirar notas de um rali tão longo, algo que nunca antes tinha feito, diria mais, tem quase tantos quilómetros este rali como a junção dos ralis que já fiz em toda a minha vida".

No domingo continuou a preparação para a prova, sendo este dia o mais importante, foi o primeiro teste do piloto ao volante de um carro com quatro rodas motrizes. Filipe Matos adianta, "é o realizar de mais um sonho. Consciente de que este carro não é o meu habitual Peugeot 206 GTI e tendo em conta que este será o meu quinto rali, sendo o segundo de terra, só poderei ter como objetivo chegar ao fim da prova. Contudo, espero poder desfrutar ao máximo tanto do carro como deste rali que é um dos mais fantásticos e mediáticos de Portugal".

Filipe Matos integrará a grelha de partida aos comandos de um Mitsubishi Evo IX da equipa Matos Competições e disputará a Taça Fpak de Ralis e o Desafio Kumho, estando a pensar fazer apenas este rali com o Mitsubishi. As restantes provas em que correrá no ano de 2018 serão ao volante do seu Peugeot 206 GTI. As expectativas são elevadas para este que será o segundo ano do piloto na competição automóvel, frisando que será um ano de aprendizagem e de evolução.

O jovem piloto agradece a colaboração dos seus patrocinadores, que continuam a acreditar no seu trabalho e no seu potencial, sendo estes AFERT, Ribeiro Seguros, Gastrófilo, Móveis In, Sernor, Rui Miguel Century21 D'ouro, Rusvi, PM Veículos, Helder Matos, União de Freguesias Barreiro de Besteiros e Tourigo, acreditando que durante a época irão aparecer mais investidores de forma a levar a cabo "mais surpresas que estão na manga".

netoPela 7ª vez consecutiva a Paulo Neto Sport volta a marcar presença no início do Campeonato de Portugal de Ralis, novamente com a dupla Paulo Neto / Vitor Hugo que irão estar aos comandos do Citroen DS3 R3T max.

A pouco menos de 15 dias do início do Campeonato de Portugal, Paulo Neto / Vitor Hugo confirmam a presença no Rali Serras de Fafe, integrando a competição inerente aos carros de duas rodas motrizes, numa época que poderá vir a ser um pouco diferentes das anteriores.

"Para já vamos estar presentes no início do Campeonato no Rali Serras de Fafe, mas este ano a nossa presença nesta competição poderá vir a ser um pouco diferente do que sucedeu nos últimos anos", afirma Paulo Neto, que explica que "para já não sabemos em que provas vamos poder estar presentes. É provável que possamos também marcar presença nos Açores, mas a nossa época vai sendo um pouco definida prova a prova, acima de tudo por questões de ordem profissional".

Apesar desta nova forma de encarar a temporada, Paulo Neto refere que "não desvalorizamos a nossa presença no Rali Serras de Fafe, bem antes pelo contrário. O carro sofreu uma profunda revisão, de modo a debelar os problemas com que nos debatemos em 2017 e que condicionaram muito a nossa prestação em diversas provas, mas o teste que realizamos recentemente revelou-se muito proveitoso, dando-nos indicações que poderemos vir a ser muito competitivos no arranque da temporada. Não vamos a Fafe para fazer número, mas sim para tentar lutar por um lugar de revelo e dignificar os nossos patrocinadores, com destaque para a entrada da VMP Pavage (empresa nacional na área da calçada à portuguesa a operar no mercado francês), que também abraçou o nosso projeto, e para os restantes que continuam a apoiar por mais um ano e aos quais tenho que agradecer".

A Paulo Neto Sport vai continuar com a assistência técnica da P&B Racing e dos parceiros Roca, Weber, Baxi, Dominó, Italbox, Quantinfor, Total, Caras Decoração, Vitarte, Banhoazis, VMP Pavage e Cision, para a temporada de 2018 do Campeonato de Portugal de Ralis.

ricDepois de ter sido uma das sensações da Taça Nacional de Ralis de Terra em 2017, onde conquistou uma vitória em Mortágua e mais dois pódios na sua primeira época completa ao volante do Mitsubishi Lancer Evo IX, Ricardo Matos vai apostar na Taça Nacional de Ralis FPAK em 2018, apontando agora à luta pelo título. Época do piloto de Amarante começa no emblemático Rali Serras de Fafe.

Ricardo Matos e o navegador Carlos Matos deram nas vistas na época passada, discutindo os primeiros lugares da Taça Nacional de Ralis de Terra face a uma concorrência bem mais experiente e onde estavam nomes consagrados do panorama nacional. A vitória na prova da TNRT do Rali de Mortágua e os pódios nos ralis de Gondomar e Vinho do Dão poderiam ter colocado Ricardo Matos na luta pelo título, não fossem os problemas mecânicos que afetaram o Mitsubishi Lancer Evo IX em alturas cruciais da época.

Agora, o piloto amarantino espera ter ultrapassado esses problemas e aposta na nova Taça Nacional de Ralis FPAK, que vai acompanhar o calendário do Campeonato de Portugal (ralis de terra e asfalto).

"Acredito que, em condições normais, teríamos discutido o título na nossa primeira época a sério na Taça", refere Ricardo Matos, que nos últimos meses tentou viabilizar um projeto para o Campeonato de Portugal de Ralis no grupo RC2N (Grupo N). "Não conseguimos apoios suficientes para dar o 'salto' para o Nacional e a aposta na Taça FPAK acaba por ser uma opção natural, visto que nos permitirá dar sequência a todo o trabalho que fizemos em 2017. Ainda não temos garantido o budget para a época toda mas tenho de agradecer a confiança de todos os patrocinadores que continuam no projeto e que acreditam no nosso valor. Para já, estaremos em Fafe e tentaremos garantir o resultado que nos escapou por pouco no ano passado, num rali difícil mas sempre muito especial. Gostaríamos também de disputar o Rali dos Açores, em março, mas tudo dependerá dos apoios que conseguirmos para completar a época", afirmou.

Primeira prova da temporada nacional de ralis, o tradicional Rali Serras de Fafe está marcado para os próximos dias 17 e 18 de fevereiro.