facebook

banner-site-desafio

CPR

evoxDepois de conhecidos os interesses com o Troféu Peugeot, Desafio Kumho e Copa 106, está a tentar ser promovida uma 4ª competição monomarca, desta feita integrando o Nacional de Ralis de 2018.

Trata-se de um Troféu Mitsubishi Lancer Evo X, apoiado ao que tudo inidca por uma marca de pneus, e que integra algumas provas do Nacional de Ralis do próximo ano.

Alguns pilotos foram já informados da intenção de se realizar esta competiçõa, mas de momento ainda não se sabem mais detalhes em concreto, apesar de a FPAK também já ter conhecimento da mesma.

Aguardemos por mais notícias!!!!

kumho copy copyO Desafio ASR Kumho Portugal, a nova competição monomarca de pneus que a ASR Tyres, Kumho e FPAK estão a preparar, tendo como palco a próxima temporada de Ralis 2018, divulgou agora mais algumas novidades, nomeadamente os preços dos pneus para esta competição.

Como já anunciado, este será um Desafio dividido em 2 categorias: Categoria 1, destinada a Mitsubishi Evo VII, VIII e IX + Subaru Impreza N10, 11 E 12, enquanto que a categoria 2 incluirá todos Evos até ao Evo VI + Subaru 555.

O Desafio ASR Kumho Portugal, será composto por 8 provas, 4 de terra + 4 de asfalto, terão uma distância média cronometrada entre os 70 e 80km e terão como provas de acolhimento, um misto entre provas do CNR e provas que organizaram as Taças de Terra, ou Asfalto, de 2017.

A inscrição no Desafio ASR Kumho Portugal, é gratuita, mas obrigatória, estando em preparação o respectivo boletim de inscrição.
Em cada prova, haverá um prémio monetário de 1.500€ para cada categoria, a dividir pelos 3 melhores classificados, para além de respectivos troféus para pilotos e navegadores.

Eis os preços de pneus, bem como as referências, adoptadas para o Desafio ASR Kumho Portugal. Lembramos que os pneus de terra, mantêm o preço normal da tabela em vigor desde 2014. Os de asfalto, ao serem referência nova, têm o preço actual.

Pneus de Terra:
• Kumho R800 K71 195/65 R15 – 180,72€
• Kumho R800 K71 205/65 R15 – 188,58€

Pneus de Asfalto:
• Kumho TM02 K22 210/645 R18 – 220,15€
• Kumho TM02 K61 210/645 R18 – 220,15€

Ao preço, acrescenta um valor de 2,90€/pneu para transporte

Lembramos que os preços indicados, são preços líquidos na factura, ao abrigo das normas para facturas intra-comunitárias.

Dada a prevista permissão federativa para o uso de jantes 18", estamos a negociar um preço de grupo com a Braid. Neste sentido, agradecemos que se nos dirijam todos os possíveis interessados. Quanto maior a quantidade, mais atractivo será o preço e adquiridas nas mesmas condições dos pneus.

As inscrições neste Desafio ASR Kumho Portgal, são limitadas. Podem efectuar a inscrição em http://www.asrracing.com/asr/inscripcion-desafio-asr-kumho-portugal/

kumho copy copyDepois de anunciada a convocatória do Desafio Kumho Portugal, a organização foi contactada por várias equipas interessadas, pedindo esclarecimentos adicionais sobre esta nova competição mono-marca de pneus.

A ASR Tyres, Kumho e FPAK, encontraram um denominador comum entre as equipas. Trata-se de abrir o Desafio Kumho Portugal, proporcionando a participação de vários modelos do modelo Subaru Impreza, para competirem com os Mitsubishi Lancer/Carisma Evo.

Para a organização do Desafio Kumho Portugal, é um prazer anunciar a inclusão do modelo Subaru Impreza 555, que competirão na classe reservada aos Mitsubishi Evo VI e anteriores; e os Subaru Impreza N10, N11, e N12, medirão forças na mesma categoria dos Mitsubishi Evo VII, VIII e IX.

A relação completa de veículos que poderão competir no Desafio Kumho Portugal, fica assim organizada:

Classe 1
Mitsubishi Lancer EVO VII
Mitsubishi Lancer EVO VIII
Mitsubishi Lancer EVO IX
Subaru Impreza N10
Subaru Impreza N11
Subaru Impreza N12

Classe 2
Mitsubishi Lancer EVO I
Mitsubishi Lancer EVO II
Mitsubishi Lancer EVO III
Mitsubishi Lancer EVO IV
Mitsubishi Lancer EVO V
Mitsubishi Lancer EVO VI
Subaru Impreza 555


Desta forma, o Desafio Kumho Portugal, abre a porta a veículos que conseguiram 2 títulos mundiais de construtores, pelas mãos de pilotos como Colin McRae, Carlos Sainz, Piero Liatti ou Keneth Ericsson, e nada menos que 5 Campeonatos do Mundo de Produção, entre 2003 e 2007, com os pilotos Martin Rowe, Nial McShea, Toshihiro Arai e Nasser All-Attiyah.

Ainda faltam vários meses para que arranque a ia edição do Desafio Kumho Portugal, organizado pela ASR Tyres, Kumho e FPAK, mas o trabalho continua sendo intenso e haverá mais novidades, que divulgaremos à medida que forem sendo confirmadas.

bx17JX5381Miguel Barbosa conquistou a quarta posição no Rali Mortágua, a penúltima ronda do Campeonato Nacional. O piloto da BP Ultimate Vodafone Skoda Team ocupa assim o terceiro lugar da classificação geral.

"Não saio particularmente satisfeito deste rali. As expectativas eram bem mais altas, mas acabamos por andar sempre fora do andamento dos primeiros. De manhã, o carro não estava bem como eu queria. Ainda alteramos para a tarde, mas não conseguimos recuperar. Agora vamos analisar o que aconteceu e tentar perceber onde erramos e onde podemos melhorar", diz Miguel Barbosa.

No primeiro dia, Miguel Barbosa, que esteve ao volante do Skoda Foabia R5, acabou a liderar o rali, ao lado de Miguel Ramalho, depois de ter vencido a Super Especial com o tempo de 1m53.30s. No Segundo dia, acabou por perder vantagem, ficando atrás de Craig Breen, Carlos Vieira e Pedro Meireles.

Organizado pelo Clube Automóvel do Centro, o rali contou com mais de 176 quilómetros de percurso, uma Super Especial na sexta-feira e ainda sete especiais no segundo dia de prova. O campeonato termina na próxima jornada, no Algarve, a 17 e 18 de novembro.

gilmor2Gil Antunes e Diogo Correia saíram de Mortágua com 'dever cumprindo', subindo uma vez mais ao pódio no Campeonato Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes!

No Rali de Mortágua a equipa tinha já delineado as suas ambições em lutar pela vitória, pois era importante somar o máximo de pontos e esperar pelo desenrolar da prova dos seus mais directos adversários para ver como ficavam aa contas referente ao título.

O piloto do Renault Clio R3T entrou bem na super especial de sexta feira, garantindo o 2º melhor registo! No sábado voltam a registar o 2º melhor crono nas 2 RM, o que lhes permite passar para a liderança do rali nas 2 RM. Contudo o piloto estava a debater-se com o excessivo desgaste dos pneus, tentando fazer a melhor gestão dos mesmos, mas acabando mesmo por furar e descer a 2º na 4ª especial. Durante as especiais da tarde voltaram a debater-se com o mesmo problema, não tendo um rali fácil e acabaram por descer a 3º! Nas duas últimas especiais o piloto conseguiu minimizar a situação, subindo a 2º nas 2 rodas motrizes e arrecadando a vitória no campeonato destinado aos RC3.

Como refere o piloto de Sintra, "partimos muito motivados para a prova e penso que conseguimos ter uma boa performance durante todo o rali. Contudo não tivemos uma tarefa fácil já que tivemos que alinhar na prova com uma mistura de pneus demasiado macia, devido a não terem o composto mais duro para nos entregar, o que se tornou numa situação desastrosa e passamos o rali todo a trocar os pneus de trás para a frente ou vice versa, pois ao final de cada especial simplesmente não tínhamos piso e acabamos mesmo por furar! Apesar disto, conseguimos minimizar a situação e recuperar a 2ª posição nas 2 RM e 1º nos RC3, acabando por ser um resultado positivo e permite-nos adiar a questão do título para a última prova, o Rali Casinos do Algarve!"