faceralis

 

posvendaclick
 

CPR

algarvelogo18Troços e horários Rali Casinos do Algarve 2018 (sujeito a aprovação pela FPAK).

 

 

 

 

 

 

 

algarve18horarios

amamara18diaFotos: PAULO HOMEM (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: RALI AMARANTE BAIÃO
Data: setembro 2018
Site: www.ralisonline.net

 

ogierDeterminada na busca da vitória para o próximo ano, a equipa Citroën Total Abu Dhabi WRT orgulha-se de anunciar o regresso, a partir de 2019, de Sébastien Ogier e Julien Ingrassia, quíntuplos campeões do mundo de ralis.

Há dez anos, por ocasião do Rali da Grã-Bretanha de 2008, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia, então recém-coroados com o título de Campeões do Mundo Júnior, estreavam-se em grande ao volante C4 WRC, vencendo a primeira Especial – a sua primeira vitória em troços do WRC – e comandando a corrida até à ES5. Com a edição de 2018 da prova britânica já à espreita no calendário como a próxima ronda da temporada, o momento não podia ser melhor para anunciar o regresso dos quíntuplos campeões do mundo (2013 a 2017) ao Citroën Total Abu Dhabi WRT, a equipa onde tudo começou.

Foi envergando os fatos de competição decorados com os famosos chevrons, que os dois franceses conquistaram o seu primeiro título mundial na categoria Júnior, com o C2 Super 1600, e a sua primeira vitória numa Especial do WRC. Foi também com a Citroën que conquistaram o seu primeiro pódio no WRC (2º lugar no Rali da Acrópole de 2009 com o C4 WRC), bem como a sua primeira vitória à geral (Rali de Portugal de 2010 com o C4 WRC). Após demonstrarem o seu excecional talento no Junior Team da marca, confirmaram rapidamente o seu estatuto de dupla promissora ao integrarem a equipa de fábrica da Citroën (Rali da Finlândia de 2010), contribuindo ativamente para os títulos de construtores conquistados em 2010 e 2011. Ao assegurar os serviços, de 2019 para a frente, de uma dupla que está este ano a disputar o seu sexto título mundial, a equipa chefiada por Pierre Budar confirmou a sua incansável determinação em colocar objetivos ainda mais altos para o futuro, com um C3 WRC que já tem no seu palmarés duas vitórias à Geral e seis lugares no pódio.

Totalmente focado no desafio de se tornar Campeão do Mundo com uma marca diferente, que também possui uma forte tradição na história dos ralis, Sébastien está rendido ao potencial do carro e à determinação de uma equipa que conhece bem. Motivadas pelo mútuo desejo de voltarem a trabalhar juntos, ambas as partes estão ansiosas por obter um recorde conjunto que já soma sete vitórias. Em vésperas da abertura do Salão Automóvel de Paris de 2018 (4 a 14 de outubro), onde o C3 WRC será uma das vedetas do stand da Citroën, o reencontro da dupla francesa com a equipa constitui uma óptima notícia para os fãs, que, certamente, mal podem agora esperar pelo arranque da próxima temporada, com a realização do Rali de Monte-Carlo de 2019 (22 a 27 de janeiro).

O QUE ELES DISSERAM...
Pierre Budar, Diretor de Equipa da Citroën Racing
"Esta excelente notícia tem, acima de tudo, a ver com pessoas dispostas a embarcar num viajem, numa aventura humana, unidas pelo desejo de escreverem juntos um novo capítulo da nossa história. Estou, obviamente, extremamente satisfeito em receber o Sébastien e o Julien de volta à nossa equipa! O facto de eles se juntarem a nós representa uma enorme motivação para toda a equipa. Todos estaremos ainda mais motivados. Estamos já a envidar todos os esforços para que esta nossa segunda colaboração seja um grande contributo para a nossa história neste desporto, mostrando o que é realmente a marca Citroën. Estamos muito contentes!"

Sébastien Ogier
"Estou muito entusiasmado com a perspectiva de atacar este novo desafio com a Citroën. Na verdade, mal posso esperar, principalmente porque não me esqueci de que esta é a equipa que, pela primeira vez, me deu a oportunidade de me estrear no Campeonato do Mundo. Foram vários os fatores que influenciaram a minha decisão. Agrada-me a ideia de voltar a trabalhar com pessoas com as quais, há alguns anos atrás, tudo correu muito bem, e também me entusiasma a possibilidade de tentar ser Campeão do Mundo com uma terceiro construtor diferente. E, embora não esteja a tomar nada por garantido, estou convencido de que o carro tem todo o potencial, e tenho fé nas pessoas que trabalham em Satory."

amarante18dia1Fotos: PAULO HOMEM (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: RALI AMARANTE BAIÃO
Data: setembro 2018
Site: www.ralisonline.net

 

pnetoamaNo Rali Amarante Baião a dupla Paulo Neto / Vitor Hugo não foi feliz, ao ser obrigada a abandonar devido a um problema mecânico no Citroen DS3 R3T Max. Agora resta a luta pelo título na categoria RC3.

Mais uma prova... mais um azar. Não tem sido de facto um ano fácil para a dupla Paulo neto / Vitor Hugo no Campeonato de Portugal de Ralis de duas rodas motrizes. No Rali Amarante Baião um problema eletrónico ditou o abandono, numa prova que começou relativamente bem no primeiro dia, mas que estava a ser algo difícil no segundo dia, até ao momento, na sétima especial, em que o Citroen DS3 R3T Max deixou de funcionar e não mais voltou a pegar.

"Não estava a ser um rali muito positivo para nós. Ainda conseguimos andar no nível dos nossos adversários na primeira etapa, mas ao longo da segunda etapa fomos sempre perdendo tempo para os nossos adversários, já que o nosso carro estava a falhar", comenta Paulo Neto, explica que o pior veio mesmo a seguir, quando "no decorrer da sétima especial de classificação o motor do nosso carro simplesmente deixou de funcionar, devido a um sensor que mede a pressão atmosférica. Tentamos fazer um reset ao sistema eletrónico, mas não mais conseguimos que o Citroen voltasse a trabalhar pelo que o abandono estava mesmo consumado, sendo o primeiro da temporada por este motivo, quando precisávamos mesmo de terminar a prova".

Ao não levar pontos do Rali Amarante Baião, Paulo Neto deixou de poder lutar pelo título nas duas rodas motrizes do Campeonato Nacional de Ralis, mas ainda mantém em aberto a luta pelo pódio, bem como a luta pela vitória na categoria RC3, pelo que "fica pelo caminho um dos objetivos da temporada, mas com tanto azar e tantos problemas técnicos no Citroen DS3 R3T Max não é fácil obter resultados que nos permitam lutar pelo título nas 2RM".

A Paulo Neto Sport conta com a assistência técnica da P&B Racing e dos parceiros Roca, Weber, Baxi, Dominó, Italbox, Quantinfor, Total, Caras Decoração, Vitarte, Banhoazis, VMP Pavage e Cision, para a temporada de 2018 do Campeonato de Portugal de Ralis.