faceralis

 

20anos

Erro
  • [sigplus] Erro crítico: A pasta Imagem deve ter um caminho relativo wrt à pasta base da imagem.

  • [sigplus] Erro crítico: A pasta Imagem deve ter um caminho relativo wrt à pasta base da imagem.

Nacional

[sigplus] Erro crítico: A pasta Imagem deve ter um caminho relativo wrt à pasta base da imagem.

vllanes 014Fotos: Marcas e Oficiais (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Rali Villa de Llanes
Data: 29 de outubro de 2013
Site: www.ralisonline.net

 

 

 

 

{gallery}2013/SETEMBRO2013/llanes2013{/gallery}

senraFoi muito disputada a segunda prova asturiana do Campeonato de Espanha de Ralis, o Rali Villa de Llanes, já que quatro pilotos estiveram sempre na luta pela vitória.

Surhayen Pernia ao volante de um Mitsubishi Lancer Evo X foi o primeiro líder, mas a quebra do turbo ao final da manhã, fez o piloto perder muitos segundos. Victor Senra com outro Evo X, neste rali nevagado por Diego Vallejo, este sempre na cabeça da corrida, tal como Miguel Fuster com o seu Porsche 997 GT3, juntando a eles Xavi Pons noutro Evo X após um início mais calmo.

Depois de várias lutas ao longo da prova chegava-se ao derradeira troços com os 4 primeiros separados por 11 segundos, mas a chuva que entretanto tinha caído nos troços foi decisiva para deixar fora desta luta Miguel Fuster que se conformou com o quatro lugar. Senra marca um "crono" magistral e com isso vencia o rali, seguido de Pons e Pernia.

Contudo, a notícia mais importante deste rali após os eu final, foi que Luis Monzón, mesmo ausente da prova, sagrou-se Campeão de Espanha de Ralis de asfalto, dando a primeira vitória num campeonato à Mini.

Colaboración Miguel Álvarez

[sigplus] Erro crítico: A pasta Imagem deve ter um caminho relativo wrt à pasta base da imagem.

fotosastura13Fotos: Marcas e oficiais (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Rallye Príncipe de Asturias
Data: 13 e 14 de setembro de 2013
Site: www.ralisonline.net

 

 

 

 

 

 

 

 

{gallery}2013/SETEMBRO2013/asturias2013{/gallery}

monzonastu13Mesmo depois de estar em risco de realização, o Rallye Príncipe de Asturias conseguiu festejar este ano as suas bodas de ouro. A edição 50 era também pontuável para a Taça da Europa, mas apenas Luca Betti apareceu como único estrangeiro na lista de inscritos desta prova realizada em Oviedo.

Na versão europeia, o Rali foi dominado como se esperava por Betti, mas um problema de motor no Fieste S2000 levou-o ao abandono no final a primeira etapa. Como Alex Pais utiliza pneus Pirelli não admitidos nesta competição no seu Mitsubishi, o relevo foi para Jonathan Pérez, mas pouco durou a condição de líder do piloto asturiano devido a um principio de incêndio no seu Citroen DS3 R3T. António Suarez com o Fiesta R2 que utiliza no WRC ficou na frente mantendo uma boa vantagem até final do rali, ficando com os Twingo R2 de Alberto Otero e Jorge Antonio González, nas posições seguintes.

Quanto ao campeonato de Espanha, com a maioria parte dos inscritos a não fazerem parte da prova europeia, foi Luis Mónzon com o seu habitual Mini Cooper WRC que dominou do principio ao fim, obtendo mais uma vitória que o deixa á beira do título espanhol de ralis.

O segundo foi Sergio Vallejo em Porsche 997 GT3 e terceiro outro Porsche do asturiano Óscar Palacio. Pelo caminho ficaram Miguel Fuster com a rotura de um rolamento no Porsche, bem como os Mitsubishi Lancer Evo X de Alberto Meira, Xevi Pons e Surhayen Pernia por avaria.

Colaboración Miguel Álvarez

gagoblanc13Diogo Gago e Jorge Carvalho levaram o Peugeot 208 R2 preparado pela Pit Stop France ao nono posto final da 208 Rally Cup no Rallye du Mont Blanc-Morzine, depois de um problema de travões ter comprometido seriamente a sua prova na terceira especial.

A única dupla portuguesa que participa num dos mais competitivos troféus monomarca a nível europeu, entrou bem neste Rallye du Mont Blanc, mas problemas de travões logo na primeira secção do rali levou-os a cair para o último posto do troféu. Apesar de alguns problemas na segunda etapa, Diogo Gago e Jorge Carvalho viriam a terminar a prova no nono posto da 208 Rally Cup.

O piloto de São Brás de Alportel que conta com os apoios de Axa Seguros, Automóvel Clube de Portugal e QF-Lda, contou que "este foi um rali muito difícil, mas que nos fez evoluir uma vez mais. Conseguimos chegar ao final, que era o principal objectivo, mesmo com todos os problemas que tivemos, mas que fomos conseguindo ultrapassar, voltando assim a marcar pontos na 208 Rally Cup".

Sobre o desenrolar da prova, Diogo Gago contava que "no primeiro dia tivemos um problema com um disco de travão que nos fez perder cerca de nove minutos e nesta segunda etapa, tivemos um furo logo na primeira especial. Apesar dos cuidados que fomos tendo ao longo da segunda etapa, acabámos por ter que realizar as duas últimas especiais com muitas cautelas, pois partiu-se um apoio da caixa".

O jovem piloto algarvio diz que "apesar dos problemas, a equipa está satisfeita com mais uma etapa evolutiva para nós e que nos fez crescer bastante. Como principais destaques, ficam os pontos que marcámos e o segundo tempo que realizámos numa das especiais".

Depois do Rallye du Mont Blanc, a dupla está já de regresso a Portugal, onde dentro de duas semanas disputará o Rali de Mortágua, prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis.