faceralis

 

usados

Nacional

diogogagoDiogo Gago e Jorge Carvalho estarão de regresso á Copa Suzuki Swift já no próximo fim-de-semana, sendo uma das duplas inscritas no Rally Rias Baixas, prova do Campeonato de Espanha de Ralis.

A dupla nacional fará a sua segunda prova na Copa Suzuki depois de uma estreia promissora no Rallye Sierra Morena, onde apesar da inexperiência na competição, acabaram por inscrever o seu nome entre os vencedores de especiais na prova.

Em jeito de antevisão sobre o rali, o jovem Diogo Gago que conta com os apoios de Hotel Pedras Rubras, Pedro Pinto Automóveis, Mariscos Galvão e Município de São Brás de Alportel dizia-nos que "uma vez que esta é apenas a nossa segunda prova na Copa Suzuki Swift, vamos fazer um pouco como no primeiro rali. Vamos arrancar concentrados e procurar ganhar ritmo com o decorrer do rali, pois o Swift é um carro de difícil adaptação e é essencial conhecê-lo bem mais de forma a podermos andar com um ritmo de ataque".

Num rali tradicionalmente com muito público e que conta com quase uma centena de inscritos, Diogo Gago e Jorge Carvalho vão voltar a realizar especiais nocturnas, algo que sucede pela primeira vez com o Suzuki Swift.

"Vamos voltar a fazer classificativas de noite, algo que gostei de fazer o ano passado, então no Rally du Condroz na Bélgica. Na altura adaptámo-nos bem a essa circunstância, mas agora vai depender do tipo de troços que iremos encontrar. Depois de termos feito uma prova em constante evolução no Rallye Sierra Morena, queremos voltar a fazê-lo de nova nesta prova, apesar de ser mais um rali completamente novo para nós", finalizou o jovem piloto de São Brás de Alportel.

O Rally Rias Baixas é composto por dois dias de competição, a começar na sexta-feira dia 30 de Maio com a realização de quatro provas especiais de classificação, terminando no sábado, onde se realizam mais seis troços.

acoremora14Acabou por saber a muito pouco a participação da Competisport no Sata Rallye Açores prova com palco na Ilha de S. Miguel nos Açores pontuável para o ERC, Nacional de Ralis e ainda Campeonato de Ralis dos Açores.

A Competisport marcou presença com a dupla Luís Mota e André Mota que acabaram por não ter um rali nada fácil mas que felizmente conseguiram alcançar o podium final.

O primeiro dia de prova não foi fácil com a equipa a debater-se com alguns problemas de travões no seu EVO VII que os obrigou a rodar com um ritmo cauteloso, e perder algum tempo que lhes retirava a possibilidade de tentar um bom resultado entre os concorrentes do Nacional de Ralis.

Com isto, o segundo dia de prova o objetivo era recuperar o máximo de posições, e acima de tudo desfrutar dos troços do Sata Rally, bem do agrado do piloto do Cartaxo, mas mais uma vez derivado a algumas neutralizações das especiais, acabaram por rodar pouco, e sem mais especiais para recuperar, o resultado final acabou mesmo por ser o menos importante, isto apesar de mesmo com um EVO VII, terem conseguido ser os 10º da geral, 5º entre os RC2 e terceiros no Grupo N.

Como nos salienta o piloto da Competisport, "Não foi uma prova de todo fácil. Alguns azares acabaram por comprometer a nossa prova, mas como não pontuávamos para qualquer campeonato, o resultado em si não tinha grande
importância. Acima de tudo ficamos contentes por estar presente novamente nesta prova, num traçado que eu gosto, mas que é bastante exigente para os pilotos. Conseguimos nos divertir apesar de tudo, mas com o azar de 5ª feira e as neutralizações de sexta, e como no sábado já não podemos alinhar o rali acabou mesmo por saber a pouco, mas os ralis são mesmo assim e agora ficamos já aguardar pela próxima edição!"

vallejo14Depois da vitória de Enrique Cruz nas Canárias, Sergio Vallejo impôs-se no Rali Sierra Morena com o seu Porsche 911 GT3 Cup, agora que está autorizado a competir depois da polémica que se gerou em torno da sua homologação.

O "Lobo de Meira" impôs-se na prova de Córdoba depois de um intenso duelo frente a Miguel Fuster, que se estreou ao volante de um Ford Fiesta R5, que foi tão cerrado que no final a diferença entre ambos foi de apenas 8 décimas de segundo!!!!

O pódio ficava completo com Surhayen Pernía com um Mitsubishi Lancer Evo X R4, na frente de outro Porsche 911 GT3, pilotado pelo campeão da Andaluzia, José Antonio Aznar.

A próxima prova será em Vigi com o Rali Rias Baixas, que se realizará dia 30 e 31 de maio.

Colaboración Miguel Álvarez

 

 

gago14espa14Diogo Gago e Jorge Carvalho vão estrear-se no próximo fim de semana na Copa Suzuki Swift Espanha, precisamente no Rallye Sierra Morena, segunda prova da competição espanhola.

A dupla portuguesa iniciará aqui a sua presença na competição, que servirá acima de tudo para continuar a tomar contacto com realidades competitivas diferentes e com a particularidade de voltarem a encontrar provas e um carro que desconhecem, face a uma concorrência que já vem com pelo menos uma prova realizada e com presenças no troféu ou nos ralis nas épocas anteriores.

Diogo Gago e Jorge Carvalho que contam com os apoios de Hotel Pedras Rubras, Pedro Pinto Automóveis, Mariscos Galvão e Município de São Brás de Alportel, confirmaram que já tiveram "um teste no domingo passado com o carro, que se revelou uma agradável surpresa. É preciso conhecer muito bem o carro para se poder tirar o máximo partido do mesmo e os cerca de sessenta quilómetros que fizemos não nos permitem estar á vontade com o Suzuki Swift nesta primeira prova, pelo que o desafio principal desta primeira prova passa por conhecer o carros e os adversários".

O jovem piloto de São Brás de Alportel diz que "quanto a objectivos para esta primeira prova, passam por aproveitar esta nova experiência para evoluir e aprender o mais possível. Queremos andar o mais rápido possível, mas sem correr riscos até porque estamos conscientes que para andar nos cinco primeiros é preciso um conhecimento do carro que nós não temos. Basicamente, queremos ver onde nos situamos neste arranque de troféu para nós e vamos procurar evoluir para estar mais fortes nas próximas provas".

O Rallye Sierra Morena terá lugar no próximo sábado dia 10 de Maio, sendo composto por cerca de cento e oitenta quilómetros de especiais, divididos por doze troços disputados na região de Córdoba.

amadorvidal114A segunda prova do Nacional de Espanha de Ralis de Terra disputou-se em terras galegas, com o centro nevrálgico em Curtis.

Após o domínio inicial, Xevi Pons viria a desistir no terceiro troço devido a uma avaria no Mitsubishi Lancer Evo IX, logo seguido por Nani Roma que abandonou também, mas por despiste com o seu Mini Countryman, ficando Amador Vidal na frente do rali com o Volkswagen Polo Proto.

A partir desse momento nada mais incomodou o piloto da AR Vidal, que foi vencendo troços sucessivamente, para chegar ao final como vencedor da prova, com uma sólida diferença para o segundo classificado, Nil Solnas com um Skoda Fabia S2000.

O pódio ficou completo com Juan Palbo Castro, ao volante de um Subaru Impreza, após uma dura luta com Alex Villanueva , este ao volante de um Mitsubishi Lancer Evo X.

Colaboración Miguel Álvarez