faceralis

 

guia2020

Erro
  • [sigplus] Erro crítico: A pasta Imagem deve ter um caminho relativo wrt à pasta base da imagem.

Nacional

gago13montCom o início do mês de Setembro chega a altura de um dos mais emblemáticos Ralis do Campeonato de França, o mítico Mont Blanc, prova na qual Diogo Gago e Jorge Carvalho vão marcar presença, uma vez que se trata de mais uma ronda pontuável para a 208 Rally Cup.

Apesar do andamento imprimido na última prova ter comprovado a evolução da dupla portuguesa, a realidade é que a sucessão de pequenos azares os tem impedido de traduzir esse mesmo andamento em resultados, passando o objectivo no Rallye du Mont Blanc por terminar a referida prova.

"Queremos chegar ao fim", começou por dizer o algarvio Diogo Gago.

"Já demonstrámos ser competitivos, mas isso não tem sido suficiente. Vamos impor um ritmo que nos mantenha confortáveis, para troço a troço irmos ganhando confiança", continuou o jovem piloto português.

O piloto de São Brás de Alportél que conta com os apoios de Axa Seguros, Automóvel Clube de Portugal e QF-Lda, esclareceu ainda que a dupla não vai "com pressão de qualquer resultado, pois o nosso objectivo passa por chegarmos ao fim. É um rali com características diferentes daquilo que estou acostumado, mas espero adaptar-me rapidamente à exigência do traçado".

O Rallye du Mont-Blanc que vai para a estrada nos dias 6 e 7 de Setembro, será composto por onze provas especiais de classificação, algumas delas já inseridas no Rally de Monte Carlo. A prova sediada em Morzine conta ainda com uma impressionante lista de inscritos que ascende às duas dezenas de duplas.

monzo13ferrolApós umas pequenas férias o CERA (Campeonato de Espanha de Ralis) disputou a sua quinta prova em Ferrol, de novo na Galiza, com os seus troços sujos, irregulars e cheios de armadilhas, algo que trouxe de novo implicações entre os concorrentes, pois dos 53 participantes apenas 29 chegaram ao fim.

Os abandonos não se fizeram esperar e logo no primeiro troço ficavam os Lancer Evo X de Alberto Meira (saída) e de Vitor Senra (perdeu um roda).

Xevi Pons se colocou na frente da classificação, seguido do Mini WRC de Luis Monzon e do Porsche GT3 de Sergio Vallejo, posições que se mantiveram por algum tempo, embora com as diferenças a serem ampliadas entre eles.

Contudo, no derradeiro troço do primeiro dia, Vallejo penalizava no control depois de um furo, acabando for a de prova depois de um problema no diferencial.

Surhayen Pernia era quarto mas desistia com problemas de caixa de velocidades no lancer Evo X, pelo que Enrique García Ojeda com o Citroën DS3 R3T, subia ao terceiro lugar, superando Gorka Antxustegi no seu Swift S1600.

Pelo caminho neste primeiro dia ficavam também Joan Vinyes, por rotura da correia do motor no seu Swift S1600, Joan Carchat, por saída de estrada com o Mégane RS, e Jonathan Pérez, que ficava sem gasoline no Lancer Evo X.

O domingo amanhecia muito mal para Pons, pois a sua vantagem sobre Monzon desaparecia quando um furo o vez perder 4 minutos. Monzon passou para a liderança, e dado a sua vantage passou a gerir o rali limitando-se a levar o Mini sem errar nos troços, obtendo a quarta vitória da temporada em cinco possíveis, o que o impulsiona para o título.

Vindo de posições mais atrasadas, aparecia Alex Pais (que teve problemas de motor no Lancer no primeiro dia) posicionando-se no terceiro lugar no final da primeira ronda do dia. Com o aparecimento da chuva na fase final da prova, Pais subia ao segundo lugar (com o abandono de Pons após ter partido um amortecedor do Lancer), ficando Ojeda no terceiro lugar.

Antxustegi e o local David Grandal num Lancer Evo X completaram o "top five".
Outros dos pretendentes ao título, Miguel Fuster, deixou o Porsche na garagem e tripulou um Suzuki Swift, inaugurando uma iniciativa da marca japonesa que cederá este carro nos ralis que faltam a outros campeões.

Colaboração de Miguel Álvarez

[sigplus] Erro crítico: A pasta Imagem deve ter um caminho relativo wrt à pasta base da imagem.

fotoferrol13Fotos: CARLOS CARREGAL JUNIOR (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Rali Ferrol
Data: 24 e 25 de agosto de 2013
Site: www.ralisonline.net

 

 

 

 

 

 

{gallery}2013/AGOSTO2013/ferrolfotos13{/gallery}

nevesfero13aposArmindo Neves e Bernardo Gusmão participaram no passado fim-de-semana na 44ª edição do Rallye de Ferrol, prova que integra o calendário de Campeonato de Espanha de Ralis, numa experiência que a equipa espera repetir e onde cumpriu aquilo a que se propunha.

"Em primeiro lugar quero agradecer publicamente ao Manel Castrillón, dono da Rallycar ( www.rallycar.es ), empresa que representa os pneus Hankook de competição para a Península Ibérica, as facilidades que nos concedeu e que nos permitiu viver uma das melhores experiências ao longo da nossa carreira nos ralis", refere Armindo Neves, concretizando que "foi um rali muito duro e difícil, com 520 kms de percurso total, troços muito estreitos, técnicos e com um piso muito particular. O Rallye de Ferrol é conhecido por ser a prova mais difícil e dura do Campeonato de Espanha de Ralis e foi essa experiência que nos permitiu evoluir a nossa condução, rodar bastante com o Peugeot em diferentes condições, quer de troços quer atmosféricas, sendo no final realmente uma experiência muito proveitosa e caso volte a existir essa possibilidade, a repetir no futuro".

Se o resultado desportivo não era o objectivo nesta prova (26º lugar da geral entre mais de 50 concorrentes), tudo o mais "foi uma experiência única. Conseguimos retirar muitos ensinamentos desta participação, num rali muito complicado para quem participava pela primeira vez e onde chegar ao final já é por si só uma vitória. Tivemos duas ligeiras saídas de estrada e alguns problemas de intercomunicadores na 1ª secção, mas aproveitámos essencialmente para conhecer melhor o carro, preparando desta forma a nossa presença em Mortágua e no Algarve", afirma Bernardo Gusmão.

Em jeito de conclusão, Armindo Neves diz que "honrámos os nossos parceiros e ficámos com muita vontade de regressar, pois não só a organização foi espetacular, assim como os demais intervenientes na prova, não sendo possível esquecer o enorme apoio do muito público, que tem uma "afición" sem limites e que sabe valorizar o esforço de todos os pilotos presentes, sem excepção ".

A próxima prova da equipa AN Rally Sport é o Rali de Mortágua que irá para estrada na região centro de Portugal, nos dias 20 e 21 de setembro.

anferrol13Armindo Neves e Bernardo Gusmão vão estrear-se em provas internacionais já no próximo fim-de-semana, estando presentes na 44ª edição do Rali de Ferrol, prova integrada no Campeonato de Espanha de Ralis, que se disputa nos dias 23, 24 e 25 de agosto.

"Esta prova não estava prevista inicialmente no nosso programa para 2013, contudo, não podíamos deixar de aceitar o simpático convite feito pelo Manel, dono da Rallycar ( www.rallycar.es ), empresa que representa os pneus Hankook de competição para a Península Ibérica e que nos apoia no Campeonato de Portugal de Ralis, começa por afirmar Armindo Neves, que explica que "é também uma excelente oportunidade para fazermos a nossa primeira internacionalização, algo que a equipa já ambicionava há algum tempo e que até á data ainda não tinha sido possível. Assim, contando também com o importante apoio de todos os nossos parceiros, a quem desde já agradecemos por tudo, esta prova será um marco importante na carreira desportiva da equipa AN-Rally Sport".

Atendendo a que se trata de uma prova totalmente desconhecida por parte da equipa, Bernardo Gusmão, reafirma que os objectivos passam por "encarar esta participação com grande profissionalismo, de modo a honrar ao máximo o convite que nos foi feito, mas também aproveitar esta experiência para continuarmos a nossa adaptação ao Peugeot 207 RC R3T. Esta prova servirá ainda de teste de preparação para as duas provas finais do Campeonato de Portugal de Ralis, Mortágua e Algarve, ambas também disputadas em pisos de asfalto.
Sendo a nossa primeira internacionalização queremos igualmente aproveitar para disfrutar e aprender ao máximo com esta nova experiência, num campeonato que é extremamente disputado e competitivo, e onde se investe bastante neste desporto".

Para concluir, Armindo Neves salienta que esta participação surge numa boa altura "pois permitir-nos-á ganhar ritmo competitivo para o resto da época, mas também aumentar a visibilidade de todos os nossos parceiros, que têm sido fundamentais no decurso desta temporada".

Poderá obter mais informações sobre o Rali de Ferrol na sua página oficial na internet (www.rallyeferrol.com).

RALIS ONLINE TV