facebook

 

volvo

WRC

neuvillevenceNum derradeiro dia em que a maioria dos pilotos do Mundial se foi poupando para a Power Stage, Thierry Neuville acabou em grande forma o Rali de Portugal.

O piloto belga venceu o Rali de Portugal pela primeira vez (segunda vitória do ano), obteve quatro pontos na Power Stage e para terminar em beleza subiu à liderança do Mundial de Ralis, mantendo a sua equipa na frente da classificação do Mundial de Construtores.

Evans e Suninen, estiveram também em grande nível e compensaram a desoladora prova de Ogier (não obteve qualquer ponto em Portugal. Evans fez o seu primeiro pódio da época em quanto o finlandês fez o seu primeiro pódio no mundial de ralis, com qualquer dos pilotos a fazerem um excelente Rali de Portugal.

Lappi terminou o dia com uma vitória na Power Stage, mas igualmente importante foi ter subido ao 4º lugar, que soube defender depois de ver Sordo ser penalizado em 10s, descendo assim ao 5º lugar.

Destaque ainda para o facto de 10 pilotos terem vencido especiais de classificação, o que não é normal numa prova do Mundial de Ralis, como também para o facto de não ter sido das provas mais interessantes do ponto de vista desportivo, depois da prematuras desistências de Ogier, Tanak e Latvala.

Refira-se ainda que Armindo Araújo foi ainda o melhor português no Rali de Portugal, dando dessa forma à Hyundai uma vitória nesta importante prova.

LÍDERES SUCESSIVOS
Tanak (Pec 1); Paddon (Pec 2); Meeke (Pec 3); Sordo (Pec 4); Meeke (Pec 5); Paddon (Pec 6); Neuville (Pec 7 a 20);

VENCEDORES DE TROÇOS
Tanak (1), Paddon (1); Meeke (2); Sordo (1); Neuville (5); Latvala (3); Evans (2); Ogier (2); Lappi (2); Suninen (1)

CLASSIFICAÇÃO FINAL
portugalfinal18

fotosrp2lugar18Fotos: Ralis Online (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: 2ª Etapa RALI DE PORTUGAL 18
Data: maio 2018
Site: www.ralisonline.net

 

neuville2diaO segundo dia do Rali de Portugal teve poucas alterações na classificação entre os primeiros da geral, com o belga Neuville a controlar todas as investidas da concorrência e atacar nos momentos certos para acabar o dia com quase 40s de vantagem, ficando com a vitória mesmo à mão de semear.

Apenas Evans tentou com o seu Ford ameaçar Neuville, mas nos momentos cruciais não teve pneus para se impor, até porque a gestão de pneus do belga permitiu-lhe estar mais forte, nomeadamente nas duas passagens pelos 37 Kms de Amarante.

Também Sordo não teve andamento para Neuville e Evans, apesar de estar no pódio, sempre pressionado por um surpreendente Suninnen, que na sua estreia em Portugal com um WRC está a ter uma prova de grande nível.

Para Lappi está a ser um rali muito difícil, pois tem a obrigação de defender a honra da Toyota (num rali que foi desastroso para a marca nipónica), estando numa confortável 5ª posição, lugar a que ascendeu logo no primeiro troço do dia.

Destaque pela negativa para Meeke, por um lado por ter desistido por despiste, mas por outro pela violência do embate que felizmente não trouxe consequências físicas para o piloto.

LÍDERES SUCESSIVOS
Tanak (Pec 1); Paddon (Pec 2); Meeke (Pec 3); Sordo (Pec 4); Meeke (Pec 5); Paddon (Pec 6); Neuville (Pec 7 a 15)

VENCEDORES DE TROÇOS
Tanak (1), Paddon (1); Meeke (2); Sordo (1); Neuville (5); Latvala (2); Evans (2); Ogier (1)

CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO DIA

1etarp18Fotos: Ralis Online (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: 1ª Etapa RALI DE PORTUGAL 18
Data: maio 2018
Site: www.ralisonline.net

 

NEUVILLEO primeiro dia do Rali de Portugal foi marcado essencialmente pela enorme quantidade de desistências, nomeadamente entre os principais, mas não só, como pela questão dos pneus, que também fez perder tempo a muito piloto.

Neuville chegou ao final do dia em primeiro, mas passou a primeira parte da etapa fora do top 5, acabando por beneficiar dos abandonos de alguns pilotos que foram protagonistas desde o primeiro troço para subir à liderança, mas também fruto de um ritmo mais elevado na segunda fase do rali em que ganhou os últimos quatro troços.

Tanak, o primeiro líder do rali, teve um problema de motor depois de bater numa pedra violentamente, desistindo no início da segunda especial.

Paddon, Sordo e Meeke, passaram depois pela liderança nos troços seguintes, com o piloto da Nova Zelândia a ficar pelo caminho, por despiste em Ponte de Lima 2, uma altura em que tinha regressa à liderança.

Sordo e Meeke com problemas de pneus atrasarem-se bastante na classificação, embora o Espanhol até tenha conseguido chegar ao pódio, mas o piloto da Citroen desceu até ao 7º posto.

Também Latvala desistiu, logo no início do dia, com problemas de suspensão no Yaris, o que veio a suceder mais tarde a Ogier, não permitindo ao francês sonhar com a 6ª vitória no Rali de Portugal.

Mais discreto andou Evans, que está a apenas 17,7s da liderança, conseguindo levar o seu Ford sem problemas até final e sempre dando muito espectáculo.

LÍDERESS SUCESSIVOS
Tanak (Pec 1); Paddon (Pec 2); Meeke (Pec 3); Sordo (Pec 4); Meeke (Pec 5); Paddon (Pec 6); Neuville (Pec 7 a 9)

VENCEDORES DE TROÇOS
Tanak (1), Paddon (1); Meeke (2); Sordo (1); Neuville (4)

CLASSIFICAÇÃO FINAL