faceralis

 

posvendaclick

cenario2011(Actualizado) Conhecidas que são as 8 provas do Campeonato de Portugal de Ralis de 2011, dificilmente se poderá vir a ter um competição mais participada do que aquela que tivemos em 2010.

O Campeão Bernardo Sousa irá concentrar-se no SWRC, Bruno Magalhães não deverá regressar ao Nacional se se confirmar o restante programa no IRC, enquanto Vítor Pascoal arrumou definitivamente o seu S2000. Miguel Campos não quererá por certo ter um projecto num S2000 se não houver concorrência, apesar da sua intenção de fazer uma temporada completa no CPR.

Ricardo Moura já tem confirmada a sua época no CPR novamente com um Mitsubishi Lancer da equipa ARC. Também por esta equipa deverá voltar a correr Adruzilo Lopes, que gostava de regressar ao Gr.N. Ainda na equipa de Aguiar da Beira vai correr Hugo Mesquita, um açoriano que irá tripular um Citroen DS3 R3T.

Ao volante deste novo modelo da marca francesa estará Paulo Neto e também o jovem Ivo Nogueira, sendo muito provável a chegada de um quarto carro.

Com um Citroen, mas neste caso o C2 R2 Max, deverá estar Frederico Gomes (que tenta também um DS3) e Armando Oliveira (caso não venda o carro). Ricardo Marques também quer manter-se no CPR e também ele virou o projecto para um DS3, mas o C2 também é hipótese.

Nuno Barroso Pereira (segundo fontes próximas do piloto) deverá ficar parado em 2011 e João Ruivo está a tentar correr com um Abarth 500 R3T.

É certo que ainda é cedo para saber o que determinados pilotos poderão vir a fazer este ano, alguns até poderão correr nas duas primeiras provas do Open e depois decidir, mas o cenário para a primeira prova do ano não é nada animador.

Não lhe é permitido comentar.