faceralis

 

guia2020

ropopen10A organização do Rali de Portugal convidou uma série de pilotos do Campeonato Open de Ralis e a organização do Desafio Modelstand, a estar presente na 2ª etapa da prova portuguesa que pontua para o Mundial de Ralis.

Numa informação também avançada pela Revista Autofoco, a ideia é semelhante à montada em 2009 para o "Revival" passando os concorrentes do Open a meio das duas passagens dos concorrentes do Mundial, fazendo apenas essas três classificativas.

As verificações para os concorrentes do Open seriam a 24 de Março, reconhecimentos a 25 de Março e participação a 26 de Março.

O número de participantes será limitado (entre os 30 e os 40 carros), sendo que o Desafio Modelstand poderá realizar mesmo uma das suas oito provas do calendário (saltando fora a deslocação a Loulé, evitando-se assim dupla ida ao Algarve).

A Exporacing e o ACP estão em negociações para que tal se venha a verificar, sendo que a maioria dos pilotos deste troféu aceitou genericamente a ideia. A inscrição por piloto (do Open e do Desafio Moldelstand) rondará os 1.000 Euros, valor que o ACP devolverá aos pilotos no início da prova.

O Rali de Portugal deverá ter ainda mais novidades, nomeadamente para a derradeira etapa da prova.

Não lhe é permitido comentar.