faceralis

 

posvendaclick

amak10A FPAK publicou o Regulamento do Campeonato da Madeira de Ralis para a temporada de 2011. O calendário terá oito provas, não existindo grandes novidades face a 2010, embora se registe a entrada de duas novas provas.

Os sete melhores resultado contam para a pontuação absoluta, tendo-se optado pelo no sistema de pontuação em que a vitória dá 25 pontos, contra os 18 pontos do segundo lugar e 15 pontos do terceiro. No Vinho Madeira existe ainda uma pontuação bónus para quem não tenha cumprido uma das etapas.

Destaque ainda para a possibilidade de o regulamento permitir que os GT possam correr neste campeonato.

Destaque ainda para o Campeonato Open de Ralis da Madeira, que se disputa em paralelo com o CMR, excluindo o Vinho Madeira, sendo que os pilotos somam os cinco melhores resultados das sete provas.

Os carros admitidos são os Clássicos, VSH e outros carros de duas rodas motrizes até 2.0 litros (com ou sem homologação), tendo o mesmo sistema de pontuação do Open de Ralis no continente e nos Açores.

FPAK ignorou propostas da AMAK

O válido trabalho desenvolvido pela AMAK, que levou à FPAK as suas propostas de regulamento para o Campeonato da Madeira de Ralis, acabou por cair em saco roto.

A FPAK apostou em levar por diante as suas ideias (o regulamento é quase igual ao dos Açores), o que deixou os elementos da AMAK frustados depois de tanto trabalho.

Não lhe é permitido comentar.