faceralis

 

guiaaft

mourarankFoi um dos melhores pilotos portugueses a competir em Portugal em 2010. Venceu e convenceu em diversas ocasiões, mas acima de tudo mostrou que evoluiu bastante, sabendo aproveitar todo os conhecimentos recolhidos em 2009. Em 2011, quer repetir os títulos de 2010 ou, quem sabe, fazer ainda melhor. Já agora, Ricardo Moura, venceu ainda o Ranking de Pilotos do Ralis Online.

Qual o balanço de 2010?
O balanço é muito positivo, vencemos pela terceira vez o Campeonato dos Açores e no segundo ano a tempo inteiro no CPR fomos campeões na Produção e terceiros em termos absolutos. Não tenho dúvida que demos um bom retorno aos Açores, afinal é esse o nosso principal dever, no CPR. Estou muito satisfeito com a minha equipa nos Açores liderada pelo Adérito e com a ARC, foram peças fundamentais nos nossos resultados, assim como todos os nossos patrocinadores, em particular, o Governo dos Açores e a Fábrica de Tabaco Estrela.

Momentos mais marcantes da temporada?
Último dia do Rali de Portugal, primeiro dia do Rali da Madeira e o Rali de Santa Maria. Resultados muito importantes para o desfecho dos campeonatos, conseguidos por mérito de toda a nossa equipa.

O que difere entre os ralis regionais e os nacionais?
Neste momento pouco. O campeonato dos Açores é tão bom e mediático que se pode equiparar ou mesmo superiorizar, em termos organizativos e não só, ao CPR. Nos Açores, era importante regressarem a tempo inteiro pilotos e patrocinadores, que em outros tempos foram grandes animadores deste campeonato. É no entanto importante salientar o papel importantíssimo que a Fábrica de Tabaco Estrela tem no CAR, sendo o principal patrocinador dos pilotos, e mais importante, das organizações. Um dia que esta envolvência termina, todo o Campeonato fica, de alguma forma, em risco.

O estás a pensar fazer em 2011?
Eu gostaria de fazer algumas provas do PWRC, pois parece-me o passo mais lógico na minha evolução como piloto e uma vez que os Açores estão, neste momento, a definir uma estratégia de promoção no estrangeiro, parece-me uma boa oportunidade de inserir os ralis nessa estratégia, pelo menos nos países onde os ralis forem uma modalidade popular. No entanto, tenho assegurada a minha participação no CPR e no CAR

Quais as perspectivas para 2011?
Lutar pelos títulos conquistados em 2010

Pensas conseguir ganhar nos ralis no nacional em 2011?
É difícil. Se não houverem S2000, aí poderemos ter uma palavra a dizer em algumas provas.

Não lhe é permitido comentar.