faceralis

 

posvendaclick

armindonevebalCom uma época muito reduzida, que terminou a meio do previsto, Armindo Neves não conseguiu atingir os objectivos a que se proponha no regresso ao Campeonato de Portugal de Ralis. Mesmo assim houve ensinamentos a tirar e virar baterias para o Open, com um projecto realista.

Qual o balanço de 2010?
2010 é um ano que infelizmente me deixa um grande amargo de boca, pois até ao rali de Portugal tudo estava a ser cumprido á risca conforme tinhamos planeado, e hoje, tenho a certeza absoluta que caso não tivessemos parado por falta de verbas, teríamos lutado até ao fim pelo vice-campeonato do Gr.N, e no minimo, um lugar no pódio seria nosso com toda a certeza. Mas como de "ses" ninguém se governa, só me resta tentar apagar rapidamente este travo amargo que me ficou na boca e continuar a lutar, como aliás sempre fiz até agora, para conseguir reunir as condições necessárias para que o este projecto não pare. De momento esse é o meu grande objectivo.

Momentos mais marcantes da temporada?
Para mim, o momento mais marcante foi após o rali de Portugal, quando tomei consciência de que teriamos que parar e mandar fora tudo o que de bom tínhamos feito até então. Foi algo que me custou mesmo muito a digerir. Mas enfim, é assim a vida!

Que projectos (e/ou certezas) é que tens para 2011?
Neste momento, posso dizer que estou a lutar com todas as minhas forças para montar um projecto que possa disputar os primeiros lugares no Open, ao volante do Evo7.
Tem sido bastante duro, e nos últimos meses só me lembro daquilo que o Solberg terá passado para também montar o seu projecto. É algo muito desgastante e que só alguém com muita paixão e que se negue absolutamente a desistir, pode levar a cabo, pois existem alturas em que já não sabemos mais para onde nos poderemos virar em busca de apoios que se associem a nós nesta caminhada.

Apesar de tudo e de tantas dificuldades, até agora, cerca de 70% dos parceiros estão confirmados, mas ainda falta "um bocadinho assim...", para que possamos confirmar tudo. Espero sinceramente que os próximos dias tragam boas notícias, e que possamos avançar rapidamente com a apresentação do nosso projecto, equipa e parceiros para a próxima época.

Para terminar, aproveito uma vez mais para deixar um grande obrigado para ti e para este site por tudo o que de bom têm feito por esta modalidade, bem como um abraço a todos os adeptos dos RALIS. Bem hajam!

Não lhe é permitido comentar.