faceralis

 

posvendaclick

regulcpr2010A FPAK já deu a conhecer no seu site o regulamento do Campeonato de Portugal de Ralis para 2011, apresentando muitas das novidades já conhecidas.

A primeira nota a destacar é que a FPAK decidiu ligar o "complicómetro" mais uma vez e conseguiu torrnar ainda mais difícil aquilo que já era complicado. Agora, para se disputar o Campeonato os pilotos terão que fazer "mais uma despesa", pois deverão "contratar" um bom advogado para se conseguir interpretar o regulamento, nomeadamente no que às pontuações diz respeito.

Em resumo, uma vitória vai valer 25 pontos, tal como no Mundial, mas existirá um esquema de bónus (que funciona nas provas internacionais) que permitirá aos pilotos obter pontos por etapa no caso de terei desistido na outra etapa. Aqui os pontos são os mesmos que se davam na pontuação à geral de 2010.

Na inscrição no CPR 2011 todos os pilotos deverão indicar as seis provas em que irão pontuar, tendo direito a fazer uma alteração até à 6ª prova do ano. Nas restantes provas não escolhidas, os pilotos podem participar mas não "roubam" pontos.

Para uma prova pontuar na totalidade, a FPAK, decidiu que o número mínimo de inscritos passa de 20 para 15 automóveis.

A inscrição em cada prova terá um valor mínimo de 750 Euros.

Consulte o regulamento do CPR 2011.

Não lhe é permitido comentar.