faceralis

 

banner curso Prancheta-1

pascoalsees10Vitor Pascoal é o primeiro líder do Rali Casinos do Algarve, efetuando uma super-especial com muita eficácia que lhe permitiu efectuar o melhor tempo. Miguel Campos e Bernardo Sousa fizeram os dois tempos seguintes, prometendo desde já uma tremenda luta para o a restante prova.

Em termos absolutos, Ricardo Teodósio conseguiu fazer o 4º melhor tempo, sendo com toda a naturalidade o mais rápido entre os VSH do Regional Sul, depois de efectuar uma super-especial de forma verdadeiramente espectacular.

Um dos primeiros desistentes de "peso" desta prova foi Paulo Antunes. Problemas de alternador, que obrigaram o piloto a fazer a super-especial sem faróis, abandonando pouco depois. Mesmo sem este abandono a vida não ia ser fácil para Paulo Antunes. Primeiro porque foi dos três pilotos do Nacional que se enganou na super-especial e em segundo porque o seu C2 estava abaixo do peso regularmentar (todos os carros foram pesados logo após o fim da super-especial).

Aliás, a questão dos enganos na super-especial trouxe grandes problemas à organização, prometendo muita polémica ao longo da prova e depois dela. Só no Regional Sul foi mais de 5 os pilotos que não realizaram o percurso conforme o regulamento.

No Regional Sul destaque também para a desistência de Pedro Leone, que nem sequer chegou a arrancar para a Super-especial, quando viu uma roda do seu Ford Escort saltar.

Sem dúvida que a única forma de o Autódromo de Portimão ter público com automóveis é lá se deslocar um rali. A bancada central estava bem composta de público e o espectáculo até foi de uma forma geral interessante.

Não lhe é permitido comentar.