faceralis

 

usados

araujovencefra10Armindo Araújo e Miguel Ramalho conquistaram em França a terceira vitória do ano no PWRC e ficaram a um pequeno passo de conseguirem revalidar o título de Campeões do Mundo de Ralis Produção. Com o pleno alcançado nas duas provas em pisos de asfalto (Alemanha e França), a dupla portuguesa cumpriu a inteiramente os objectivos traçados e partem para o ultimo rali da temporada (Gales Rali GB) com uma vantagem de 18 pontos sobre Patrik Flodin, o único piloto com hipóteses matemáticas de lutar pelo ceptro.

Em Alsace, num rali muito difícil, Armindo Araújo evidenciou uma vez mais todas as suas credenciais e liderou da primeira à última etapa, deixando toda a concorrência a uma margem muito significativa. Um resultado que o piloto de Santo Tirso afirma ser fruto "do excelente trabalho realizado pela equipa antes das duas provas em asfalto. Chegamos à Alemanha e França muito competitivos e provamos isso mesmo com as vitórias que alcançamos. O Mitsubishi Lancer Evo X esteve ao mais alto nível e foi um óptimo aliado", começou por dizer o Campeão do Mundo.

Apesar de ter ultrapassado sem grandes adversidades quase todas as especiais do Rali de França, o piloto tirsense acabou por sofrer um enorme susto na derradeira classificativa, quando ficou sem travões logo na primeira curva. "Arrancamos no último troço e quando toquei no pedal percebi que tínhamos ficado sem o sistema de travagem. A especial era pequena e conseguimos chegar até à assistência apesar das dificuldades. É nestas situações que percebemos que a sorte ajuda sempre um pouco. Desta vez fomos felizes", sublinhou o actual líder do PWRC.

A conquista do bi-campeonato está agora pendente de um sexto lugar na derradeira prova, uma situação que não sendo de todo uma enorme exigência não permite baixar os braços. "É verdade que a nossa vantagem é excelente mas falta ainda uma prova. Como ficou visível aqui, é sempre preciso esperar pelo último metro para confirmarmos os resultados. Estamos muito motivados e confiantes mas vamos trabalhar e preparar o rali com a máxima preocupação. Obviamente que o nosso pensamento estará exclusivamente centrado na conquista do titulo", concluiu o piloto apoiado pela Galp, TMN, MCA, Lusitania Seguros e Mitsubishi Motors.

Classificação após Rali de França: 1º Armindo Araújo, 108 pontos; 2º P. Flodin, 90; 3º H. Paddon, 82 (...)

Não lhe é permitido comentar.