faceralis

 

posvendaclick

armind2fran10Armindo Araújo continua a liderar o PWRC no Rali de França, estando a fazer um excelente rali. Bernardo Sousa conseguiu alguns registos de relevo no SWRC, mas apenas subiu um lugar, estando na 7ª posição.

"Este rali está a revelar-se muito difícil pois as especiais apresentam-se muito escorregadias devido à imensa lama que fica após as passagens dos carros. Estamos a fazer uma óptima prova e hoje conseguimos, graças ao ritmo forte que impusemos, alargar a margem para o adversário directo na luta pela vitória. O carro está perfeito e a dar mostras que é muito competitivo", começou por dizer Armindo Araújo.

"Nunca se sabe quando podemos ser vítimas de um furo ou de qualquer outro problema mecânico e por isso temos que pensar exclusivamente em terminar o rali para depois fazermos as nossas contas. Temos mais de metade do objectivo cumprido, as condições são muito favoráveis mas só amanhã teremos a certeza se venceremos", disse Armindo Araújo na chegada à assistência instalada em Estrasburgo, onde marcaram presença um grande grupo de emigrantes portugueses que não quiseram deixar de mostrar o seu apoio ao compatriota.

"Muito satisfeito", foram estas as primeiras palavras de Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva, no final do segundo dia do Rali do França. "Hoje senti-me mais confiante, além disso senti mais seguro no acerto das afinações do carro. De ontem para hoje, fomos sempre alterando sucessivamente o set-up e o resultado foi francamente positivo", começava por adiantar o piloto madeirense. De qualquer forma, as especiais de piso de asfalto muito liso complicam, mais ainda quando as mesmas se encontrando nalgumas zonas completamente sujas devido à passagem dos pilotos da frente, impossibilitando um andamento mais forte por parte do piloto do Ford Fiesta S2000. "Esse tem sido também um problema para nós. É um rali muito complicado. Rápido e ao mesmo tempo alternando com zonas mais lentas. Aí os pilotos defendem-se mais, passando por dentro o que faz levantar terra para o asfalto. Curiosamente, numa dessas zonas não escapei de fazer um peão, o que me fez perder preciosos segundos, adiantava o actual comandante do Campeonato de Portugal de Ralis que tripula brilhantemente o Ford Fiesta 2000.

"Para amanhã a toada será a mesma de hoje, sabendo de antemão que dificilmente poderemos alcançar a sexta posição. Estamos longe e os troços marcados para a derradeira jornada são muito curtos, por isso não vamos arriscar em demasia sob pena de deitarmos tudo a perder", rematou Bernardo Sousa.

Não lhe é permitido comentar.